Maria da Penha Boina: Vaidade Beber para ter coragem de gritar...

Vaidade

Beber para ter coragem de gritar
O grito dos indecentes
Da inconsequência
Da justificação que não convence.

Viajar para fugir da própria verdade
A verdade que está enraizada
Que acompanha em toda a caminhada
E da redoma não sairá.

Pássaro negro camuflado de mil cores
Para manter os milhares de amores,
Mas a chuva cairá
E as cores irão desbotar.

Manter um tapete vermelho estendido
Caminhar sobre ele desmilinguido
Com a bebida, as viagens e as cores,
Que causam dissabores.

Que presunção mal fundada
De quem mantém ostentação
Para merecer admiração
De uma qualidade do que é vão.

1 compartilhamento
Inserida por mpboina