Coleção pessoal de nessaribeiro

Encontrados 12 pensamentos na coleção de nessaribeiro

Ainda é cedo, é tanta coisa.
Dúvidas e anseios.
Me indigna tanta coisa.
Pessoas tem a necessidade de magoar e ferir corações alheios.
Desculpem-me, mas não consigo fazer um ato minúsculo se quer, sabendo que alguém será ferido.
Não sabem como chora um coração, talvez por que o teu próprio nunca tenha chorado.
Nunca sentiram a dor.
Ou talvez a maior necessidade seja não ver como o próprio coração sofre.
Seja não enxergar a verdade que está ali estampada.
Poxa, adivinha eu não sou...
Vida de conforto, amor escrupuloso e doentio.
Não se sabe até que ponto tudo pode ser mais verdadeiro.
Rodeio entre temas. Bom, eu logo avisei, eram muitas dúvidas.
A única certeza é que quando você está certa demais, prefere ficar quieta e deixar que as máscaras caiam sozinhas. Cedo ou tarde a verdade aparece.
Fé em Deus que ele vai cobrar tudo.
Fé em Deus que as máscaras vão cair.
Fé que Ele é minha certeza.
Fé que NADA é em vão.
Se unir à alguém para diminui-la não é se unir, é saber que uma pessoa está errada e ajudá-la a se auto destruir.
Desconfie do que existe em excesso, desconfie da mordomia.
Nada é tão fácil assim. Nem tão simples.
Desconfie, por experiência própria.
NINGUÉM MUDA NINGUÉM.
Se a pessoa não se conforma nunca, com pouco, vai continuar não se conformando...
Observe, o que esta pessoa da valor?
Valor realmente...?
É...
Paro por aqui, as dúvidas me consomem e me fazem temer, por mim não, já passei disto, mas por corações alheios, mas isto não me pertence.
Ele sabe de tudo.

Vanessa Ribeiro
1 compartilhamento

Hoje não vou escutar nenhuma música. Hoje ficarei somente sentada à frente do computador, digitando e me perdendo a cada palavra.
As músicas me tiram o ar por que sempre me lembram alguém, alguém que vem com lágrimas.
Alguém que ainda acha que tem o direito de me ligar e importunar, acha que tem o direito sobre meus passos meus beijos e abraços.
Resolvi escrever uma carta á ele: (Vamos dar um nome, que tal Brad??rs)
Querido Brad, passo noites e dias pensando em você, as noites doem mais, relembro de cada detalhe de teu rosto, mesmo com a barba mal feita! Peço ao me cerébro incansalvemente que se desligue, mas você está ali, grudado ao meu lado na cama, perco noites tentando te tocar, é muito inapalpável, é impossivel.
Choro e meus olhos a dias estão fundos. A cada bar que entro, a cada esquina que viro, a cada homem que conheço, e digo homens, em cada rosto, você está ali presente, acabando com a única possibilidade que eu procuro de sorrir.
E quando chego em casa você está lá, no mesmo posto, me esperando para dormir. Me olha atentamente, faz carinho nos meus cabelos para que eu durma, mas como? Se quizer que eu durma faça o favor de ficar do lado de fora do quarto pelo menos.
Fico ali, te olhando e você idem. Perdida em lembranças, boas e ruins. Já tentei até te bater, mas não deu, que pena, você merecia seu traste que roubou minha insanidade.
Você ao menos fala, te pergunto o por quê de tudo isso e você só me olha!
Eu já me acostumei, já não pergunto mais, só observo, cada detalhe em ti já decorado, os furinhos no teu rosto, os olhos grandes com sobrancelhas bem negras, cabelos arrumados para o lado,...já faz tanto tempo e você não se foi, por quê?
Todas as cartas, cartões, presentes, aliança? Tudo no lixo, você me viu jogando, eu precisava disso, você me viu fazendo, porém não impediu, me olhava de uma jeito que me machucava, era dor, ódio e paixão, mas você sentia bem a fundo que eu tinha razão em fazer tudo isto. Eu te avisei que não teria próxima vez, não haveria mais nós. Você não deu ouvidos. Eu precisava jogar tudo fora e você sabe bem, não me trate mal por isso.
Eu preciso te esquecer, então te peço, vá embora, preciso que essa dor passe, mas você insiste em ficar aqui, diarimente, cuidando de mim, do jeito que eu sempre te quis.
Mas não está me ajudando, está atormentando, dias e noites. Então vá. Eu te imploro, não me pertubes mais. Eu te amo e como eu queria você aqui do meu lado, mas já é tarde, eu preciso conseguir dormir, então por favor, me deixe. Me deixe viver, me deixe escolher e pare de aparecer nos rostos dos outros.
Eu te quero aqui, aah como quero, porém não quero só a tua sombra, só a tua tentativa de estar aqui, te quero por inteiro, não quero mais viver baseado em sonhos, será que é capaz de entender isso? Não tente ficar ou não comigo, não tente mais nada. Faça. Aja. Não me magoe, não me deixe, não grite comigo, não tenha raiva de coisas fúteis e não brigue comigo. Não, não e não. Atitude amor.
Tenho tudo guardado, mas nada ainda que valha a pena ser lembrado, primeiro você deve ser esquecido. Eu preciso de paz. Será que estamos entendidos? Com muito, muito mesmo, amor ,carinho e saudade!
Beijos.
Ei cerebro, esqueça os culpado das lágrimas que ainda ousam cair, incansavelmente. Esqueça as feridas, elas hão de cicatrizar. Esqueça os planos e sonhos e tudo que possa ter sido vivido ou planejado ao lado daquela ilusão. Foi tudo ilusão, ilusão do amor perfeito, ilusão de mudanças, ilusão de amar e ser amada, ilusão de um futuro repleto de felicidade e um passado obscuro a ser esquecido. Sonhar não doi. Doi o tombo ao acordar, acordar e ver que tudo não passou de ilusão. Ilusão, nada mais que o desejo, vontade. Apenas querer e não agir então por que me apegar a ilusão, devo me apegar a objetivos, ilusão é o sinônimo de magoa, só pode ser, de imaginação, maldita seja a ilusão então.
Espero que esta carta chegue até você, e que você algum dia desista de me vigiar e me deixe dormir e sair em paz. Você não está ajudando. Está apenas me fazendo te desejar mais e mais. Não me entenda mal, mas eu te quero da mesma forma que você me quer, eu quero te querer desta forma, uma forma de querer que não é o bastante para estarmos juntos. Para respeitarmos. Tenho que te querer desta forma, igual a você. Estão vamos, chega de papo, receba esta carta, e não anseio por resposta, quero que você apenas se vá, saia da minha cabeça! Diga adeus e realmente se vá. Apenas realmente suma.

Vanessa Ribeiro
1 compartilhamento

Estou desabando, preciso desabar.
Preciso soltar cada lágrima que tenho impedido firmente a dias que caiam. Cada gota é um adeus, um chigamento, quanto mal mais você será capaz de me causar? Quantas promessas há de quebrar.
Aliás, deve haver alguma diferença no nosso vocabulário, no meu dicionário para sempre, é por toda vida. No seu deve ser amanhã! Estou errada. Corrija-me então.
'Nunca mais te magoarei!'
'Nunca mais te tratarei deste jeito!'
'Nunca mais vou te deixar!'
'Nunca vou te fazer sofrer!'
'Nunca mais sairei sem você!'
'Nunca mais farei nada sem pedir sua opinião!!!'
'Nunca mais mentirei.'
'Nunca mais esconderei nada de você!'
Sem contar das frases: 'Você é a mulher da minha vida!'
'Não me imagino com ninguém além de você?'
Quantas mais existem de mim que você não é capaz de dar valor?
Quantos mais vão te pisotear?
Quantas vezes terei que fingir que não imagina que fariam isso? Sempre, todos são bonzinhos!
Quantas vezes mais terei que ouvir perdões?
Quantos arrependimentos e quantos tropeços terá até confiar nas minhas palavras?
É tão fácil dar ouvis aqueles que se dizem amigos, e é tão difícil assim dar ouvidos àqueles que dizem nos amar?
Quantos anos mais terá que completar até acabarem suas fases irracionais?
Você nunca enxergará não é? Nunca verá o sentimento que carrego comigo, e nunca cumprirá suas promessas!
Quantos mais? Quantas vezes você quebrará a cara até encontrar o caminho certo?
Meus olhos estão vazios, até as lágirmas me deixaram, elas cansaram de cair po você.
Infelizmente só você me conhece, cada anseio que tenho dentro de mim você sabe, cada desejo e vontade. Eu não sei se contei mas tenho medo do escuro, medo que fica tão medíocre e impotente quando comparado ao medo de estarmos longes um do outro. Tenho mais medo dessa dor que me consome, todas as noites, retorna com mais força, relembrando todas as promessas perdidas, todas as vezes que você se foi, me magoando e cavando mais fundo a ferida.
Acreditei fielmente em todas as promessas e todas as vezes. Confiei, me enganei em todas.
Você não é o cara quem conheci, muito menos o que cumprirá todas esses 'Nunca mais', realmente não é.
Você não me completa mais, e eu já não tenho mais o dom de colocar teus pés nos chão ou de opiniar em qualquer situação. Talvez nunca tenha tido.
Tenho tanto medo quanto você de te perder para sempre, mas fazer o quê. Longes nos valorizamos, pertos apenas nos magoamos. É melhor sentir a falta do que sentir a mágoa.
Sentir a falta do bem que me fazia estar contigo do que sentir a mágoa dos teus atos ao estar comigo.
Continuemos mentindo, errando, sentindo ciúmes e percebendo que não nos pertencemos mais.
Nossa história já era, vamos colocar um ponto finaç, chega de palavras em vão. Chega de acreditar em todas as bobagens e achar que ainda conseguiremos nos reerguer.
Vamos acordar, eu te amo, talvez não tanto assim, mas está decidido, com você me machuco muito mais do que com você, agora me faça uma promessa verdadeira, prometa nunca mais me procurar e isso sim será nunca mais me magoar. Vamos usar aquela frase clichê: 'Durou o tempo necessário para se tornar inesquecível', guardemos tudo conosco e que as coisas ruins sirvam de aprendizados.

Vanessa Ribeiro
3 compartilhamentos

E mais uma manhã, eu acordei com aquelas dores no estômago, aparecem sempre que você tira minha paciência, tira meu sono, acaba com minha noite, e amanheço desiludida para um bom dia.
Cansei das perguntas, quero respostas, começando por quem é você?
Se o tempo parasse para nós, escolheria estes últimos dias, você me iludiu, inventou algum personagem e tudo parecia fantasia, perfeito. Mas para variar, eu acordei.
Mais um belo tombo, estou me segurando e tentando me enganar que para este, eu estava preparada. Não doiu, não doeu, vou enfiar isso na minhca cabeça.
Eu já não sei mais o que fazer para abrir teus olhos, para que você enxergue o quanto as pessoas te pisoteiam, eu sempre aqui, tentanto te alertar, e você cegamente, sendo enganado. Deixei tudo de lado por você, mas agora não dá, você não teus olhos para quem realmente te quer bem, e eu já não aceito mais caminhar nas tuas vontadfes.
Você lembrará de mim um dia, o pior é saber que lembrará, e se lembrará de cada mal que me provocou, cada dia que não valorizou, cada briga e cada adeus que você questão de dar.
Mas agora eu vou voar, te esquecer, lembrarei e me arrependerei de cada vez que você no seu adeus me deixou chorando, e a cada volta que eu não deveria ter dado espaço.
Já não dá mais para nós, você não aceita minha proteção, assim como eu abri os olhos que sempre me cuidei sozinha. Sarei cada ferida tua sem ajuda de ninguém, e estou aqui, então o desamor, eu já sei, não me maltrata mais.
´Seguro as lágrimas, seguro fortemente, doem por dentro. Mas não cairam, não é hora de cairem. Para que se você não merece?
Estavámos indo tão bem, ilusão minha, sonho meu.
Você se deixou levar pelos outros, te cegaram, você é o bobo da corte deles.
Agora me restam lembranças, recordações, mas tenho certeza, daqui a pouco nem isso existirá. hoje eu já sei que é possível viver, mesmo com todo este sentimento dentro de mim, mesmo com toda esta dor da distância, eu sei que é possível viver sem você. Eu sei que sou capaz de superar, superar você.
Tenho que colocar na cabeça que você não seria para mim, que não era a pessoa certa, a metade inteira da laranja. Meus pés, mesmo parecendo sem apoio algum agora, continuarão firmes, no chão, a procura, sim a procura de um amor para curar este desamor. Gostar de quem gosta de mim, mesmo que para isso eu tenha forçar algo, forçarei, cedo ou tarde virá um sentimento, e ai, vou amar e dar valor a quem me queira bem, a quem cuide do que tem.
Cansei de esperar promessas ao vento, esperar tuas mudanças e cansei de esperar que me enxergasse como a mulher pefeita. Você enxerga apenas o que quer e na hora que quer!
Não vou mais esperar, vou me adiantar, futuro para quê? você fazendo mais parte do meu presente já é o inicio. Procurei saidas num labirinto, já chega!
É hora de acordar, e não mais cair por este amor de rocha. Nunca existirá só você e eu. Palavras escritas, expostas. Atitudes falhas.
Eu tenho um sonho, mas a real é que talvez ele seja para que eu sonhe sozinha.
Lembra que o plano era estarmos bem agora? Estavámos, sinta-se feliz, eu lhe dou os meus parabéns. Não tenho culpa de nada, e estou grata a mim mesma por me afundar mais uma vez nessa solidão a dois. Me fartei de você errado achando que não errou.
Basta-me achar que não signifiquei nada, além de um jogo, bola pra frente, hoje de você jogar sozinho. Já chega.
Não cansei de amar, cansei de me iludir.

Vanessa Ribeiro
1 compartilhamento

É inevitável olhar a felicidade de um casal e não sentir inveja.
Olhar como ambos amadurecem e aprendem juntos e não sentir vontade de roubar aquilo para você.
É inevitável não ver fotos, declarações, noivados e não achar que você ainda não achou a metade da laranja.
Ver como cada um se completa e perceber que até agora você apenas se despedaçou.
E tudo vai ficando pior, te levando para uma emboscada. Quanto menos você quer, mais se vê rodeada de pessoas assim, felizes.
Os dias de chuva que eu tanto gostava, o friozinho pra ficarmos abraçados embaixo das cobertas, a rede na varanda dona de alguns cochilos, os olhos que me fitavam a cada vez que eu me deixava cair num sono rápido, estavam ali, me decorando do mesmo jeito, bem abertos e preocupados com cada movimento.
É inevitável ver que tudo mudou e é inevitável saber que não tem como voltar, é inevitável saber que o amor se perdeu, e é frustrante ainda tentar buscá-lo.
Ver os casais que passam na rua, eles se abraçam, sorriem e andam de mãos dadas como se existissem apenas eles e nada de preocupações, e dar uma leve olhada pra quem está do meu lado, indiferente e com toda as preocupações possíveis na cabeça.
Seu olhar nunca consegue se desviar um segundo se quer para me admirar mais. O seu bom humor com todos se vai quando está comigo. A gente não segue mais as ordens do coração.
Hoje eu prefiro o sol, ao teu lado ou não, ele deixa o dia mais bonito para que eu possa enxergar melhor coisas ao lado de outras pessoas.
E ai o dia ensolarado fica escuro e tudo parece ficar triste. Minhas decepções aumentam. Oi, eu estou aqui, tem como você reparar. Não posso dizer que te amo e que ninguém vai te amar como eu. Não seria verdade. eu te amo, sim, mas não como já amei a um bom tempo atrás, este sentimento ainda me machuca, então só pode ser amor. Mas eu posso dizer que ninguém vai sofrer por você como eu sofri. Amor é bonito, é lindo, porém perigoso caso não saiba ser guiado. A princípio você cuidou muito bem do meu amor, de tudo, só pensávamos em cuidar de nós. Hoje cuidamos de nós individualmente. você começou, eu aprendi e fiz igual.
Eu já perdi as contas, de quantas vezes, você incansavelmente se foi, se foi com várias desculpa e por caminhos diferentes, ligava vez ou outra para me fazer mal, me trazer lembranças, e quando eu achava que estava me recuperando de mais um desamor, me vinha você, pelo mesmo caminho de volta, com as mesma desculpas e promessas, sempre as mesmas palavras, homens, ai homens. Não, não creio que sejam todos assim, grande parte tem esse dom de promessas e palavras em vão. Caminhos que nunca se cruzam. O mais engraçado é que você sempre acha que estou aqui, com o mesmo sentimento, a mesma bobinha, pronta para você amar, enganar e largar a hora que bem entende. Não meu bem.
Hoje eu vejo os casais na rua de outra forma, eu me imagino feliz, caminhando com outro alguém, sim, eu sei que existe alguém para me fazer feliz, e este alguém, que me completará, certeiramente, não é você. Então abra teu olho menino, e digo isto incansavelmente, abra teus olhos, estou não estou mais aqui, ou me mostre que realmente você está aqui, ficará tudo assim, até que eu encontre outrem a quem caminhar e rir pelas ruas.

Vanessa Ribeiro
14 compartilhamentos

A folha em branco está preparada para um desabafo..
Mas será que eu estou pronta para desabafar?
Tudo é muito convidativo, as lágrimas, a solidão, todos já dormem..
Eu preciso mais é de conforto, estou segurando a louca vontade de correr pros braços de alguém e chorar sem segurar sequer uma gota.
Eu me quebro, que dia péssimo, me valeria mais não ter acordado hoje.
A folha em branco já contém alguns rabiscos, talvez eu rabisque a noite toda, que tal? Isso me distrái e as vezes eu dou risadas no canto da boca me achando uma boba por perder o tempo com isso.
Desenho um coração, a se todo esse amor fosse transformado em ódio, eu já não estaria mais aqui, você já não estaria mais aqui.
Não são mais tantos rabisco, resolvo virar a página, o verso na verdade, e começo a desenhar mais corações, pontos de interrogação vão surgindo, de pequenos vão se tornando enormes e ocupando cada vez mais espaço na folha que já não está mais tão limpida, rabiscos, riscos, folha completamente suja, frente e verso, como o meu coração.
Folha nova? Não, vamos parar de brincar, meu coração não é assim! Te amar é algo tão inapalpável, tão incerto e pertubador. Sofrer com ou sem você? Já nem sei qual me dói mais.
Não dá pra controlar algo assim, não tem sentido existir isto dentro de mim. Ei, vamos parar de rabiscar meu coração, errar e passar uma borracha qualquer.
Me torci, me refiz, me inventei, mudei e nada foi o bastante para você me amar incondinalmente. Você ainda não esta aqui por inteiro.
De ótimo a péssimo, é assim, uma montanha russa, totalmente descontrolado este nosso amor. Me pergunto por vezes por que ainda estou aqui, me chingo incansalvemente, sua burra. Desde quando estamos nesta situação? Desde quando não nos respeitamos, ouvimos? Desde quando não confiamos? Será que um dia confiamos verdadeiramente? Desde quando estamos juntos por inteiro? Já estivemos assim?
Não adianta mais procurar tudo isso, não vamos encontrar, já foi tempo perdido demais. Preciso de forças, já menti demais para mim mesma, me enganei, perdoei demais e finji demais, sabendo que não teve verdade em momento algum, chega de mentir, eu quero acordar, alguém me belisca eu preciso sair deste pesadelo, quando é que virou sonho?Alguém me conta? Ei coração, por que eu nunca quis enxergar?
Eu já procurei demais a verdade, encontrei só mentiras. A saudade vai machucar, a vontade vai doer, mas o meu mundo já desabou o bastante hora de refaze-lo.
Entre rabiscos em cima dos rabiscos antigos, escrevo frases que não podem ser lidas, aquelas que ficam guardadas comigo, escrevo entre letras grandes e grotescas até as pequenas cansadas.
Se eu te amasse um pouco menos quem sabe. O infinito é a única coisa que consigo olhar quando estou perto de você, me distraio entre pensamentos de saudades e a vontade de correr pra longe. O que é isso que estamos fazendo? O que estou fazendo a mim mesma?
Olhar pra longe me salva, evita te olhar e fingir que aceito teus defeitos, não aceito a algum tempo, não aceito mais suas manias, não me descem mais, seu vicio com coisas futéis, não isso não é pra mim. E ao te olhar vejo um menino, totalmente despreparado para qualquer que seja o assunto, principalmente, despreparado para estar ao meu lado. Não me imagino sem você, porém não lhe vejo mais em meu futuro. Você diz incansavelmente que eu estou em seu destino e em seu futuro, então venha cá meu amigo, escute, para colhermos um bom futuro é necessário plantarmos hoje boas coisas. Você é como terremoto em forma de paixão.
Vou inventar outras mentiras a mim mesma, vou mentir que te esqueci, e gritar algo para que todos saibam. Vai doer, muito. Vai ser dificil, mas é hora de inventar uma mentira que me traga boas coisas no futuro. É isso. Vou mentir. Finjir que tenho novos planos e que está fácil recomeçar. Vai tomar minhas noites, minha paz, meus sorrisos falsos continuaram aqui, hora ou outra cairam lágrimas, mas que caiam, vou mentir pra mim mesma que elas não estão ali e ninguém jamais saberá, muito menos você. Vou dar uma basta nesta solidão a dois. Viro a página, folha em branco, tanto frente como verso, limpida, não vou escrever nada ainda, nem rabiscar, vou esperar para contar a verdade nesta, isso, ela será a premiada na hora certa. É chegada a hora, nem que o mundo se acabe, hoje eu quero te esquecer, bye bye menino.

Vanessa Ribeiro
1 compartilhamento

Pegue suas coisas e saia, vá embora, suma. Me dá um tempo coração, preciso me recompor, ele se foi e agora vão restar mais dúvidas, saudades e lágrimas, mas finalmente ele se foi! Me dá um tempo coração, preciso respirar, parar de soluçar. Preciso renovar, me apoiar, esquecer.
Me dá um tempo, necessito de ar. Necessito de amor próprio, necessito de ego.
Me dá auto-controle por favor?
Orgulho cadê você?
Sumiram todos, você foi tirando de mim, um a um. Vida, tempo, paciência,... Cada sentimento que eu poderia ter usado contra ti desde o príncipio, você pegou! Pegou não, você roubou só pode, sempre tem seus teatros, suas crises, suas dúvidas, suas inconsequências e nunca pensou em mim, nos meus sentimentos, então, por favor, não me pessa para fazer algo por você, para pensar em você ou em seus sentimentos, se é que você tem algum, ora bolas, suma vez, saia daqui, sai de perto, a raiva está vindo, fico mais consciente, saia logo.
E lá vem a maldita saudade, haja paciência, o quê você quer sua anta? Saudade de que? Eu não mereço isso, mereço algo melhor, então vá embora sua falsa saudade.
E lá vem as lágrimas, podem cair a vontade, caem tanto de raiva como ao se recordarem de coisas boas, podem cair, isso, caiam exageradamente, mas parem daqui a pouco e já podem ir. Você me fazem bem, vem com dor e raiva, mas me fazem bem. Se esparramam e vão embora pouco a pouco, dia após dia.
Nem adianta bater na porta dona tentação, não vou ligar muito menos atender, as mensagens serão excluidas e não serão respondidas. Nem adianta vir. Pode você também pegar suas malas e cair fora junto com o tranqueira.
Aaaa sim , esta é muito bem-vinda por aqui, pode entrar e se aconchegar, morar se quizer dona festeira. Vire uma lombriga dentro de mim, fique por um bom tempo. Até eu realmente me apoiar em outro alguém.
Venha sol, traga meus sorrisos, eles serão bem recebidos, estarão novamente em casa. Eu preciso deles, não, eu quero os da pratileira de cima, os sinceros, ese fajutos eu já cansei. Preciso dos bonitos e brilhantes, ajudaram a dona festeira.
Espero que me valham as visitas boas e que as ruins parem de aparecer.
Que as lágrimas diárias comecem a secar rapidamente e não tenham mais forças para cair.
Que a ausência, a saudade, as lembranças e tudo mais que me leve até você, fique no passado, exatamente lá onde devem estar, PASSADO!
Que você não possa mais influenciar minha vida, tomar minha decisões ou escolher meus rumos, de agora em diante eu farei isso. Fique longe e faça um bom esforço para que eu nem escute mais seu nome. Sua vida agora não me interessa e a minha interessa a todos que quizerem. Vou me divertir, sorrir, procurar um novo amor! Me sentir bem e principalmente, me sentir verdadeiramente amada. Por que as vezes eu só preciso de alguém para me apoiar e ter forças para continuar.
Ei coração, enquanto não chego lá. me dê um tempo, eu preciso viver!
Um brinde á nova EU!

Vanessa Ribeiro
3 compartilhamentos

Plena noite de sábado, estou na balada, com o copo na mão, observando e pensando...
Pensando em cada detalhe teu, me desligo,....
Se eu fosse eu escrever um livro da nossa história nos primeiros capítulos todas as mulheres cairiam de vontade para ter um homem como este, depois os leitores iam cair em muitas lágrimas junto com os personagems (eu e você), depois voltariam a rir, comemorar e achar que aquele era o final perfeito para mais uma hitória de amor, mais páginas a frente descubririam que não estavam nem na metade, e com mais um vacilo iam querer tacar o livro no fogo, ao desistirem do fogo, iriam ler mais algumas páginas e já cansadas de tantos altos e baixos chegariam a conclusão que não era um livro bom de se continuar lendo e por fim o colocariam em uma patrileira qualquer para um dia em que estivessem com mais paciência terminar de lê-lo!
Percebo que tenho medo de me entregar nesse amor e assumir novamente para o mundo que você é tudo na minha vida.
Você não é, mas colocamos em nosso inconsciente que sim.
Tenho medo de acordar e não te tê-lo mais. Te devolver para o mundo. Começar a viver sozinha e fazer uma nova história.
Caminhar novos caminhos. Se entregar em novas oportunidades. É o que tento mostrar as pessoas no meu dia-a-dia, mostrar que não dou a mínima para cada passo seu e que as noitadas me fazem te esquecer. Não, não fazem. Nem a bebida é capaz de me transportar para um outro lugar. Nem a música alta me distrai do pensamento que só quér ir de encontro ao teu...
Ao mesmo tempo que em cada rua eu procurava rostos novos que me fizessem esquecer cada traço do teu rosto, procurei o teu entre todos estes.
Procurei teus beijos em outras bocas, não achei.
Procurei sorrisos tão lindos como o teu, não foi possível!
Passam-se dias, ninguém percebe, sou tua.
Vejo por várias vezes nossas fotos, cartas, declarações e nada daquilo faz sentido. Nada hoje faz sentido. Não faz sentido não estar contigo. Escuto as músicas e todas elas só me trazem um nome à cabeça.
Procuro me distrair, escrever, escrever,... Escrever sobre o quê? Vamos pense em um novo tema. Não consigo, todos os temas vão em direção a você.
Vamos então menino, acorde, veja que eu te amo.
Eu estou aqui, será que é capaz de enchegar todo o amor que carrego?
Será capaz de suprir toda essa vontade de estar junto?
Será capaz de me fazer realmente feliz, sem dúvidas, brigas ou ciúmes?
Será capaz de esquecer todo o passado? Eu não!
Eu vou fingir que passou, mas ainda está aqui, cada lágrima que eu segurei, cada desaforo que guardei, cada detalhe que deixei passar. Está tudo aqui, comigo, carregados e querendo explodir.
Quero que fique longe, e ao mesmo tempo lhe quero aqui do meu lado.
Desejo lhe bater e chingar, mas logo quero apenas beijos e abraços.
Quero viver para sempre ao teu lado, concretizar e provar a todos que fomos fortes o bastante, e ao mesmo tempo, quero viver, longe de você e provar a mim mesma que suporto tudo isso.
Ficar ao teu lado, aguentar tudo, te amar loucamente e exageramente, aceitar os erros e esquecer tudo,...para tê-lo apenas por mais uma noite, sem que existisse passado, eu faria!
Acordei, e toda esta vontade continua aqui.
Cansei de forjar situações, cansei de aceitar desde os vacilos até os perdões, cansei de entregar meu amor e achar que você fosse sincero ao procurar o teu.
Decido continuar a enganar todos, ouvir músicas altas,provocar, beber, procurar, olhar, sorrir, beijar, dançar,...
Decidi chorar escondida, e decido, por fim, parar com essa mania que é você, um vício!
Cansei, estou indo embora, sei que é amor, mas sei que acabou.

Vanessa Ribeiro
2 compartilhamentos

Muita gente vive em busca do amor perfeito. Procurando aquele amor a primeira vista, aquele mais divertido, quem se encaixe em seus padrões, alto, baixo, moreno, loiro, divertindo, mais tranquilo, baladeiro ou o mais caseiro. Encontram pessoas que seguem apenas um dos requisitos para ser o pretendende, encontramos pessoas totalmente opostas do que buscamos e aceitamos, aceitamos não, nos apaixonamos.
Deixamos de lado tudo aquilo que buscávamos e nos sentimos confortáveis com o novo futuro que nos aguarda. E ai os requisitos passam a ser meras idéias e vontades.
Passa-se um tempo começa a se exigir tudo aquilo novamente, cobramos, entimamos, brigamos,... E para piorar exigimos que a pessoa mude. Estamos sempre querendo. Apareceram os príncipes encantados, mas nunca nos damos por satisfeitas, sempre exigindo mais, e não apenas as mulheres, TODOS!
Me pergunto por vezes, o que realmente queremos ou buscamos em alguém? Quais são as características que chamam a atenção em ambos e que acabam desencadeando relacionamentos? - claro, tirando as pessoas que procuram carros, dinheiro, e bla blá blá - Oque nós realmente queremos? E o que nos faz mudar de idéia e esquecer todos as formas obrigatórias?
Não encontrar a pessoa certa não quér dizer que ela não tenha passado por você. Alguns sabem fazer o ruim virar eterno, passam por cima de tudo, enfrentam todos os problemas, e criam o tão sonhado 'PARA SEMPRE'. Outros desistem facilmente, esquecem e partem em busca da perfeição, quando, aquele que achava ser não era..! E aí fica minha dúvida, quantos perfeitos essas pessoas terão que achar para saber realmente qual é..digamos..original? hahaha
Chego então a conclusão que não existem amores perfeitos e sim amores possíveis.
Possível de conviver, possíveis de aceitar defeitos, possíveis de aceitar.
E ai nos perdemos em ilusões afetivas e intimidades. O momento em que cada se auto-proporciona vinvenciar momentos de ilusão, sorrisos, deixando que o tempo mostre-nos o que realmente temos ao nosso lado. O que realmente será o futuro. Deixando tudo nas mãos do nosso coração, quando quem comanda de verdade é nosso cérebro! E a culpa sempre cai pro coração, culpem o bendito CÉREBRO!

Vanessa Ribeiro
2 compartilhamentos

Péssima Mania
Quem nunca foi a uma entrevista e se deparou com pessoas dizendo que seu maior defeito é a ansiedade? Aliás, quem nunca disse isto? Eu mesma já o fiz, resposta mais frequente entre mulheres.
Entrevistador: -Então, o que você qualifica como seu maior defeito?
Fulana entrevistada: -Aa (aquela pausa e uma olhada rápida para o alto como se não fosse uma resposta decorada), eu sou muito ansiosa, tenho mania de querer resolver problemas rapidamente e não deixar nada para depois.
Bem, eu tenho outra visão sobre pessoas ansiosas, e se eu fosse a entrevistadora, já descartava esses tipos.
Para ser mais exata, o que foi respondido em meu exemplo é apenas um resumo de...
Fulana: -Eu sou muito ansiosa, não consigo esperar que as coisas aconteçam, tenho pressa para que o amanhã seja hoje, tenho um namorado complicado e quando brigamos eu fico com o celular na mão, esperando desesperadamente que ele ligue, e caso ele não ligue dentro de 2horas eu mesma me mostro uma pessoa de iniciativa e resolvo ligar, choro, o culpo e me desculpo, desligo o telefone com ar de 'tarefa cumprida', e para me certificar de que o trabalho foi bem feito, mando milhões de mensagens com muitos 'eu te amo meu amor, você é tudo,...' ligo para dar boa noite e bom dia até senti que está tudo bem e ai sim me dou por satisfeita e volto a ser indiferente. E esta é a forma de resolver os problemas ansiosamente.
Ou então para as solteiras, numa sexta a noite, tristes, sabendo ou imaginando que seu ex está com outra e não te quér mais a resposta seria mais ou menos assim...
Fulana: -Eu sou muito ansiosa e tenho problemas para aceitar certas coisas, sofro tudo antes do tempo e na maioria das vezes eu adivinho, principalmente eu sentia a um tempo que meu namorado ia terminar comigo, e o melhor remédio é ligar para a amiga mais doida na sexta a noite, pegar a balada mais doida ainda, beber até fica locona, beijar quem dér vontade, claro por que eu acho necessário me dar bem com todos, tirar fotos com todos os homens possíveis dentro deste ambiente, por que é sempre bom ter todos os arquivos e ai no dia seguinte, colocar todas as fotos no orkut, com álbum desbloqueado, twittar várias vezes dizendo que a balada foi muito fera e fazer de tudo para que isto chegue aos olhos ou ouvidos do bendito ex. E esta também é uma forma rápida de se resolver problemas.
São inúmeras as nossas formas ansiosas de resolver problemas amorosos. Fazer o quê, somos mulheres.
E muitas irão questionar, rir e debochar do que escrevi, e negar que façam isso, a maioria vai negar, mas muitas, grande parte, já fez isto em algum momento, mesmo que timidamente.
Então, por favor mulheres, vamos nas próximas entrevistas responder que nosso maior defeito são os homens existentes em nossas vidas, afinal, eles ocasionam os desastres e nossa fatal ansiedade.
P.S.: Espero que nenhuma mulher se sinta ofendida pelo o que escrevi, e sejam menos feministas e mais realistas, por que quase todas já tivemos estas fases.

Vanessa Ribeiro
1 compartilhamento

É demais eu esperar que você mude.
É demais esperar que ligue ou mande uma mensagem.
É demais ainda querer encontrar verdade nos teus olhos, nas tuas palavras.
Será demais amanhã esperar que você ligue para dar bom dia.
E é demais achar que nossas vidas ainda se encaixam.
Eu não sou a mulher da sua vida. Eu sou o costume dela.
Alguém que você procura quando quér, diz 'te amo' quando quér, beija quando deseja... Apenas mais alguém ou alguma!
Eu sinto, os teus sentimentos já não são mais os mesmos. Já não suprem a necessidade dos meus.
Mas eu queria te amar um pouco menos, te desejar um pouco menos, depende um pouco menos de nós.
Eu já não suporto mais fingir que acredito nisso, fingir que chegará a algum lugar. É pura ilusão, é pura mentira. É querer apanhar a cada dia mais. Deixar sequelas no coração. Até onde vou me marcar?
Até onde você vai me marcar?
Estou farta, quero coragem para colocar um ponto final.
Então obrigada por nada!
Tem tantos sentimentos indo e vindo neste momento, mas por hora eu só quero que você simplesmente SUMA!

Vanessa Rbeiro
1 compartilhamento

Cheguei em casa e já se acabou mais um dia, ao tirar os sapatos agradeço por olhar o relógio e já passarem da 00:00.
A vontade é de apagar todas as luzes, me jogar no sofá, agarrar uma almofada e chorar. E numa súbita raiva eu quero sumir. Esquecer.
Esquece que você existe. Esquecer que um dia já existiu 'nós'.
As mentiras continuam e as desculpas, mesmo verdadeiras, eu já não faço questão de aceitar.
Eu ainda não sei o que se passa dentro de mim, amor e ódio, felicidade e infelicidade, lembranças e indiferença,...
Eu conheci alguém que me fazia feliz, alguém com que eu podia confiar, alguém que me contava tudo e com quem eu podia contar. Hoje é mais provável que eu converse sozinha.
Hoje conheço alguém que não reconhece minhas mudanças, meus desapegos, meus sacrifícios, minhas dores,...
Alguém que me prova de ser eu mesma.
Eu quero acordar e ter coragem para não te ligar e se você fizer o mesmo, ter coragem para seguir minha vida. E daqui a um tempo me auto-reconhecer novamente; brincar e sorrir a toa; sair e me divertir; e no final olhar para o passado e não te enxergar lá. Não, não quero que você esteja nem no passado. Quero que você simplesmente não exista. Quero que não seja real. E finalmente conseguir sorrir, bem longe de você.!

Vanessa Rbeiro
1 compartilhamento