Coleção pessoal de mylena15

1 - 20 do total de 107 pensamentos na coleção de mylena15

Me entende, eu não quis, eu não quero, eu sofro, eu tenho medo, me dá a tua mão, entende, por favor. Eu tenho medo, merda! Ontem chorei. Por tudo que fomos. Por tudo o que não conseguimos ser. Por tudo que se perdeu. Por termos nos perdido. Pelo que queríamos que fosse e não foi. Pela renúncia. Por valores não dados. Por erros cometidos. Acertos não comemorados. Palavras dissipadas. Versos brancos. Chorei pela guerra cotidiana. Pelas tentativas de sobrevivência. Pelos apelos de paz não atendidos. Pelo amor derramado. Pelo amor ofendido e aprisionado. Pelo amor perdido. Pelo respeito empoeirado em cima da estante. Pelo carinho esquecido junto das cartas envelhecidas no guarda-roupa. Pelos sonhos desafinados, estremecidos e adiados. Pela culpa. Toda a culpa. Minha. Sua. Nossa culpa. Por tudo que foi e voou. E não volta mais, pois que hoje é já outro dia. Chorei. Apronto agora os meus pés na estrada. Ponho-me a caminhar sob sol e vento. Vou ali ser feliz e já volto.

Caio Fernando Abreu
475 compartilhamentos

E eis que em breve nos separaremos

E a verdade espantada é que eu sempre estive só de ti e não sabia

Eu agora sei, eu sou só

Eu e minha liberdade que não sei usar

Mas, eu assumo a minha solidão

Sou só, e tenho que viver uma certa glória íntima e silenciosa

Guardo teu nome em segredo

Preciso de segredos para viver

E eis que depois de uma tarde de quem sou eu

E de acordar a uma hora da madrugada em desespero

Eis que as três horas da madrugada, acordei e me encontrei

Fui ao encontro de mim, calma, alegre, plenitude sem fulminação

Simplesmente eu sou eu, e você é você

É lindo, é vasto, vai durar

Eu não sei muito bem o que vou fazer em seguida

Mas, por enquanto, olha pra mim e me ama

Não, tu olhas pra ti e te amas

É o que está certo

Eu sou antes, eu sou quase, eu sou nunca

E tudo isso ganhei ao deixar de te amar

Escuta! Eu te deixo ser… Deixa-me ser!

Clarice Lispector
490 compartilhamentos

Estranho dizer, mas a minha melhor parte é aquilo que não sei. Então, antes de vir, não me pergunte quem sou, ou como amo. Sou um mistério para mim. Me desvende, me faça não ter onde me esconder, descubra o amor que há aqui dentro, só não me deixe saber disso. Minta para mim, não me deixe enxergar que estou amando, assim, amo como ninguém

Fred.

Já gastámos as palavras pela rua, meu amor,
e o que nos ficou não chega
para afastar o frio de quatro paredes.
Gastámos tudo menos o silêncio.
Gastámos os olhos com o sal das lágrimas,
gastámos as mãos à força de as apertarmos,
gastámos o relógio e as pedras das esquinas
em esperas inúteis.

Meto as mãos nas algibeiras e não encontro nada.
Antigamente tínhamos tanto para dar um ao outro;
era como se todas as coisas fossem minhas:
quanto mais te dava mais tinha para te dar.
Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes.
E eu acreditava.
Acreditava,
porque ao teu lado
todas as coisas eram possíveis.

Mas isso era no tempo dos segredos,
era no tempo em que o teu corpo era um aquário,
era no tempo em que os meus olhos
eram realmente peixes verdes.
Hoje são apenas os meus olhos.
É pouco mas é verdade,
uns olhos como todos os outros.

Já gastámos as palavras.
Quando agora digo: meu amor,
já não se passa absolutamente nada.
E no entanto, antes das palavras gastas,
tenho a certeza
de que todas as coisas estremeciam
só de murmurar o teu nome
no silêncio do meu coração.

Não temos já nada para dar.
Dentro de ti
não há nada que me peça água.
O passado é inútil como um trapo.
E já te disse: as palavras estão gastas.

Adeus.

Eugénio de Andrade
1.1 mil compartilhamentos

POEMA EM LINHA RETA

Nunca conheci quem tivesse levado porrada.
Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

E eu, tantas vezes reles, tantas vezes porco, tantas vezes vil,
Eu tantas vezes irrespondivelmente parasita,
Indesculpavelmente sujo,
Eu, que tantas vezes não tenho tido paciência para tomar banho,
Eu, que tantas vezes tenho sido ridículo, absurdo,
Que tenho enrolado os pés publicamente nos tapetes das etiquetas,
Que tenho sido grotesco, mesquinho, submisso e arrogante,
Que tenho sofrido enxovalhos e calado,
Que quando não tenho calado, tenho sido mais ridículo ainda;
Eu, que tenho sido cômico às criadas de hotel,
Eu, que tenho sentido o piscar de olhos dos moços de fretes,
Eu, que tenho feito vergonhas financeiras, pedido emprestado sem pagar,
Eu, que, quando a hora do soco surgiu, me tenho agachado
Para fora da possibilidade do soco;
Eu, que tenho sofrido a angústia das pequenas coisas ridículas,
Eu verifico que não tenho par nisto tudo neste mundo.

Toda a gente que eu conheço e que fala comigo
Nunca teve um ato ridículo, nunca sofreu enxovalho,
Nunca foi senão príncipe - todos eles príncipes - na vida...

Quem me dera ouvir de alguém a voz humana
Que confessasse não um pecado, mas uma infâmia;
Que contasse, não uma violência, mas uma cobardia!
Não, são todos o Ideal, se os oiço e me falam.
Quem há neste largo mundo que me confesse que uma vez foi vil?
Ó príncipes, meus irmãos,

Arre, estou farto de semideuses!
Onde é que há gente no mundo?

Então sou só eu que é vil e errôneo nesta terra?

Poderão as mulheres não os terem amado,
Podem ter sido traídos - mas ridículos nunca!
E eu, que tenho sido ridículo sem ter sido traído,
Como posso eu falar com os meus superiores sem titubear?
Eu, que venho sido vil, literalmente vil,
Vil no sentido mesquinho e infame da vileza.

Fernando Pessoa
3.7 mil compartilhamentos

O Menino Que Carregava Água Na Peneira

Tenho um livro sobre águas e meninos.
Gostei mais de um menino
que carregava água na peneira.

A mãe disse que carregar água na peneira
era o mesmo que roubar um vento e sair
correndo com ele para mostrar aos irmãos.

A mãe disse que era o mesmo que
catar espinhos na água
O mesmo que criar peixes no bolso.

O menino era ligado em despropósitos.
Quis montar os alicerces de uma casa sobre orvalhos.
A mãe reparou que o menino
gostava mais do vazio
do que do cheio.
Falava que os vazios são maiores
e até infinitos.

Com o tempo aquele menino
que era cismado e esquisito
porque gostava de carregar água na peneira

Com o tempo descobriu que escrever seria
o mesmo que carregar água na peneira.

No escrever o menino viu
que era capaz de ser
noviça, monge ou mendigo
ao mesmo tempo.

O menino aprendeu a usar as palavras.
Viu que podia fazer peraltagens com as palavras.
E começou a fazer peraltagens.

Foi capaz de interromper o vôo de um pássaro
botando ponto final na frase.

Foi capaz de modificar a tarde botando uma chuva nela.

O menino fazia prodígios.
Até fez uma pedra dar flor!
A mãe reparava o menino com ternura.

A mãe falou:
Meu filho você vai ser poeta.
Você vai carregar água na peneira a vida toda.

Você vai encher os
vazios com as suas
peraltagens
e algumas pessoas
vão te amar por seus
despropósitos.

Manoel de Barros
439 compartilhamentos

METADE

Que a força do medo que tenho
Não me impeça de ver o que anseio;
Que a morte de tudo em que acredito
Não me tape os ouvidos e a boca;
Porque metade de mim é o que eu grito,
Mas a outra metade é silêncio...

Que a música que eu ouço ao longe
Seja linda, ainda que tristeza;
Que a mulher que eu amo seja pra sempre amada
Mesmo que distante;
Porque metade de mim é partida
Mas a outra metade é saudade...

Que as palavras que eu falo
Não sejam ouvidas como prece
E nem repetidas com fervor,
Apenas respeitadas como a única coisa que resta
A um homem inundado de sentimentos;
Porque metade de mim é o que ouço
Mas a outra metade é o que calo...

Que essa minha vontade de ir embora
Se transforme na calma e na paz que eu mereço;
E que essa tensão que me corrói por dentro
Seja um dia recompensada;
Porque metade de mim é o que penso
Mas a outra metade é um vulcão...

Que o medo da solidão se afaste
E que o convívio comigo mesmo
Se torne ao menos suportável;
Que o espelho reflita em meu rosto
Um doce sorriso que me lembro ter dado na infância;
Porque metade de mim é a lembrança do que fui,
A outra metade eu não sei...

Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
para me fazer aquietar o espírito
E que o teu silêncio me fale cada vez mais;
Porque metade de mim é abrigo
Mas a outra metade é cansaço...

Que a arte nos aponte uma resposta
Mesmo que ela não saiba
E que ninguém a tente complicar
Porque é preciso simplicidade para fazê-la florescer;
Porque metade de mim é platéia
E a outra metade é canção...

E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
E a outra metade... também.

Oswaldo Montenegro
9.2 mil compartilhamentos

Enjoey the ride ,love the ending :)

foto

Quando a gente quer muito uma pessoa, a gente se engana. A gente tenta encaixar aquele outro ser humano em posições que nunca foram dele. A gente clama ao universo para um sim em algo que já começou destinado ao não. A gente quer, e a gente bate o pé e faz pirraça feito criança para conseguir. Mas um dia a gente percebe que amor tem que ser uma via de mão dupla. Amor tem que ser fácil, tem que ser bom, tem que ser complemento, tem que ser ajuda. Amor que é luta é ego. Amor que rebaixa é dor. E então a gente aprende que amor que não é amor, não encaixa, não orna, não serve.

Marina Barbieri

Eu não quero te dizer que tenho saudades dos nossos dias, dos nossos sorrisos quando eramos um só, muito menos das noites que dormíamos chateados um com o outro, ou das noites que dormíamos bem. Eu quero te dizer que sinceramente eu não vou te esquecer e sei que você não vai me esquecer também. Quero te dizer, do fundo do meu coração, que amor não morre como eu achava que morria, não some e nem acaba como achávamos e contávamos pra qualquer pessoa que perguntasse por nós. Eu sei que nossa história acabou, sabe? Eu sei que a melhor coisa a ser feita foi desistir da gente, desistir de machucar, desistir de passar na cara, desistir de tentar organizar a bagunça que fizemos em nós. Eu sei que foi preciso desistir de continuar jogando porque o amor nunca foi um jogo e só aprendemos isso quando chegamos ao xeque-mate e ficamos sem razão pra continuar. Eu sei que o nosso relacionamento – que virou campo de guerra – chegou ao fim e que agora entramos em batalha com nós mesmos pra tentar esquecer o que vivemos. Mas eu quero te dizer, com toda certeza do mundo, que o amor não se acaba. O amor se eterniza. A gente tenta abstrair, mas esquecimento nenhum será suficiente pra negar nossa história. O que foi vivido continua pra ser relembrado e o amor se torna grandes lembranças.

Eu quero te pedir desculpas por te dizer várias vezes que acabou quando você me ligou tentando me convidar pra ir ao cinema. Quero te pedir desculpas por dizer pros seus pais que acabou quando fui pegar algumas peças de roupas que deixei aí. Quero te pedir desculpas por dizer que acabou quando você bateu em minha porta e com um sorriso desenhado no rosto me chamou pra dar uma volta. Quero te pedir desculpas por dizer que acabou quando o seu amigo me ligou dizendo que você estava pedindo desculpas mas que não teve coragem pra falar comigo porque eu diria que acabou e ponto. Quero te pedir desculpas por dizer que acabou quando me pegou de surpresa, buzinou na frente da minha casa me chamando pra ir ao show do Nando Reis. Quero te pedir desculpas por dizer que acabou quando você escreveu no asfalto da rua da minha casa de frente pra janela do meu quarto: volta pra mim. Quero te pedir desculpas porque não voltei pros teus braços, nem me permitir entrar novamente na tua vida, mas quero te dizer que foi melhor assim, foi melhor ter tirado minhas expectativas de nós, foi melhor ter recolhido meus sonhos pra você, ter colocado nossos planos no bolso e ter partido. Foi melhor sair sem bater a porta pra você não se assustar, apesar de que viver sem você me assusta um pouco. E desculpas se a minha partida foi tão calma que te deixou na dúvida se eu voltaria. Mas tá aqui, essa carta não é pra dizer que acabou, é pra dizer que coloquei um fim nisso porque aquele você que eu queria pra mim tinha partido em uma viagem sem volta pra Marte. Essa carta não é pra te dizer que voltarei, é pra dizer que estarei com você, só que agora sem beijos, abraços e vida. Estarei sempre com você, só que agora sem fotografias, sem compartilhar sorrisos juntos na linha do tempo do Facebook, sem te ligar a qualquer hora pra dizer que estou com saudade. Estarei com você dentro dos teus pensamentos e acompanhado de lembranças boas. Esta carta é pra te dizer que você sempre estará comigo também, e fique tranquilo, levei o suficiente de você pra me alimentar durante toda a vida e deixei o máximo de mim contigo pro'cê não passar fome nem mendigar sentimentos quando encontrar um novo amor.

Eu quero te dizer que não guardo ódio de ti, que deixei de escrever indiretas em meus status, que parei de dar você como exemplo de ma tragédia amorosa. Quero te pedir desculpas pelo medo que criei dos outros graças a você, quero te pedir desculpas por ter passado tanto tempo tentando te culpar só porque não consegui aceitar o nosso fim. E quero te pedir desculpas por lembrar só do que convém pra te culpar quando percebo que não mais te tenho. Eu não quero te culpar por nenhum episódio, por nenhuma página rasurada tampouco dizer que continuo sendo o personagem ingênuo disso tudo. Eu não quero dizer que estou bem pra te fazer se sentir mal. Eu não quero falar das minhas conquistas e da minha vida depois que você saiu. Eu quero te pedir desculpas por ter desejado que você ficasse doente nos finais de semana, por ter desejado que você tivesse dor de dente, por ter desejado que o péssimo astral do teu horóscopo se realizasse, que o pneu do teu carro furasse e que você se atrasasse no primeiro encontro. Não quero te acusar de nada, nem mandar você pro quinto dos infernos, muito menos te pedir pra voltar. Só quero saber se você está bem, se continua passando horas jogando no PC, se ainda bebe água na boca da garrafa ou se ainda esquece de desligar a TV. Só quero saber se você vai bem, se mudou de emprego, se ainda tem sossego ou se contou os meus segredos pra alguém. Quero saber se você trocou o vidro meio solto da janela, se ainda conversa balela ou se já provou pão com Nutella. Quero te dizer que eu andei mal, mas sarei. Que eu quis te ligar, mas me ajuizei. Que quis te chamar pra dormir aqui, mas abdiquei esses meus desejos bobos. Quero te dizer que pensei em voltar, mas foi melhor adiar. Não vim te atacar nem desejar mal a sua paquera. Não quero fazer guerra nem dizer que você não serve pra ela. Não vim te alfinetar nem dizer que você é desajeitado com o amor. Também não quero te convidar pra sair, nem te propor uma grande amizade, que se mude pra outra cidade, muito menos tramar alguma crueldade.

Quero te pedir desculpas por dizer que acabou quando você me enviou uma mensagem pedindo perdão, quando ligou pros meus pais pedindo ajuda, quando disse pra mim que estava sem chão. Quero te dizer que não vim cobrar, fazer jogo do azar nem te assombrar. Quero te desejar boa sorte, quero te dizer que sarei e sou forte, porque sei que o que passou já se foi pro norte. Quero te deixar um beijo porque lembro do seu jeito e sei que receberá sem rancor. Quero te deixar um abraço, porque lembro do nosso bom compasso e quero te dizer também que nada foi um fracasso. Quero te perdoar e te pedir perdão, porque não quero cansaço nem confusão. Quero te dizer que vou erguer a bandeira branca, te pedir pra ficar em paz, pra me deixar ser capaz e parar de dizer que você não tem talento pra amar de novo. Quero te pedir pra deixar pra trás o que passou, te propor aperto de mãos e conciliar um acordo sobre tudo que embaçou. Quero te pedir pra pôr um fim, te dizer mais uma vez que amor não se acaba e que, apesar da distância, somos exemplos disso.

Iandê Albuquerque
13 compartilhamentos

Pega da vida tudo o que ela te der, seja o que for, sempre que te interesse e possa dar certo.

Diego Rivera
213 compartilhamentos

Não preciso de modelos
Não preciso de heróis
Eu tenho meus amigos.

Renato Russo
3.7 mil compartilhamentos

“Se te fizer bem, vai! Só não olha pra trás, se olhar, vou te pedir pra voltar.”

Soulstripper.

Cazuza disse: “Nunca cometa o mesmo erro duas vezes. A não ser que tenha sido bom.”.


Então deve ser por isso que eu vivo insistindo em nós.

Cazuza
11 compartilhamentos

"Nunca me conformei com o fim de nada. Por mais que eu sentisse que era a hora. Por mais que eu quisesse ou precisasse me livrar das coisas. O “acabou” sempre chega ou chegou como se eu jamais tivesse parado pra pensar nele. Cruel, terrível e doloroso além de mim."
Tati Bernardi

Tati Bernardi

A gente é certo um pro outro, mas é errado pra ficar junto. A gente não se merece, não combina. Mas, sei lá, não parece certo ficar separado. Do mesmo jeito que parece totalmente errado ficar junto. Tem tudo pra dar certo. Mas é que a gente só sabe fazer dar errado.

Robin and Stubb

Esquece o que eu não disse, repete o que eu nunca ouvi. Porque o silêncio sempre falou mais alto entre nós dois.

Dani Lusa

"Você precisa ter, acima de qualquer coisa, auto-confiança. Perca a hora, perca os sapatos, perca o ônibus, mas não perca a esperança em si mesmo. Duvide da pessoa que caminha ao seu lado, mas confie em você. Não deixe que o seu cérebro te sabote ou que o seu coração te passe a perna. Talvez, ao longo do tempo, você deixe de acreditar no amor, no felizes para sempre e no papai noel. Se desiluda do mundo perfeito, mas não deixe que ele arranque a sua capacidade de criar um. Em primeiro lugar, seja mais você. Se olhe no espelho e ame aquilo que ele reflete. Aceite e admire os seus defeitos, eles o difere dos demais. Não perca a fé, não se abata, não desista da batalha tão fácil assim. O caminho é muito longo e possui muitas curvas, muitos altos e baixos pra você querer parar no meio dele. O sol nasce e morre todos os dias, portanto, esse não é o seu fim. Coloque a mão no fogo pela única pessoa que realmente vale a pena: você mesmo. Quando todos desacreditarem de você, acredite mesmo assim. Gaste a última gota de suor, o ultimo suspiro de esperança e o último fôlego que possuir, mas dê a volta por cima e mostre a todos que eles estavam enganados. O que você quer ter, você pode ter. O que você quer fazer, você pode fazer. Quem você quer ser, você pode ser. Basta querer e merecer."

Capitule.
1 compartilhamento

Vocês são o tipo de casal, que mesmo não estando juntos ainda serão um casal."

The O.C.

"Eu preciso disfarçar que não paro mais de rir, mas aí olho pra você e você também está sempre rindo. Se isso não for o motivo para a gente nascer, já não entendo mais nada desse mundo. Você me transformou no eufemismo de mim mesma, me fez sentir a menina com uma flor daquele poema, suavizou meu soco, amoleceu minha marcha e transformou minha dureza em dança. Você quebrou minhas pernas, me fez comprar um vestido novo, tirou as pedras da minha mão. Você diz que me quer com todas as minhas vírgulas, eu te quero como meu ponto final."

Tati Bernardi.