Coleção pessoal de mylena15

41 - 60 do total de 107 pensamentos na coleção de mylena15

O homem que não tem sentido na História, é como um homem que não tem ouvidos nem olhos.

Adolf Hitler
332 compartilhamentos

E você me olha com essa carinha banal de “me espera só mais um pouquinho”. Querendo me congelar enquanto você confere pela centésima vez se não tem mesmo nenhuma mulher melhor do que eu. E sempre volta. Volta porque pode até ter uma coxa mais dura. Pode até ter uma conta bancária mais recheada. Pode até ter alguma descolada que te deixe instigado. Mas não tem nenhuma melhor do que eu. Não tem. Porque, quando você está com medo da vida, é na minha mania de rir de tudo que você encontra forças. E, quando você está rindo de tudo, é na minha neurose que encontra um pouco de chão. E, quando precisa se sentir especial e amado, é pra mim que você liga. E, quando está longe de casa gosta de ouvir minha voz pra se sentir perto de você. E, quando pensa em alguém em algum momento de solidão, seja para chorar ou para ter algum pensamento mais safado, é em mim que você pensa. Eu sei de tudo. E eu passei os últimos anos escrevendo sobre como você era especial e como eu te amava e isso e aquilo. Mas chega disso.

Tati Bernardi
2 compartilhamentos

Nem sempre a minha boca consegue dizer para você o que quero, ainda bem que tenho dedos. Se o gênio da lâmpada aparecesse pra mim e dissesse que só posso fazer um pedido pra minha vida, presta atenção, seria esse: nunca me perder de você. Porque nem sempre eu sei pra onde ir, mas sempre, sempre mesmo sei pra onde eu quero voltar.

Clarissa Corrêa
213 compartilhamentos

Só que homossexualidade não existe, nunca existiu. Existe sexualidade - voltada para um objeto qualquer de desejo. Que pode ou não ter genitália igual, e isso é detalhe. Mas não determina maior ou menor grau de moral ou integridade.

Caio Fernando Abreu
872 compartilhamentos

Antes de nos termos encontrado, atravessava a vida sem sentido, sem razão. Sei que de alguma maneira, todos os passos que dei desde o momento em que comecei a andar eram passos dirigidos ao teu encontro. Estávamos destinados a encontrarmo-nos.

Garret Blake
118 compartilhamentos

Mesmo num amor de linhas tortas como o nosso, o fim parece um erro, como um ponto final no meio da frase.

Gabito Nunes
150 compartilhamentos

Fazia muito tempo que eu não tinha vontade de sorrir para nada nem para ninguém, então era extraordinário que ele conseguisse perturbar assim os cantos de meus lábios…

Caio Fernando Abreu
52 compartilhamentos

Eu me afasto e ele também, mas a gente sempre volta. A gente é igual cachorro quando se perde, sempre dá um jeito de voltar pra casa. E acho que ele é o meu lar e eu sou o lar dele. Ele me chama de neurótica, mas ultrapassa os limites dessa palavra. Ele é todo errado e eu sou o conserto dele. A gente é complicado, mas ainda é da gente.

Desconhecido

Já vi borboletas voarem faltando um pedaço da asa e rosas incríveis desabrocharem num copo com água. E é disso que me nutro pra acreditar que a meteorologia nem sempre está certa e que dias cinzentos podem ser prefácios de noites com Sol.

Marla de Queiroz
127 compartilhamentos

“Grande coisa. Você se apaixonou por uma pessoa, e daí? Não entende o que aconteceu? Esse cara tocou um lugar do seu coração mais fundo do que você pensava que era capaz de alcançar. Em outras palavras, você foi fisgada, menina. Mas esse amor que você sentiu foi só o começo. Isso é só o amor mortal, limitado, café com leite. Espere para ver como você é capaz de amar mais profundamente que isso. Você tem a capacidade de um dia amar o mundo inteiro. É o seu destino.”

Comer, rezar, amar

Do resto ninguém precisava saber. Quando falo de resto refiro-me ao que deu errado, ficou para trás, decepcionou, machucou… Falo das portas fechadas na cara, das pisadas no peito, tiradas maldosas de ar, ilusões da vida para nos dar uma rasteira. Falo daquilo que ninguém quer, mas que a gente faz o de sempre: passa por cima - ou finge que passa. E saí pela rua com a cara deslavada de quem é feliz. Ninguém, ninguém mesmo precisa saber do nosso esforço para tentar ser qualquer coisa além do que não deu certo.

Camila Costa

"Pois é, sei lá… Foi perdendo a graça, foi esfriando, sabe? A gente fica até surpreso como uma infinidade de momentos, de olhares, de palavras, foi se perdendo assim no tempo. Mas acabou, e hoje digo isso de uma forma que não dói, sem dá tempo pra lembranças boas ou ruins, acabou. E eu que achei que quando ti visse por aí na rua eu abaixaria a cabeça, hoje eu te olho nos olhos e não sinto nada, acho que isso é bom mas pra quem já foi tudo, hoje em dia ser quase que nada em sua vida é meio complicado. O erro não foi meu, nem ao menos seu, é que talvez nosso caminho devia ser esse mesmo, eu para um lado e você para outro."

-

Um suposto anjo.

"Na hora, eu quis perguntar se tinha algo a ver com outra pessoa, mas quando estão nos abandonando ninguém nunca menciona nome de terceiros, sempre dizem nada ter a ver com outras pessoas, como se não existisse mais ninguém na cidade. E três semanas depois já estão num relacionamento sério, segundo alguma rede social que você precisará suicidar seu perfil se quiser passar os dias como um cidadão com os batimentos cardíacos moderados e operacionais."

- Gabito Nunes

Gabito Nunes

Todos nós temos nossas máquinas do tempo. Algumas nos levam pra trás, são chamadas de memórias. Outras nos levam para frente, são chamadas sonhos.

Jeremy Irons
2 mil compartilhamentos

Tenho trabalhado tanto, mas sempre penso em você. Mais de tardezinha que de manhã, mais naqueles dias que parecem poeira assenta e com mais força quando a noite avança. Não são pensamentos escuros, embora noturnos… Sabe, eu me perguntava até que ponto você era aquilo que eu via em você ou apenas aquilo que eu queria ver em você. Eu queria saber até que ponto você não era apenas uma projeção daquilo que eu sentia, e se era assim, até quando eu conseguiria ver em você todas essas coisas que me fascinavam e que no fundo, sempre no fundo, talvez nem fossem suas, mas minhas, e pensava que amar era só conseguir ver, e desamar era não mais conseguir ver, entende? Eu quis tanto ser a tua paz, quis tanto que você fosse o meu encontro. Quis tanto dar, tanto receber. Quis precisar, sem exigências. E sem solicitações, aceitar o que me era dado. Sem ir além, compreende? Não queria pedir mais do que você tinha, assim como eu não daria mais do que dispunha, por limitação humana. Mas o que tinha, era seu. Mas se você tivesse ficado, teria sido diferente? Melhor interromper o processo em meio: quando se conhece o fim, quando se sabe que doerá muito mais — por que ir em frente? Não há sentido: melhor escapar deixando uma lembrança qualquer, lenço esquecido numa gaveta, camisa jogada na cadeira, uma fotografia — qualquer coisa que depois de muito tempo a gente possa olhar e sorrir, mesmo sem saber por quê. Melhor do que não sobrar nada, e que esse nada seja áspero como um tempo perdido. Tinha terminado, então. Porque a gente, alguma coisa dentro da gente, sempre sabe exatamente quando termina. Mas de tudo isso, me ficaram coisas tão boas. Uma lembrança boa de você, uma vontade de cuidar melhor de mim, de ser melhor para mim e para os outros. De não morrer, de não sufocar, de continuar sentindo encantamento por alguma outra pessoa que o futuro trará, porque sempre traz, e então não repetir nenhum comportamento. Ser novo. Mesmo que a gente se perca, não importa. Que tenha se transformado em passado antes de virar futuro. Mas que seja bom o que vier, para você, para mim. Te escrevo, enfim, me ocorre agora, porque nem você nem eu somos descartáveis. … E eu acho que é por isso que te escrevo, para cuidar de ti, para cuidar de mim – para não querer, violentamente não querer de maneira alguma ficar na sua memória, seu coração, sua cabeça, como uma sombra escura.

Caio Fernando Abreu
684 compartilhamentos

É impossível se despedir sem chorar. O caminhar em direção oposta de alguém com quem estamos habituados a dividir é sempre dolorido. Se é um caminhar seguro, rumo a outro continente, menos mal. Se é um caminhar amoroso, rumo a um futuro melhor, também. Mas nem sempre é assim. Há aquele caminhar vagaroso, de rumo ao incerto. Despedidas forçadas de quem não queria ir. Isso é um um tanto mais doloroso. Gente com quem dividimos a mesa, as gavetas, o café detestável, as lágrimas no banheiro e aquele almoço de sempre no quilo da esquina. Gente que muitas vezes entra em nossa vida sem ser chamado e promove uma verdadeira revolução. Gente que chega chegando e desperta um amor novo, fresco, que começa tímido de segunda à sexta e depois devora fins de semana, férias, drinques e afins.

A partida é dolorida e os dias pra quem fica, também. Todos sabemos que vai dar tudo certo, mas de momento, nos sentimos amputados, lá e cá. Estamos tristes, resignados. Trocamos receitas, sapatos, segredos. Dividimos o lanche, o telefone, as buchas, as gargalhadas e o coração. Por anos fomos quase um e nos vangloriamos disso. Fizemos inveja, porque, sim, era amor. É amor. E agora parte titubeante, num dia de chuva.

Lia Bock
1 compartilhamento

Está vendo a felicidade ali na frente? Não, você não está vendo, porque tem uma montanha de dor na frente. Continue andando. Você vai subir, vai sentir frio lá em cima, cansaço. Vai querer desistir, mas não vai desistir, porque você é forte e porque depois do topo a montanha começa a diminuir e o único jeito de deixá-la pra trás é continuar andando. Você vai ser feliz. Está vendo essa dor que agora samba no seu peito de salto de agulha? Você ainda vai olhá-la no fundo dos olhos e rir da cara dela. Juro que estou falando a verdade. Eu não minto. Vai passar.

Antônio Prata
28 compartilhamentos

“Se você recusou sua rotina, deixou de fazer aquilo que mais gostava em nome de alguém, torrou seus bens, abandonou os amigos e os prazeres mais fundamentais, isso não é amor, é paixão. A paixão é uma fatalidade , o amor é uma escolha. A paixão é egoísta, o amor é generoso. A paixão é renúncia, o amor adapta. A paixão é confinamento, o amor é abrigo.”

Fabrício Carpinejar.

Às vezes o destino parece cruel. Te separa da pessoa que você pensa ser tudo na sua vida. Mas apesar de cruel, duvidoso e infeliz, às vezes, o destino não erra. Uma história pra ser quase perfeita precisa ter curvas. E o relógio não pode soar sempre à meia-noite.

Gossip Girl
285 compartilhamentos

Às vezes temos amor suficiente para perdoar, mas não para continuar ao lado da pessoa. Se a convivência machuca, se as lembranças ainda estão frescas na memória e se o medo de que o erro se repita te paralisa, melhor seguir sozinha. Não vai dar certo.

( Jéssica Mendes )

Jéssica Mendes