Coleção pessoal de DiCello

1 - 20 do total de 143 pensamentos na coleção de DiCello

Chegarei em breve
as terras de Espanha
firmei meus pés lá
Caminhei em direção a alfândega
Pude sentir o clima frio
Me senti voltando para casa
Sim, como da primeira estada
ha pouco menos de 18 anos
Voltei alguns outros anos
vou sentir minha cidade
minha terra-mãe
(DiCello, 07/12/2018)

DiCello

Vou te escrever
A minha percepção
Aquele jeito de ver
Traduzo teu ser
Em simples palavras
Nas quais entorpeço
Ao ver a imagem
Linhas... detalhes
Tua silhueta
Me inspira a escrever
Vou ser franco
Teus encantos seduzem
Os meus olhares
Observo-te ao longe
Sempre, todas as vezes
Quando te encontro
Vejo a tu’alma
Um oceano de mistérios
Vejo nas profundezas
Deste teu radiante
Teu belo olhar
Poucos, até hoje
Conseguiram enxergar
Tatuada nas costas
Tens os sons dos ventos
Poucos conseguiram-te ouvir
Perceber teu chamado
A beleza que reside
Que esta instalada no coração
(06/12/2018)

DiCello
1 compartilhamento

Lembrei agora
quando te despi pela primeira vez
comecei pelos sapatos
depois abri o botão e o ziper
da tua calça jeans
Me deleitei ao ver as linhas
as curvas do teu corpo
Abri teu belo sutiã negro
com um bordado de rosas vermelha
E a calcinha, ela eu também tirei
Mergulhei de boca
e senti teu corpo reagir
num insano frenesi de prazer
Dedilhei tua mansidão
Teus detalhes e entalhes sedutores
sublimes foram as sensações
as mil eu uma vontades
Com cumplicidade te abracei
cravei meu ser em ti
E nos completamos loucamente
fizemos amor com volúpia
com loucura e prazer!
(DiCello, 12/11/2018)

DiCello
1 compartilhamento

Nosso segredo

Sim, mistériosos momentos
neste comecinho do mês de novembro
Nos achamos num site de relacionamentos
num instante muito nosso
Nossas almas e corpos trocaram sentimentos
tantas foram as sensações
Uma íncrível quimica tomou-nos
tornando-nos amigos, sabe... coloridos
Nossos íntimos segredos revelaram-se
desde a conversa no whatsapp
depois, enfim marcamos
Pois atingimos uma maturidade ímpar
que foi infinitamente salutar
Para vivermos este nosso segredo
os quais escrevo em prosa, em versos
rimas, num par perfeito

DiCello, 11112018
1 compartilhamento

O amor não é poesia abstrata. Ele não acaba no corpo de outra pessoa. Ele não acaba no próximo fim de semana. Ele não se encolhe no próximo semestre ou ano. É um processo doloroso de retomada de um coração, lar do teu amor dado para uma pessoa morar, usufruir das virtudes do amor e erros do humano. Ao qual você terá de solicitar a casa de volta. Arrumar. Limpar. E se Deus quiser quem sabe?

DESCONHECIDO

Aventuras

Viajar de mochila nas costas
com um pouco de tudo... mas nada absurdo
Gosto de conhecer cidades, novos lugares
ouvindo outros idiomas, interagindo
vivendo o dia daquela localidade
Viajar para mim é observar, é vivenciar
é mergulhar na história daquele lugar
muitos dos lugares que estive
fui para ver aquilo que aprendi
nos bancos escolares
Viajar é aprender... é absorver cultura
é promover mudanças no meu jeito de viver
assim caminho pelos lugares
onde aconteceu a história
Viajar é me entorpecer com as belezas
com a arte, a natureza... as construções
Sim, sentir a atmosfera daquele lugar ímpar
Viajar é para mim, poder viver
Fui a Portugal, a Espanha, ao Marrocos
estive em Igrejas seculares... em Castelos
em lugares impregnados de história
Caminhei por ruelas carregadas de mistérios
estive na Terra do Fogo, ao sul da Argentina
um belo lugar, colossal
em na cidade perdida dos Incas
Cusco ficou conhecida como o centro
o umbigo do mundo , símbolo da força
do poderio organizado sendo pré-colombiana
Recentemente fui á Montevidéo
capital oriental do Uruguai...
E assim, eu conto as minhas aventuras
Beleza rara e pura
(10/08/2018)

DiCello
1 compartilhamento
Tags: aventura viagem

O todo

é nele e com ele que desejo travar as batalhas
as lutas mais intensas... em vorazes sensações infames
delirantes desejos de cumplicidade salutar
O meu corpo deseja o teu, para unicamente amar
um ato puro e simples... em dias e noite de paz
apaixonado por ti, é assim que eu quero estar
(07/08/2018)

DiCello
1 compartilhamento

Retidão

Existe tempo para tudo
Tempos de solidão são para ajeitar
reorganizar as idéias
planejar os novos caminhos
O tempo passa devagar
basta-nos ter fé na alma e no coração
Entender que devemos faze-lo
é o primeiro passo para aceitação
O que fazer, devemos assimilar
que o silêncio nada mais é que trégua
para as atribulações da vida
Pessoas vão ao Tibet... vão a Índia
na busca desta introspecção
Sejamos monges... amemos a vida
saiamos desta vida de atribulações
Assim devemos estar
mas que tenhamos Deus no coração
Fé, amor e sublimação
Tenhamos a certeza que nada é acaso
é presente divino, mesmo que pareça punição
(09/08/2018)

DiCello
1 compartilhamento
Tags: silêncio retidão

Mais um dia de espera

A vida é feita pelo tempo
basta-nos saber usar ele corretamente
Os pessimistas vão dizer
que é menos um dia no calendário da vida
Aos otimistas vão reverenciar
todos os aprendizados de um novo dia
Dia após dia.... o relógio não volta
nem mesmo para, quando o coração pulsa
Ele é uma maquina vibrante
dando vida... energia aos nossos passos
neste atual caminhar
Quantos passos já demos
é inimaginável pensar
Sublime presente divino
neste mundo, cada universo é impar
(31/07/2018)

DiCello
1 compartilhamento

Onde eu moro... tem DNA

Tem praia... serra... campos
muita cultura européia... infinitas belezas
natureza exuberante... sublimes contornos
paisagens bem desenhadas
esculpidas pela mãe-natureza
Nasci, moro aqui neste rincão
chamado de Santa Catarina
onde suas belezas
elas simplesmente me inspiram
Me trazem a mente suas sutilezas
e até hoje mantém a essência
Arraigada ao povo
tem no seu DNA trabalho
e muitas certezas
(30/07/2018)

DiCello
1 compartilhamento
Tags: europeus cultura

Barra Velha

Caminhando pela praia....
nesta orla deste meus Estado
Sim, em Santa Catarina
onde o mar a seduz
serpenteando com suas linhas
linda beleza sublime
Barcos ao largo da baia
gaivotas e outras aves marinhas
na calmaria, rara beleza
As ondas se chocam
arremessam-se no costão
e nas branca areias
Um cheiro único de maresia
completam essa paisagem
Esse belo mosaico
da mãe-natureza
É um lugar belíssimo
fica bem situado
encrustrado ao norte
desta Bela e Santa
eterna Catarina
(30/07/2018)

DiCello
1 compartilhamento

De verso
... e alma
Eu escrevo poesia
para ti meu amor
És minha alegria
minha vida
aquela intensa
e delirante paixão
Tudo é belo em ti
As linhas e curvas
o teu olhar
aquele sorriso do coração
Tudo se torna poesia
ganha o tom certo
quando o poeta
se utiliza da sua amante
da sua musa
como principal inspiração
Suspiro bem fundo
sentindo desejos
a me deleitar
com tua mansidão
Escreverei-te poemas
poesias em paz
pela eternidade
de nossos seres
Vidas e vidas
com amor e paixão
(30/07/2018)

DiCello
1 compartilhamento

Dia do Escritor ( 25/07/2018)

Dedico a todos aos que escrevem
aos que traduzem seus sentimentos e sensações
tal qual como eu... como cada um de nós
Ser poeta, ser contista... ser humano
ser artista das letras.... escrevendo com alma
traduzindo seus casos e emoções
Dizendo ao mundo inteiro que escrever
vem das profundezas do coração
(25/07/2018)

DiCello, poeta

De todos...

Os meus escritos
você é a mais intensa
a mais bela inspiração
Contrariando as leis ortográficas
quando penso em você
sinto uma paz no meu coração
Ele pulsa e vai acelerando
vai batendo mais forte
Minha mente fica estática
perplexo meus olhos
mergulham em tua mansidão
Desde a primeira vez
o primeiro sorriso... aquele beijo
a noite de amor foi linda
desde lá te desejei minha
e hoje, um ano depois
ainda estamos juntos
hoje é amor, mas com paixão
Amo estar contigo
és minha sublimação...doce inspiração
(26/07/2018)

DiCello, poeta
1 compartilhamento

O tempo...

Lembre-se que ele não volta mais
o minuto seguinte ao agora, já é passado
faça o que desejar agora, já
não... não deixe nada para depois
Pois não sabemos se estaremos aqui
se tiver vontade de dizer algo, diga
simplesmente fale sem medo
pois o tempo é ingrato... ele não volta mais
Se quer dizer Eu te amo a alguém
diga agora, o seu coração se calará
por toda a nossa eternidade
(26/07/2018)

DiCello, poeta
1 compartilhamento

O poeta, que ser és tu

vês tudo... observas detalhes

Encontras inspiração

em cada sublime entalhe

Aos poetas... as poetizas

Tens a minha admiração,
Eu escrevo meus pensamentos


meus desejos e sensações

Tudo nos poetas é belo

é a flor da pele...

Os versos são rimados

tem intensidade no coração

Eis o poeta puro e verdadeiro

tem amor... paixão

nunca esquecendo da paz

da cumplicidade e sublimação.

DiCello, poeta

Me dão mingaus,
dão caldos quentes,
me dão prudentes conselhos,
eu quero você
sentir tua sedosa
e encantadora mansidão
atiçando-me a mente
A minha boca de brasa
espera o teu corpo
o teu todo ardente
(Adaptado de Adélia Prado,
por DiCello, 26/07/2018)

DiCello, poeta

O porque eu escrevo...

Escrevo ha pouco mais de dez anos
muitos dos meus escritos são sonhos.... desejos
são fantasias, delírios e observações
que meu corpo... minh'alma tem deste mundo
Escrevo o que vem a cabeça
traduzo com coerência os sentimentos
Muitos eu sei, são delírios que ferem a muitos
mas o que escrevo alivia a minh'alma
Escrevo para passar o tempo
traduzo minha observações do dia a dia
vejo detalhes... perfeitas imperfeições
deste ser que me habita, e se diz poeta
Não sei se sou... só ouço... leio relatos
daquilo que escrevo, dizendo-me que sou poeta
Encontro pessoas na rua... nas curvas
nos desfiladeiros desta caminhada
Não sei de onde resgato minha motivação
minha inspiração quando escrevo poemas
Tenho meus erros, meu passado
meu futuro.... meus sonhos e anseios
Escrevo simplesmente porque amo escrever
tatuo no papel quase tudo
( 25/07/2018)

DiCello, poeta

Quintana para os íntimos

Quando nos afirma

que o amor é feito
é sentindo nos hemisférios
Quando duas pessoas
fundem seus corpos
fazem amor verdadeiramente

Não estão apenas no ato
mas de fato fazendo amor

dão corda ao relógio do mundo
Dão vida a suas vidas
no ato mais etéreo
menos fugaz
muito mais verdadeiro
Afinal, amar não tem mistério
basta se entregar
mergulhar de corpo e alma
e extasiar num intenso
num louco desejo
com cumplicidade eterna.

DiCello, poeta

Dedico uma a uma as linhas

os versos... as rimas que eu escrevo

e no final as assino, como minhas

Sim, meus escritos...

os desejos, as vontades

num delirante anseio desta alma

que viajante caminha

por vales verdejantes... pradarias

Quantas vidas foram necessárias

para estar hoje aqui

e poder de proprio punho

meus versos escrever

Não sei dizer... mas escrevi muito

só nesta minha existência

nesta eterna vida

DiCello, poeta