Coleção pessoal de borboleta74

81 - 100 do total de 211 pensamentos na coleção de borboleta74

Olhar para trás é coragem. Coragem para perceber nossas inconsistências e desacertos. Olhar para trás é tomar consciência. Há quem diga não a essa forma de conhecimento – ou por medo, ou por insegurança. O importante é saber que olhar para trás não significa retrocesso. Olhar para trás é referência… Mas não devemos nunca permanecer lá, porque é para frente que se anda.

Erica Gaião
1 compartilhamento

Dor é quando a mão da tristeza atravessa a alma da gente e vai direto lá, apertar o coração. Mas, às vezes, a alegria dentro é tão grande, que a mão da dor se acovarda e solta.

Erica Gaião
1 compartilhamento

E sonho porque não sei viver a realidade - e tudo que ela traz - sem o pretexto de um dia poder realizar de fato aquilo tudo que guardo aqui dentro, e a vida real não alcança

Erica Gaião
1 compartilhamento

O que me retém mesmo é o meio do caminho que existe entre o seguir e o ficar. E o meio do caminho quase sempre é um passo curto rumo à casa da incerteza. E a incerteza é o que mais me retém.

Erica Gaião
3 compartilhamentos

O que me retém não é a sensação de vazio. Porque vazio é nada; e o nada não absorve; não filtra; não preenche… E um coração que sente, não permanece inabitado por muito tempo – e pulsa intenso, até na inexistência. O que me retém é a ausência atrás da porta, quando enfim encontro a tão desejada saída, após ter me perdido dentro de um imenso labirinto emocional. Porque no fundo, no fundo, o que todo mundo quer após se perder, é encontrar nos braços abertos de alguém a paz que conforta.

Erica Gaião
1 compartilhamento
Tags: ausência vazio

Gosto das ausências, dos intervalos. Entre uma palavra e outra existe um universo inteiro.

Erica Gaião
2 compartilhamentos
Tags: palavra ausência

O medo? Sentir medo é sinal de humanidade, mas paralisar diante dele é fraqueza na alma.

Erica Gaião
1 compartilhamento

O amor é assim mesmo pode acontecer ou não, mas é sempre acompanhado de firmeza e coragem. Desilusão? Faz parte… E às vezes entregamos o coração inteiro e recebemos de volta um bem machucado. Mas, como o amor transforma tudo em possibilidade, cuidamos dele e lá vamos nós, entregá-lo de novo… Isso sim é coragem! Além disso, o amor é um dos instrumentos da fé. Ter fé em algo ou em alguém é em si um ato de amor!

Erica Gaião
62 compartilhamentos

Às vezes o sol baixa mesmo, ou nem aparece entre as nuvens. Mas o importante é que em cada novo amanhecer existe uma nova oportunidade de luz.

Erica Gaião
4 compartilhamentos

Amor é sempre amor, não importa a forma, não importa o gesto. O que importa mesmo é sentir; é a dimensão desse sentimento e o que ele alude. E o ser humano sempre espera algo em troca, mesmo que distribua amor de forma despretensiosa. Ainda assim, há expectativa de algum retorno. Quem não gosta de reciprocidade? Portanto, perdoe-se por isso! Perdoe-se, porque certamente você faz o melhor que pode.

Erica Gaião
1 compartilhamento

Saudade é uma dor aguda por dentro... E não poder mais engolir aquele que a gente ama; não sentir alegria do fundo do útero é vazio imenso. E vazio é nada. E o nada é ausência de tudo. E amor não brota na ausência de tudo. Na saudade eu não consigo existir, porque não consigo ser inteira sem ter por perto o aperto da gigantesca presença ocupando todo o meu espaço.

Erica Gaião
1 compartilhamento

o amor revela até o nosso inacessível; e expõe nosso íntimo secreto até quando queremos escondê-lo. E a gente mergulha nele só para ver a nossa alma sorrir

Erica Gaião
1 compartilhamento

Talvez nada tenha tanta explicação e ouvir o silêncio da alma, quando se mergulha nela, é um meio de fazer tudo se explicar…

Erica Gaião
1 compartilhamento

Outra coisa interessante que descobri sobre o amor que me invade, é que o amor que eu sinto não é daqueles que vêm do fundo do coração; o amor que eu sinto é daqueles que vêm do fundo do útero. E, embora o coração o revele, quando bate descompassado, o útero é mais profundo porque é capaz de gerar vida. E amor é semente de vida que floresce! Amor nunca é quase vida. Amor é vida que floresce! Isso eu já compreendi. E eu amo assim, do fundo do meu útero! Seria essa uma explicação plausível para o amor e a complexidade da vida dentro de mim?

Erica Gaião
1 compartilhamento

Existir, amar, sentir, tudo isso junto? Confusão na certa!

Erica Gaião
2 compartilhamentos

Às vezes limitar o acesso é autodefesa; deixar no escuro é manter o mistério dos sentimentos; é deixá-los acontecer no seu tempo. E o mistério tem encanto.

Erica Gaião
3 compartilhamentos

A vida é isso: Acontecimento! Ela acontece para quem mergulha nela, sem medo, com o coração aberto. Desse jeito! Medo é tropeço e, às vezes, a gente tropeça enquanto caminha pela vida. Tem gente que confunde o significado dos verbos cair e tropeçar... E escolhe trancar o coração e esconder a chave para ninguém achar. Eu prefiro cair e sentir a dor da vida para ter a certeza de que realmente estou viva e posso sim escolher o caminho!

Erica Gaião
6 compartilhamentos

Às vezes desejo um amanhecer de mãos suaves, que toca a vida com leveza e sente a sua textura um pouco mais macia; desejo a lucidez necessária para viver amores correspondidos; sonhar sonhos possíveis e compreender o que nem sempre compreendo...

Erica Gaião
1 compartilhamento

Entre um vazio e outro descobri que o amor tem tantas facetas. Às vezes faz com que a gente se desentenda de nós mesmos ao ponto de fazermos coisas estúpidas, como, por exemplo, acreditar até quando a verdade se revela de um jeito que contraria os nossos desejos. O importante é ter em mente aquela sábia frase de Fernando Pessoa: "Tudo vale a pena quando a alma não é pequena". A sua, com certeza, não é!

Erica Gaião
1 compartilhamento

Depois de algum tempo, compreendi que inventar histórias felizes era apenas um caminho para tornar a sua existência suportável. Não suportava existir! Eu gosto… Na verdade eu gosto porque tenho um forte apego a tudo aquilo que me faz bem. E existir me faz bem! Mas não uma existência vazia, daquelas de poucas mobílias. Gosto dos espaços bem aproveitados; ocupados por tudo aquilo que é útil e faz bem a vida. A vida é dura demais para ser vazia!

Erica Gaião
1 compartilhamento