Coleção pessoal de AngelaBeatrizSabbag

1 - 20 do total de 429 pensamentos na coleção de AngelaBeatrizSabbag

Minha mais constante algoz,
Me ato, limito, censuro, critico, julgo e condeno.
Minha mais assídua companheira,
Sofro, choro, sinto medo, acovardo - me, respiro fundo e às vezes emirjo coragem. Às vezes!
Tenho que irradiar positividade : alegria, confiança na vida, coragem para enfrentar as adversidades, estar sempre para cima.
Espera aí! Não sou atriz, vivo mil histórias, mas cada uma delas é minha, sou a autora e não estou representando a obra de outra pessoa. Isso significa que por mais canastrona que eu seja, a alegria ou a tristeza que eu demonstro é genuinamente minha.
Quero ir embora, eu aqui volto mais não!

Ângela Beatriz Sabbag

O nosso valor é dado por nós mesmos...se baratos ou caros, vulgares ou raros é uma questão de escolha nossa!

Ângela Beatriz Sabbag

Ai, que horror!
Acho que estou pegando a virose do revanchismo, de dar olhando a quem...e se não quero ficar aquém, se quero estar sempre além, não posso deixar que vírus tão mesquinho me contamine...não há nada como transcender a essas miseráveis mazelas humanas.

Ângela Beatriz Sabbag

Hoje não me chame e nem me telefone. Não fui para Assis mas Assis veio até mim. Larguei tudo, nem que seja só por hoje por Francisco. Depus minhas vestes no umbral da porta e segui-o. Deixei para trás a vaidade e todas as futilidades que nela se encerram e parti rumo ao desconhecido. Não foi nenhum ato de coragem, porque apesar de estar trilhando um caminho nunca dantes percorrido, estava acompanhada daquele que é meu paradigma, no qual deposito toda a confiança e toda a fé. Aquele que admiro, que me encanta e no qual me inspiro. Aquele que é tão grande mas fez questão de fazer-se tão pequeno para estar perto dos pobres e dos animais. Aquele que teve a coragem de abandonar toda a riqueza do tempo presente para juntá-la toda no céu. Aquele que em tese deveria estar longe, numa redoma, e permite que nós miseráveis pecadores desfrutemos de tanta intimidade com ele ao ponto de chamá-lo simplesmente de Francisco ou Chico.

Ângela Beatriz Sabbag

A dança é uma forma de catarse da alma.

Ângela Beatriz Sabbag

O mundo está ácido, o mundo está sórdido.
As pessoas estão grosseiras, perderam os dicionários e a gentileza.
Quase tudo tem um escopo mercantilista, o lance de "levar vantagem" ficou impregnado nas pessoas.
Queremos respeito e ética nas relações? Esperamos receber do outro o amor que a ele dedicamos? Esquece!
A sociedade não tem mais elegância nem em fotografias...
Acabou. Para pessoas como você e eu restam as boas lembranças e a liberdade para chorar.

Ângela Beatriz Sabbag

Era escrava e não sabia, foi preciso morrer para receber minha alforria.

Ângela Beatriz Sabbag

Ser escritor é ser autor,
É ser criador,
Alquimista transmuta a imensa dor,
Artista apaga a letra "d" e coloca "am".

Ângela Beatriz Sabbag

Ser escritor é ser autor,
É ser criador,
Alquimista transmuta a imensa dor,
Artista apaga a letra "d" e coloca "am".

Ângela Beatriz Sabbag

Encenando a personagem que é feliz, amigos próximos fingem que entendem, porque o que veem é tão somente uma personagem que muito raramente está feliz. Ela está escoando por todas as brechas e não percebem, não a enxergam, e sendo assim, não sentem agora o que nunca irão sentir: sua ausência.

Ângela Beatriz Sabbag

Você aí que está desanimado pensando que acordou com o pé esquerdo...Olha que maravilha: você acordou com o pé esquerdo mas também com o pé direito, portanto não lhe falta nenhum dos seus pés. Agora pise bem firme no chão e erga a sua cabeça até a nuvem mais alta.
Bom dia!

Ângela Beatriz Sabbag

Não sei se subestimo os homens que amo ou se minha autoestima é que é alta demais!

Ângela Beatriz Sabbag

Olhando as fotos, sem ter o que fazer, me deu uma saudade imensa de você, Ângela...uma vontade de abraçar, beijar, afagar...porque essa pouco mais que menininha, está longe de mim. Mas juro, senti uma ternura, encantada que fiquei com seu olhar fagueiro, com esse sorriso de menina, encarando o que viria com o misto de medo e coragem tão próprio dos novatos. Verdade, senti saudade porque a vendo senti-a minha e não eu própria.

Ângela Beatriz Sabbag

Num passado recentíssimo havia apenas dois dias na semana: segunda e quinta-feira.
Para meu tédio e deleite da população, hoje só existem sábados e domingos.

Ângela Beatriz Sabbag

Quem não cultiva um jardim de amigos não imagina o perfume que está perdendo!

Ângela Beatriz Sabbag

Meu amor, a falta que sinto de você é tão grande que para fazer companhia a ela falta-me também o ar.
Estava tão distraída quando você apareceu que já não estava na defensiva, já me encontrava despojada de todos os paus e pedras que guardava para atirar naquele que me acenasse com amor. Já havia alcançado aquela etapa onde conseguimos distribuir todo o amor que trazemos no coração para tudo e todos, já mais que ciente que o meu tempo de ser amada e amar romanticamente é pretérito.
De agora em diante pretendo estar sempre alerta e não baixar a guarda jamais.

Ângela Beatriz Sabbag

Acho que eu quero casar!!! Não um casamento tradicional, morando junto, quero apenas que nossas almas morem junto, nossos pensamentos se encontrem, nossas afinidades nos divirtam, nossas semelhanças nos tornem cúmplices,companheiros e enamorados!!!!!

Ângela Beatriz Sabbag

Perdi, playboy!
Perdi muita coisa nessa vida...Perdi meu pai, perdi amigos, perdi amores, perdi a juventude, perdi riquezas, perdi um rostinho de menina e um corpão de mulher.
Não vou dizer que tudo o que perdi me foi compensado com algo melhor ao longo dos anos, seria querer tapar o sol com a peneira e essa nunca foi a minha praia.
Mas posso jurar que a maturidade me trouxe serenidade, resiliência e uma força interior que nunca antes eu pude sequer supor que existia dentro de mim. Não vou mentir e dizer que sou imune as tristezas, pois elas são o outro lado da alegria. Mas essencialmente sou feliz, esse é meu estado genuíno.
Procuro buscar a leveza nos momentos mais turbulentos, e a procuro com tanto foco e tanta fé que sempre costumo encontrar.

Ângela Beatriz Sabbag

Quero o compromisso dos descompromissados,
Anseio correr por trigais dourados,
Sentir o corpo todo abrasado,
Ficar com as faces rosadas.
Quero não tomar conhecimento da finitude,
Acreditar na eterna juventude,
Ter indelevelmente marcado em mim o vigor,
Daquelas afortunadas pessoas que encaram a aventura de viver sem conhecer o que seja o temor.

Ângela Beatriz Sabbag

Amo amar, amo o mar, amo amar, não amo Omar, porque não o conheço, senão também o amaria, porque o que me importa é simplesmente AMAR!

Ângela Beatriz Sabbag