Coleção pessoal de amandadrielly

101 - 120 do total de 248 pensamentos na coleção de amandadrielly

(…) Enquanto andava pelo parque durante uma manhã de sexta-feira. Arrancou uma flor branca e linda que viu diante dos seus olhos. Olhou pra ela durante alguns segundos. E viu quão bela é a vida. Por mais que seja amarga e dolorosa por vezes. Existem coisas maravilhosas escondidas em cada detalhe. Aquela flor, a fascinou e a fez perceber que é preciso abrir os olhos e enxergar em cada detalhe a perfeição dessa coisa maravilhosa chamada vida (…)

Amanda Drielly

E a gente sabe que por mais que o tempo tenha passado tão rapidamente, e as coisas tenham mudado completamente dentro de nós e ao nosso redor, algumas coisas permanecem aqui dentro, no nosso coração. Pessoas. Momentos. Lágrimas. Sorrisos. Caminhadas. Olhares. Tristezas. Alegrias. E mais uma muda de sentimentos. Que com certeza marcaram nossa vida. Sejam coisas boas ou ruins. Alguns momentos ficam cravados no nosso coração até o último dia de nossas vidas.

Amanda Drielly

Ultimamente eu tenho tido uma vontade constante e frequente de ir à algum lugar calmo, de preferência um lugar onde eu tenho uma vista privilegiada da natureza. Uma vontade de sentar em um muro qualquer e olhar pra o nada. Pensar em tudo que anda acontecendo dentro de mim. Na verdade eu nem tenho entendido o que anda acontecendo dentro de mim. Mas talvez, pensar um pouco me fizesse melhor. Levaria meu fone de ouvido, claro, e ouviria aquela minha musica, aquela que me acalma. Essa vontade é um tanto estranha e sem sentindo. Mas pra mim faz sentindo. São minhas paranóias. Minhas vontades loucas. Ninguém precisa entender. Somente eu. Só eu sei o quanto me faria bem.

Amanda Drielly

Casa vazia. Silenciosa. Ninguém dentro dela, à não ser eu. Um livro na mesa, e uma xícara de café quente na mão. Frio que fazer arrepiar. Você na minha cabeça. Inspiração batendo na porta. Vontade louca de escrever tudo que sinto. Vontade louca de alguma coisa. Vontade louca de ter que você aqui pra tomar café quente comigo, e assistir um filme enrolados num cobertor grosso.

Amanda Drielly

Ei calma, é só mais um daqueles ventos fortes que parecem querer levar embora tudo de bom que você tem. É só mais um daqueles ventos fortes que te deixam com um pouco de medo. É só mais um daqueles ventos fortes que parecem nunca cessarem. É só mais um daqueles ventos fortes que levam o que precisam levar, e deixam com você o que precisam deixar. É só mais um daqueles ventos fortes que vêm pra te fazer perceber o quanto és forte e consegue permanecer de pé mesmo que esses ventos te deixem de pernas bambas. É só mais um daqueles ventos que te balançam, e vão embora.

Amanda Drielly

Tá parecendo que eu me isolei de todo mundo né? Então. Talvez seja isso mesmo. Talvez eu esteja preferindo o “eu-comigo” só assim me machuco menos. Não queria me tornar essa pessoa fria e meia amarga. Mas as pessoas literalmente me obrigaram. Não queria. Não estava nos meus planos me tornar isso aqui. Mas eu não pude evitar. Ou eu me tornava essa pessoa, ou eu viveria tomando quedas e me machucando pro resto da vida. Desculpa, mas eu não tive escolha.

Amanda Drielly

Essa garotinha que você vê sorridente por ai, já passou por coisas que você nem imagina.

Amanda Drielly

Tenho ralado muito pra não chorar na frente das pessoas. Pra não passar pra elas aquilo que eu sinto. Elas não precisam saber. Tenho engolido muito choro. Muita dor.

Amanda Drielly

Uma xícara de café bem quente, vento no rosto, e um bom livro na mão, talvez levasse embora esses pensamentos estranhos que me tiram do normal, me levam pro inconsciente, pro paranormal.

Amanda Drielly

(…) Vai até a varanda. Vê o dia como é lindo. Sabes que dentro de você não tem nada de lindo naquele momento. Parece que tá tudo ficando mesmo feio pra você. Mas olha esse dia como é lindo. O sol. Mesmo que as pessoas reclamem do sol quando ele está muito quente, ele continua brilhando todos os dias, e brilha pra todos. O vento. Mesmo que as pessoas reclamem do vento que atrapalha, ele continua lá, fazendo aquele som suave e que acalma. Olha pra tudo isso. Mocinha, ainda tens motivos pra viver. Dentro de ti ainda existem coisas lindas. Coisas lindas e escondidas. Se dê a chance de encontrar essas coisas lindas que existem ai dentro. Não se esconde. És linda pequenina. Assim como esse dia maravilhoso. (…)

Amanda Drielly

Tá difícil. Mas um dia a gente chega lá. Não sei quando. Mas um dia a gente chega.

Amanda Drielly

Pra quem acha que me conhece e já me julga por isso. Anota essa ai. Acredite, você não sabe nem metade do que eu passo.

Amanda Drielly

Ando sorrindo por ai. Mas minha vida não é tão fácil quanto assim. Aprendi a fingir. Escreva isso.

Amanda Drielly

É difícil ter que sorrir quando na verdade o que mais tem vontade é chorar. É difícil ter que fingir que está tudo bem, quando na verdade não está. É difícil dizer que não é nada, quando na verdade é tudo.

Amanda Drielly

Olha, me desculpa por digitar chorando. Mas eu não consigo. Ainda mais se está passando a musica que me lembra você. É tão triste não poder te abraçar no momento que você mais precisa de mim. É torturante ver que você precisa de cuidado e e não poder cuidar de você. Não poder fazer absolutamente nada. Não poder estar por perto pra te chamar de neném e mexer no seu cabelo. Isso acaba comigo. Você não tem noção da vontade que eu tenho de cuidar de você. Mas já que, infelizmente, eu não posso fazer isso. Eu imploro a Deus todos os dias, pra que ele cuide de você. Até porque, Ele cuida de você melhor do que eu. Mas olha, nunca esqueça, que eu te cuido de longe. Eu desejo a cada minuto que você fique bem. Eu desejo a cada minuto que você seja feliz. Eu desejo a cada momento estar perto de você de novo um dia. E poder cuidar de você. De verdade.

Amanda Drielly

Certamente, não tente compreender o meu jeito. As vezes eu sou meia inconstante. Mudo com frequência por vezes. Não acho uma boa idéia você tentar me entender. Pode se confundir. Não espere muito de mim. Geralmente eu gosto de surpreender. Acho que você nunca vai conseguir me decifrar por completo. Mas pelo que conseguir decifrar, não tire conclusões precipitadas. Pois como já disse. Surpreender é uma das minhas armas.

Amanda Drielly

(…) Levantei daquela cama naquele dia. Mas na minha mente eu sabia que seria melhor ficar ali deitada. Ouvindo o silêncio da minha alma. Sabia que se eu ficasse deitada ali, me privaria de muita coisa ruim. Mas também me privaria de muita coisa boa. Deixaria de viver coisas ruins. Mas também deixaria de viver coisas boas. Ali, dentro do meu quarto, parecia perfeito, afinal, eu estava só, ali não havia falsidade, não havia competição, não havia pessoas pra me iludir. Ali era aparentemente um mundo perfeito pra mim. Mas não. Era apenas coisa da minha cabeça. Porque eu ficaria ali dentro, se lá fora também tem um mundo bonito? Um mundo real. Mas que eu poderia torná-lo mágico e perfeito se eu quisesse. Minhas certezas não era tão certas assim. Ainda haviam coisas que eu precisava conhecer lá fora. Coisas bonitas. Coisas que me ensinariam. Coisas que me alegrariam. Ainda existiam pessoas verdadeiras naquele mundo hipócrita. Poucas, mas existiam. Olhei, então, pela janela. Sorri. Respirei fundo. E falei pra mim mesma: Lá fora tem chance pra você. “Sai daí e vai tentar. Você consegue.” E assim eu fiz. Tomei uma xícara de café bem quente. Abri a porta da quarto. Sorri de novo respirando fundo. Abri a porta de casa logo depois. Fechei os olhos sentindo o vento balançar meu cabelo e dei o primeiro passo em direção a vida lá fora. (…)

Amanda Drielly
1 compartilhamento

Já reparou como o céu é lindo? Reparou o barulho do vento tocando as folhas das árvores? Já reparou o som dos pássaros cantando durante uma linda manhã? Os raios do sol num fim de tarde? Parou um pouco pra perceber quão significantes são esses mínimos detalhes da vida? Se não, meu caro. Peço-lhe que abra os olhos. Pois as coisas mais lindas da vida estão nos mínimos detalhes.

Amanda Drielly

Olha aqui. Deus te deu uma vida. E de uma coisa eu sei: Ele não te deu essa vida pra você ficar ai parado esperando as coisas boas virem até você sozinhas. Porque elas não vão vir. Você precisa buscá-las. Você precisa ter coragem pra isso. Você precisa arriscar. As coisas boas estão guardadas para aqueles que têm coragem de se arriscar por elas. Então levanta daí. Abre aquele velho sorriso. Sacode o pó da sua vida que estava parada e empoeirada. Respira bem fundo. E vai ser feliz. Agora. Você tem direito. Você merece.

Amanda Drielly

Quer ver como as coisas mudaram? Só é olhar em sua volta e pra dentro de você. Pessoas que um dia disseram que estariam com você até o fim, hoje mal de dão um oi. Coisas que antes importavam tanto pra você, hoje não tem tanta importância assim. Coisas que antes você chorava por elas, hoje você nem lembra mais. Atitudes que você tinha antes, hoje você não tem mais. Pessoas que você fazia questão de estar perto, hoje você quer distância. E sabe porque isso? Porque você cresceu. Você não pensa mais como você pensava à cinco anos atrás. A não ser que você tenha parado no tempo. Mas acho que não. Crescer é amadurecer. Crescer é mudar a forma que você vê as pessoas. Crescer é mudar a forma que você vê o mundo. Crescer é mudar a forma que você vê a si mesmo. Todo mundo um dia cresce. Todo mundo um dia muda. Encare isso. E, claro, cresça.

Amanda Drielly