Carta para um Presidiário

Cerca de 51 carta para um Presidiário

Carta Extraviada 3

Não é da minha natureza esperar que me deem liberdade,
não espero pelo pouco que há de essencial na vida.
Sendo liberdade uma delas, eu mesmo me concedo.
Ser livre não me ensinou a amar direito, se por direito entende-se
este amor preestabelecido, mais me ensinou as sutilezas do sentimento, que,afinal, é o que caracteriza e o torna pessoal e irreproduzível.
Te amo muito, até quando não percebo.
O amor que sinto pode parecer estranho, e é por isso que o reconheço como amor, pois não há amor universal: não, caríssima.
não há um amor internacional, assim como são proclamados os
cidadãos do mundo. Cada cidadão, um coração, e em cada um deles,
códigos delicados. se não é este amor que queres, não queres amor, queres romance, este sim, divulgadíssimo.
Te amo muito, e não sinto medo.
Bela e cega, busca em mim o que poderias encontrar em qualquer canto,em todo corpo, homens e mulheres ao alcance de teus lábios e dedos, romance: conhecido o enredo, é fácil desempenhá-lo.
e se casam os românticos, e fazem filhos e fazem cedo.
O amor que sinto poderia gerar casamento, pequenos acertos, distribuição de tarefas, mas eu gosto tanto, inteiro, que não quero me ocupar de outra coisa que não seja de você, de mim, do nosso segredo.
Te amo muito, e pouco penso.
Esta carta não chegará, como não chegarão ao seu entendimento estas
palavras risíveis, ests conceitos que aos outros soariam como desculpa de aventureiro ou até mesmo plágio, já que não há originalidade na idéia, muito difundida, porém bastante censurada.
Serei eu o romântico, o ingênuo?
Serei o que quiseres em teu pensamento, tampouco me entendo,
mais sinto-me livre para dizer: te amo muito, sem rendimento, aceso,
amor sem formato, altura ou peso, amor sem conceito, aceitação,
impassível de julgamento, aberto, incorreto, amor que nem sabe se é este o nome direito, amor, mas que seja amor.
Te amo muito, e subscrevo-me.

Martha Medeiros
163 compartilhamentos

A Carta

Escrevo-te estas mal traçadas linhas, meu amor
Porque veio a saudade visitar meu coração
Espero que desculpes os meus erros por favor
Nas frases desta carta
que é uma prova de afeição
Talvez tu não a leias mas quem sabe até darás
Resposta imediata me chamando de meu bem
Porém o que me importa
é confessar-te uma vez mais
Não sei amar na vida mais ninguém

Tanto tempo faz,
que li no teu olhar
A vida cor-de-rosa que eu sonhava
E guardo a impressão
de que já vi passar
Um ano sem te ver,
um ano sem te amar
Ao me apaixonar,
por ti não reparei
Que tu tivestes só entusiasmo
E para terminar, amor assinarei
Do sempre, sempre teu...

Erasmo Carlos
2.4 mil compartilhamentos

CARTA DE DESPEDIDA

Foi muito maravilhoso ter te conhecido, ter você ao meu lado... Fico pensando e lembrando a cada minuto que ficamos juntos, as coisas que compartilhamos, os lugares que fomos, tudo o que falamos um para o outro de amor, carinho e amizade.
Eu gostaria que nunca tivesse acabado... Achei até que era para sempre... Já planejava o nosso futuro, nossos filhos, nossa família, mas... Acho que não fomos maduros o suficientes para termos paciência um com o outro.
Peço perdão por eu não ter conseguido ser tão forte para ter paciência e compreensão, e acho que você também não foi tão forte assim de conversar, entender. Talvez nós dois fomos orgulhosos e deixamos acabar o que era para sempre.
Mas quero lembrar das coisas boas e esquecer as ruins, esquecer o nosso egoísmo. Quero continuar lembrando o quanto fui feliz com você. Quem sabe um dia, mais maduros, podemos reencontrar e ser tudo diferente nesta parte de falta de paciência.
Guardarei você em minhas lembranças, saiba que um pedaço de você está em mim para sempre, e este pedaço de você que está em mim, continuarei amando, preservando na memória.

Samanta Bernardi
47 compartilhamentos

E NA ESPERANÇA DE TE AMAR EU VOU VIVENDO
A CADA DIA QUE RENASCE
NASCE COMIGO O MESMO SENTIMENTO
SEU SORRISO ME GUIA EM SENTIDO À LUZ
EM UM CAMINHO ESCURO O BRILHO DO SEU OLHA QUE ME SEDUZ
E ME REENCONTREI EM VOCÊ
SUAS MÃOS ME TROUXERAM DE VOLTA PARA MIM MESMO
QUANDO EU JÁ NÃO SABIA MAIS QUEM EU ERA
SEU ABRAÇO ME ESQUENTOU
QUANDO MEU CORAÇÃO JÁ NÃO TINHA MAIS CALOR
E ASSIM EU RENASÇO A CADA DIA
E ASSIM EU VIVO
DE QUASE TUDO JÁ DESISTI
DE COISAS QUE EU PODIA TER
QUE EU PODIA SER
MAS MESMO QUE O MUNDO CAIA SOBRE NOS
QUE AS ESTRELAS SE APAGUEM
EU DESISTIRIA DE MIM DE NOVO
MAS NÃO DESISTIRIA DE VOCÊ

Vinicius Jacob

👇CARTA DE UM PRESIDIÁRIO QUALQUER👇
🔗 Cadeia; um lugar dentro de um quadrado, onde tudo é cinza e só se vê grades e concreto para todos os lados.
.
⛓ Quando se é primário, você chega neste lugar sem conhecer realmente como tudo é ou funciona.
.
🔒 E mesmo que passe muito tempo aqui, ainda assim, não terá aprendido tudo, e nunca terá visto de tudo.
.
🔗 Quando você chega, tudo isso parece ser outro mundo, e realmente é!
.
⛓ Aqui dentro não basta só você dizer ser do crime, pois do crime todos dizem ser, o seu dia a dia é quem vai dizer quem realmente é você.
.
🔒 Aqui dentro você conhece muitas pessoas, de vários lugares, de vários gêneros e de diferentes pensamentos.
.
🔗 Você faz amizades que talvez dure para sempre, mas também faz amizades que não valem por um minuto.
.
⛓ Aqui você vale o que tem, se você é aquela pessoa que sempre tem algo, sempre terá "amigos".
.
🔒 Quando chega final de semana a cadeia fica movimentada, é um dia especial, pois alguns poderam matar um pouco a saudade, vendo os seus entes queridos, como: esposas, pais, avós e filhos.
.
🔗 Já outros ficam na expectativa de alguém vim vê-los, na esperança de não terem sido esquecidos.
.
⛓ E há também os que apenas esperam o dia acabar e a cadeia para a mesma rotina da semana voltar.
.
🔒 Além disso, por ser dia de visita, esse dia se torna um dia perigoso para todos, é um dia que a atenção deve ser redobrada, pois não serão aceito falhas. Visita aqui é sagrada.
.
🔗 Os meses vão passando, você vai se adaptando, e quando você percebe a rua vira um sonho que te persegue todas as noites.
.
🔒O único problema de sonhar com a rua ou com sua família, é acordar de manhã neste lugar e ver seu castelo desmoronar.
.
🔗 A saudade, a angustia, ansiedade, tristeza, o arrependimento, entre outros sentimentos, são nossos companheiros diariamente aqui.
.
⛓ A expressão: "vou matando um leão por dia" agora faz sentido para mim.
.
🔒 Em um lugar desse, cheio de pessoas, cheia de problemas, as vezes a neurose e a raiva são predominante.
.
🔗 Tem dias que ninguém suporta ninguém, por isso temos que se vigiar sempre, para não arrumar problemas piores do que já temos.
.
⛓ Aqui você percebe que é capaz de muitas coisas, aqui você perde o medo, a timidez, mas também perde aquele brilho de felicidade, liberdade que todos carregamos no olhar.
.
🔒Aqui você aprende o peso das palavras, tem que tomar cuidado com o que diz.
Quem sabe viver neste lugar, consegue viver em qualquer outro lugar.
.
🔗 Pois aqui é assim: cada unidade uma cidade, cada pavilhão um bairro, cada cela uma casa, em cada casa uma família. Você respeitando o quadrado do próximo é como se não cuidasse da vida do seu vizinho lá fora.
.
.
👉 DE: um presidiário qualquer. 🔗⛓🔒

Roger M. Bucci

A' de...
(carta de um amor exagerado)






Não sei se essa carta de amor e de saudade encontrará o seu destino, também pouco me importa se um dia será lida,  o que eu queria mesmo era poder ser sua, saiba que você foi, é e será o meu único amor, o que ficou escrito nas linhas do tempo, nada apagará, o que escrevo aqui, é muito pouco diante da minha vontade de expressar àquele instante em que você se foi e o meu coração ficou partido para uma vida inteira, agora, depois de tantos e tantos meses, de dias e dias que se arrastaram pelos caminhos em que triste sem você tive que passar, não tempo o bastante para que a minha alma se desprendesse da vontade de reencontrar você... às vezes me pergunto se ainda é de melão, o seu suco preferido, se ainda chora com facilidade diante de coisas simples que tocam profundamente a sua sensibilidade, me pergunto se continua abrindo os vidros do seu carro, para receber o vento no rosto, me pergunto ainda se lembra de mim e do que fomos um para o outro, eu sei que tive muita importância para você, lembro de quando você no caminho do trabalho para a sua casa, encostava o carro num canto, para a minha ligação atender. ----------------------------
Será que ainda por vezes é tão mal humorado, depois pede desculpas e um doce anjo apaixonante volta à ser. Sabe, eu ainda amo você, lhe escrevo nesse instante em que a saudade não cabe dentro de mim, estou triste, pois nem um D de despedida, um A de adeus o nosso amor teve direito, nem um beijo, nem um abraço seu, eu pude ter. Meu amor, grande e inesquecível amor, tudo o que eu mais quero nessa minha vida é um dia encontrar você. Eu não lhe esqueci, nada do que com você vivi e senti, deixou de existir, você está para sempre em tudo o que acontece em minha vida e que ainda irá acontecer, vive em meus pensamentos, quando é noite de lua brilhante, ainda vou à minha janela, para assim encontrar você, porque sei que é apaixonado pela lua, e eu sou loucamente apaixonada por você.

Autor: Liduina do Nascimento

Esperança Colorida
Inserida por esperanca_colorida

CARTAS

Eu sinto saudade
Da carta escrita,
Tão leve e bonita
Na simplicidade
Da intimidade
De quem escrevia…
Hoje, todavia,
É brega, passado,
Foi posta de lado
Nesta era fria…

As coisas pequenas
Perderam valor.
Moldaram o amor,
Puseram antenas
E formas obscenas
Nas coisas mais belas…
Ficaram nas telas,
O calor, a vida
A mão não sentida
Nas frases singelas…

Ah, modernidade…
Engoliste cartas,
Fizeste lagartas
Que sem qualidade
E sem humildade
Se julgam normais
(por serem iguais)
Vivendo de abraços,
Sorrisos e laços
Que são virtuais…

Verônica Miyake

Carta de amor

A coruja traz o belo recado
Versado dos sentimentos cuja
Alma escreve com plena calma

Uma carta de sua união
Senão a mais farta
Emociona muito e menciona

Quanto é grande o amor
Fervor de riso e de pranto
A razão de sua salvação

Diz que por toda a vida
Querida, serás muito feliz
No ardor eterno do amor.

Rodolfo Mair Coelho

SOU LIVRE?

Se até puno-me com
Meus peculiares pensamentos,
Como eis de conquistar a carta
De alforria?!
Pego-me lembrando do que
É para ser esquecido.
Torturo-me com o passado
E sofro por antecipação
Do relógio adiantado.
Ensinaram-me a ter liberdade
Seguindo oportunos passos.
Releia essa frase e questione-se:
“eu realmente sou livre?”.
Outra vez, conduzido.
E é assim que estamos existindo...

Carolina Bastian
Inserida por carolinabastian

UMA CARTA PARA VOCÊ DE SAGITÁRIO

Você é o ar da liberdade que corre nas veias, é o espírito livre que contagia.
Aventureira, espontânea e otimista, é a inspiração em constante ventania.
Você sabe que a sinceridade é a sua melhor qualidade, então se liberte de algumas prisões


Você merece ganhar o mundo.


Sou filha do fogo, sou pura energia.

Márcio André Silva Garcia

Carta da Liberdade

Um dia, eu conheci alguém especial.
E esse dia, se tornou um dia especial.
E por muito tempo, achei que esse dia, ninguém tiraria de mim.
Neste dia, esse alguém, se tornou parte de mim.
Erro, dádiva, ilusão, realidade... Não importa, esse alguém se tornou especial.
E esse alguém passou a ser eu, e eu passei a ser esse alguém (ou apenas vivi isso).
E esse alguém secou minhas lágrimas.
E esse alguém suavizou meu ser.
E esse alguém, se sintonizou a mim.
Mas de repente esse alguém se esvaiu, como a água que escapa pelos vãos dos dedos.
Não era abandono, não era traição... Era liberdade.
E do mesmo jeito que em um dia especial, conheci esse alguém especial, percebi, então logo de pouco raciocínio (mas talvez grande conflito), que esse alguém, que conheci naquele dia, o que tinha de mais especial era a sua liberdade.
E assim vi, que não estava permitindo deixar ser àquela pessoa especial o que é de fato: um ser livre.
Talvez o zelo, o carinho, o apego, ou até a posse (por que não pensar nisso?) não me permitiram fixar em uma cronologia óbvia e talvez lógica e antiga, de que somos seres livres e especiais.
E então me pergunto: Por que tenho dificuldades de entender a liberdade de um ser tão especial?
E diante das diretrizes da vida, cada ser (que também é especial), possui reflexos e reações à imposições que a vida (modificadora de milésimos), contrapõe às nossas realidades (ou castelos construídos na areia próxima a maré que logo sobe).
Na conclusão do meu íntimo, diante de minhas reações, finalizando, entendendo e até mesmo me perdoando (por que não?), que não devo praticar o abandono, nem a mágoa, nem o ciúme...
Devo praticar, como pratico, apenas o desapego, de deixar um ser especial (meu ser especial), ser o que é: um ser livre.

Fernando Minari
Inserida por FERNANDOMINARI
1 compartilhamento

Carta ao destino
- Venho através desta, solicitar ao destino total liberdade de mandar a merda, qualquer um que se atreva a tentar inundar meu mundo de infelicidade, não obstante também, quero parabenizá-lo pela vontade de me colocar num caminho legal, longe das tristezas e mazelas da vida. Assim quando alguém disser que foi obra do destino, direi também que foi um pouco de sorte...
Para finalizar deixo-lhe um forte abraço, lembrando que onde me levar, serei sempre pleno e grato.
.
Re-metente (remetente é boa, temos que praticar sempre)

Oscar de Jesus Klemz
Inserida por OscarKlemz

CARTA AO PRÍNCIPE

"Afasto as dores do corpo, na esperança de que as da alma sigam o mesmo destino
À minha volta, um palácio de pedras tenta me proteger dos maus cavaleiros
Em contrapartida, passam pela minha porta, sem chances de entrar, os nobres e honrosos senhores, possíveis candidatos a me proporcionar a tão desejada felicidade
Por entre as fortes e inquebráveis paredes, escorrem lágrimas de solidão e desamor, vencendo o chão frio e as escadas de incontáveis degraus
De tão protegida, acabei me tornando frágil e vulnerável
Sem defesas para as minhas próprias indagações, questiono a minha história, tão diferente dos contos protagonizados por belas e doces princesas
Onde estarão o príncipe e o seu cavalo nevado?
Quando, da janela, ouvirei as suas declarações de amor sem fim?
Enquanto a contemplação não vem, vou me conformando em sonhar, noites a fio, com os beijos e afagos daquele que, um dia, será o dono do meu reino".

Mais em lavinialins.blogspot.com

Lavínia Lins
Inserida por lavinialins

PRIMEIRA CARTA AOS TESSALONICENSES

FÉ, AMOR E ESPERANÇA
Introdução
Redigida em Corinto no inverno de 50-51, esta carta é o primeiro documento escrito do Novo Testamento e do cristianismo.
Atingido pela perseguição, Paulo teve que deixar às pressas a cidade de Filipos. Dirigiu-se a Tessalônica (At 16,19-40), grande cidade comercial e ponto de encontro para muitos pensadores e pregadores das mais diversas filosofias e religiões.
Paulo anuncia o Evangelho e forma aí um pequeno grupo. Mas, perseguido, tem que fugir (cf. At 17,1-10) e seu trabalho corre o risco de se esvaziar diante das inúmeras propostas dessa grande cidade. Então, de Atenas, ele envia seus colaboradores Timóteo e Silas para visitarem e trazerem notícias dessa comunidade perseguida. Timóteo e Silas encontram Paulo em Corinto. Ao receber deles a notícia de que a comunidade de Tessalônica continuava fervorosa e ativa, ele escreve esta carta para comunicar a sua alegria e estimular a perseverança da comunidade.
Nesta carta, Paulo também procura responder a algumas questões que preocupam a comunidade de Tessalônica. Uma é o problema da vinda gloriosa de Cristo. Os tessalonicenses pensavam que essa vinda se realizaria logo, e se perguntavam: Os que já morreram, será que não vão participar desse grande acontecimento? Paulo mostra que no fim da história, tanto os mortos como os vivos estarão reunidos para viverem sempre com Cristo ressuscitado. A esperança é para todos, e todos participarão da vitória de Cristo sobre o mal e sobre a morte.
O Apóstolo relembra que a vida cristã é espera ativa do Senhor. A espera, formada de fé e perseverança, leva a construir a comunidade no amor. Ela faz olhar para o alto e para o fim da história, mas também leva os fiéis a se empenharem com todos os outros homens nas realidades terrestres, como o respeito ao corpo e o trabalho. Uma espera que não deixa de reforçar a fidelidade ao Senhor, porque o céu nada mais será do que a plena manifestação da realidade que os cristãos já começam a viver no presente da história: a união com o Senhor para sempre.





TEXTOS RELEVANTES DESSA CARTA:

Pregamos o Evangelho a vocês trabalhando de noite e de dia, a fim de não sermos de peso para ninguém.

o Evangelho que pregamos não foi apresentado somente com palavras, mas com poder, com o Espírito Santo e com plena convicção. Vocês sabem o que fizemos entre vocês, para o bem de vocês mesmos.

Queríamos tanto bem a vocês, que estávamos prontos a dar-lhes não somente o Evangelho de Deus, mas até a nossa própria vida, de tanto que gostávamos de vocês.

Se acreditamos que Jesus morreu e ressuscitou, acreditamos também que aqueles que morreram em Jesus serão levados por Deus em sua companhia.

Deus nos achou dignos de confiar-nos o Evangelho, e assim o pregamos, não para agradar aos homens, mas a Deus, que sonda os nossos corações.

Bíblia Pastoral
Inserida por pensandogrande
1 compartilhamento

EXPECTAÇÃO

A carta em cima da mesa
com palavras toda florida
contem frases de esperança
e pautas cheias de vida.

Relata, meigas saudades
atos de dóceis de carinhos
cita até certas vaidades
do tempo cheio de mimo...

A carta em cima da mesa
marca uma época de amor
rascunha ali uma certeza
que no amar, não existe dor.

O que existe é alegria
com sol límpido e preciso
um sonho a cada dia...
Alvorecer cheio de riso.

Antonio Montes

Antonio Montes
Inserida por Amontesfnunes

Carta final.
Assim vai a última esperança, a última chama que o coração guardava na espera de que algo
mudasse, mas desde o princípio quando notei frieza em seus olhos, percebi que naturalmente
isso acabaria em dor. Inicialmente era incrível o poder que isso tinha de me fazer sorrir, como
eu via tanta inocência, sem saber que a inocente era eu.
Superei as bateiras do espaço e do tempo, burlei as leis da casualidade e entrei na sua vida;
não temia as consequências enquanto era bom.
Então chega a realidade, avança ferozmente e rouba toda luz, todo riso converteu-se em
lagrimas. Inevitavelmente isso acabaria em dor.
Mas precisava efetuar a ultima oração, precisava superar os limites de meu medo, tudo isso para a
resposta que eu deduzia.
Juntanto todos os resíduos de força, resistindo bravamente a qualquer hesitação, meu coração
deixa aqui meu mais sincero adeus.

Princesa Triste
Inserida por PrincesaTriste

Pensando bem, ainda vivemos numa era escravista sabe, só que de uma forma hipoteticamente livre.
Trabalhamos para sustentar a burguesia, não temos direitos, apenas deveres.
Nossa carta de alforria agora tem nome de aposentadoria, que para adquirir basta estar à beira da morte, e boa sorte se conseguir.
Somos os escravos em uma era moderna.

Erick Fonseca
Inserida por ErickFonseca

eu nunca amei ninguém, estão dizendo agora, to escrevendo carta só pra quem me ama...
por isso agora entendo que sou solitário
to vendo que a maldade aqui é viciado em drama. correspondência aqui é sem remetente, andando certo parecendo que eu estou errado, eles tem visto quanto que eu cresci e visto isso estão bastante incomodados, a cada hora que passa me sinto egoísta, me amo de mais, estou desequilibrado, egoísta sou mais altruísta, esse é ciclo vicioso que me mantem aprisionado. Se fosse lagrimas estavam na vista, se fosse a vista eu tinha parcelado, quer sorte a minha que eu sou cabeça fria, contradição da própria resistência, que entra em curto e sem matem esquentado

Jotta Set
Inserida por jotta_set

Dia de faxina

Havia tempos eu precisava fazer uma faxina em mim.
Me desfazer daquelas coisas que vamos acumulando nas gavetas e prateleiras, tralhas socadas numa caixa jogada no chão.

Jogar na lata do lixo pensamentos, mágoas, tristezas e falsas esperanças. Tirar o pó do sorriso, a ferrugem de sonhos adormecidos e limpar as vidraças da alma, para ver o mundo com clareza.
No fundo de uma gaveta, achei a carta de amor que nunca enviei, aquele adeus que nunca esqueci e algumas lembranças que não quero lembrar.
Na prateleira superior no meio de um livro que nunca li, as pétalas da rosa murcha pelo rancor, lembretes de dividas de amor – e uma foto – que lembrou um tempo de sorrisos largos e tardes de sol.
Na fotografia encontrei o sorriso que virá, e numa caixinha no fundo do armário, meus sonhos esquecidos e alegrias pretendidas.
Fui tirando tudo que não prestava e colocando num saco de lixo, desejos contidos, palavras rudes, gestos fúteis, solidão, desamores, arrependimentos, ódio e um amontoado de mágoas. Um a um, prontos para partir rumo ao nada.

No meio de tantas coisas encontrei preciosidades, um por de sol a beira mar, aquela música que faz chorar, um afago do pai, um colo de mãe, o primeiro beijo. Olhando e lembrando de cada um daqueles momentos, fui selecionando e fazendo minhas escolhas. Abri a gaveta especial, aquela onde se guarda o que se tem de melhor.
Comecei a arrumar e limpar, com cuidado acomodei o amor, dei um brilho no olhar, e arejei a fé, os desejos foram passados a limpo e alojados junto com a pasta das metas. E antes de fechar apliquei algumas gotas de esperança.

Algumas lembranças, medos, ansiedades e sofrimentos, coloquei em uma caixa pra avaliar melhor, mas acho que amanhã o destino dela. Será o lixo também.

Aquelas preciosidades deixei bem a mostra, com as lembranças de infância, bem ao lado da minha capacidade de amar e recomeçar.

Oliver Crusinski
Inserida por olicrusinski
1 compartilhamento

"Sigamos fortes, o ódio pode estar na moda. Mas não temam, nem se impressionem com estas pessoas posando de valentões. O tempo deles vai passar e a verdadeira mensagem de Jesus, um marceneiro que foi perseguido pelos vendilhões do templo, pelos soldados e pelos promotores dos poderosos, vai continuar a ecoar em cada natal uma mensagem de amor, fraternidade e esperança.
A luta por um mundo melhor continua. Feliz Natal! (Carta aos companheirxs da Vigília Lula Livre, em dez 2018)

Luiz Inácio Lula da Silva
Inserida por PaulaUgalde