Sêneca

301 - 325 do total de 351 pensamentos de Sêneca

⁠Que perfeita a loucura do homem que termina a sua conferência sorrindo satisfeito entre os aplausos dos ignorantes! Que satisfação te podem dar os aplausos de gente que tu não tens motivo para aplaudir?

Sêneca
Inserida por fernando_cesar_4

⁠A fortuna declarou-me guerra. Eu não obedeço às suas ordens, não aceito o seu jugo, mais, pretendo mantê-la a distância, o que implica ainda maior coragem. Não posso deixar que minha alma amoleça.

Sêneca
Inserida por fernando_cesar_4

⁠A liberdade é a nossa meta, é o prêmio das nossas canseiras. Sabes em que consiste a liberdade? Em não ser escravo de nada, de nenhuma necessidade, de nenhum acaso; em lutar de igual para igual com a fortuna. Se algum dia eu sentir que ela tem mais força do que eu, mesmo assim essa força será inútil. Nunca me deixarei vencer.

Sêneca

⁠A compaixão é pior que a morte

Sêneca
Inserida por LavickTavares

“Liberdade é colocar a alma acima das injúrias, e conseguir transformar-se de tal maneira que seja possível extrair unicamente de si mesmo as próprias satisfações.”

Sêneca

⁠Não pode haver bem moral onde não há liberdade; medo é sinônimo de escravatura!

Sêneca
Inserida por fernando_cesar_4

⁠Liberta-te de todos os entraves, dedica-te totalmente à aquisição de um espírito reto, coisa que ninguém obtém se tiver outras ocupações.

Sêneca
Inserida por fernando_cesar_4

⁠Merecem louvor os homens que em si mesmos encontraram o impulso, e subiram nos seus próprios ombros.

Sêneca
Inserida por dricadel

⁠Na guerra o inimigo é mais perigoso para os soldados fugitivos; semelhantemente, qualquer contrariedade fortuita torna-se mais grave quando lhe viramos as costas.

Sêneca
Inserida por fernando_cesar_4

⁠Não é só no combate, de armas na mão, que se pode dar mostras de uma alma corajosa e intrépida ante o perigo: o home de coragem até jazendo num leito se impõe.

Sêneca
Inserida por fernando_cesar_4

⁠Não sucumbir com a adversidade, não confiar na felicidade, ter sempre diante dos olhos a arbitrariedade da fortuna - como se ela houvesse de fazer tudo o que lhe é possível fazer.

Sêneca
Inserida por fernando_cesar_4

⁠De nada vale a hipocrisia; podem alguns deixar-se iludir por uma ligeira afetação de virtude superficialmente afivelada no rosto, a verdade, essa, é sempre constante em todos os pormenores.

Sêneca
Inserida por fernando_cesar_4

⁠As aparências ilusórias carecem de solidez. Toda a mentira é frágil, e imediatamente se denuncia como tal se a analisares com atenção.

Sêneca
Inserida por fernando_cesar_4

⁠Não pretendo negar que sigo os meus predecessores; claro que os sigo, mas reservando-me o direito de descobrir, alterar ou abandonar alguma ideia; não sou escravo de meus mestres, apenas lhes dou o meu assentimento!

Sêneca
Inserida por fernando_cesar_4

⁠O escravo gasta todas as economias que fez à custa de passar fome para comprar a sua alforria; e tu, que te julgas de nascimento livre, não estás disposto a gastar um centavo para garantires a verdadeira liberdade?!

Sêneca
Inserida por fernando_cesar_4

⁠Se quiseres saber quanto vales não atendas aos teus rendimentos à tua casa ou à tua posição social, olha sim para dentro de ti, em vez de, como agora, acreditares no valor que os outros te atribuem.

Sêneca
Inserida por fernando_cesar_4

Há que voltar a semear, mesmo depois de uma má colheita!⁠

Sêneca

⁠A ingratidão que sofreste deve dar-te ânimo para seres ainda mais pródigo nos teus benefícios: quando uma ação é de resultado imprevisível há que empreendê-la uma e outra vez para aumentar a probabilidade de sucesso.

Sêneca
Inserida por fernando_cesar_4

⁠Quem vive conforme as leis da natureza, nunca será pobre; aquele que vive segundo as opiniões alheias, nunca será rico.

Sêneca
Inserida por JOTAJOTA

⁠Ninguém restaurará os teus anos, ninguém te devolverá a ti mesmo uma segunda vez.

Sêneca
Inserida por georgetonleal

Todo o homem prudente é moderado; todo o homem moderado é constante; todo o homem constante é imperturbável; todo o homem imperturbável está ao abrigo da tristeza, todo o homem que está ao abrigo da tristeza é feliz; logo, todo homem prudente é feliz; logo, a prudência é condição suficiente para o homem ter uma vida de felicidade.

Sêneca

⁠⁠Passa frente às escadarias dos ricos senhores, aos seus átrios suspensos como terraços: se lá puseres os pés será como estares à beira de uma escarpa, e de uma escarpa prestes a ruir. Dirige antes os teus passos na via da sapiência, procura os teus domínios cheios de tranquilidade, mas também de horizontes ilimitados. Tudo quanto entre os homens é tomado como coise eminente, muito embora de valor reduzido e só notável em comparação com as coisas mais rasteiras, mesmo assim só é acessível através de difíceis e duros atalhos. A via que conduz ao cume da dignidade é extremamente árdua; mas se te dispuseres a trepar até estas alturas sobre as quais a fortuna não tem poder, então poderás ver a teus pés tudo quanto a opinião vulgar considera eminentíssimo, e desse ponto em diante o teu caminho será plano até ao supremo bem.

Sêneca
Inserida por fernando_cesar_4

⁠É mais perigosa a violência de uma multidão, mesmo de anões, do que a de um só gigante.

Sêneca
Inserida por fernando_cesar_4

⁠Seria preferível a situação de um homem que tivesse um único vício bem declarado do que a de quem os tem todos, embora atenuados.

Sêneca
Inserida por fernando_cesar_4

⁠A vida só estará de acordo consigo mesma quando a ação não desmentir o impulso e quando o impulso for a medida do valor de cada coisa, mostrando-se mais ou menos intenso conforme essa coisa merecer que a procuremos.

Sêneca
Inserida por fernando_cesar_4