Poeta Urbano - 050312

Encontrados 2 pensamentos de Poeta Urbano - 050312

Nunca é tarde para recomeçar


Sabe menina de sorriso de anjo...

Nunca é tarde para recomeçar...

Recomeçar a sorrir... Alias que lindo sorriso tens...

Nunca é tarde para recomeçar...

Recomeçar a sonhar, cantar, sorrir...

Sorria!!!

Sorria!!!

Pois, você lindamente sorrindo

O amor recomeça...

E com toda sinceridade poética...Este teu lindo sorriso de anjo...

É um presente a nós poetas...

Meu Deus que lindo sorrir...

Este pobre poeta agradece...

Poeta Urbano - 050312
Inserida por PoetaUrbano

Carta de Março - (Poema Patético)


É estranho, mas hoje olho para o passado e vejo um fato interessante.

Em toda a minha vida, muitas juraram amor por mim, mas em nenhuma delas eu acreditei.

Eu no entanto...

Imaturo, imbecil e idiotamente poeta que sou; Jurei amor a apenas uma...

O que isso me ajudou no futuro????

Ajudou em nada...

Alias! Ajudou sim...

Serviu para mostrar que o futuro é feito de uma balança onde pesamos tudo que assimilamos em nossa existência.

Hoje, olho aquelas juras de amor que durante a vida recebi e vejo que eram mentirosas.

Hoje, percebo que não deveria nunca ter jurado olhando nos olhos este único amor que eu tive.

Pois, deveria sim, ter ficado calado, guardando-o apenas para mim.

Mas, Imbecil, idiota e imaturo que poeta sou.

Joguei o meu amor único ao vento e ele feito areia se dissipou...

Sábio ditado popular...

"Em boca fechada, não entra mosquito."

Infelizmente na balança da vida as juras mentirosas sempre vencem.

Neste caso o melhor a fazer é economizar o latim.

Pois, o que me resta deste amor único são poemas patéticos...

Patéticos como toda jura de amor...

Mesmo, sendo os feitos para um amor único...

Poeta Urbano - 050312
Inserida por PoetaUrbano
1 compartilhamento