Érwelley C. de Andrade ALBDF

1 - 25 do total de 76 pensamentos de Érwelley C. de Andrade ALBDF

Todas às vezes...

Quantas vezes eu tiver que ir e vir irei com coragem e voltarei com a certeza de que valeu a pena ter seguido em frente, o resultado de cada ida e cada vinda terá sido resultado de intermináveis noites acordada, refletindo e persistindo no desejo de encontrar a razão pra tanta teimosia que há no meu coração.
Não me ofuscará aquele que de uma maneira ou de outra tenta invadir minha vida com palavras de descontentamento, pois minha luz não nasceu pra ser apagada, nasceu dentro de mim, contendo um brilho natural que é só meu.
Passo horas olhando pro céu, em especial nos dias sem nuvens a vista, com o sol em sua mais alta claridade, e olhando envolta numa força que é uma só, tamanha é minha convicção do amor imenso que existe dentro d’alma.
Meus olhos falam por si só, escorrem todas as lágrimas que dizem de mim, que falam em mim, e no mais profundo vazio de um ser humano, preencho de fato o vácuo que não mais existe.
A minha vida é mais vidas, se desfaz o vagão de pensamentos, pois jaz em minhas veias o sorriso e o aconchego de vidas que são minhas, quase sem perceber mesmo ao perecer desconhecia o rebento realizar de ser mãe.
Logo deito aos pés da cama, respiro fundo, vejo um filme...
No início um grande dom, o de amar, o de querer, logo, o desprezar que me foi preciso para crescer e em seguida reviver o mais belo sentimento que há quando se pode enxergar a perfeição de proferir a palavra filho.
Presentes que nos são dados na mais enfurecida necessidade de aprendermos com nossas próprias falhas.
Assim no mais profundo desejo de me encontrar por não mais pensar em chorar, e ainda assim soluçar por pensar que ainda há de representar cada peça a se quebrar e novamente montar.
Cairei quantas vezes me for permitido cair, levantarei quantas vezes me for possível levantar, e cada vez que eu cair, levantarei mais forte para por fim colocar a última peça desse infinito quebra cabeças que é viver.

Érwelley C. de Andrade ALBDF
Inserida por erwelley
1 compartilhamento

É inexplicável quando somos abatidos por tamanha desordem emocional a qual todo o mundo ao redor se dispersa e passa a ser apenas mundo. Onde pessoas são verdadeiramente humanos, professores são bravamente guerreiros e crianças são singelamente anjos...

Érwelley C. de Andrade ALBDF
Inserida por erwelley

“Pensamento”

Deveras fosse apenas pra nascer e morrer, não haveria motivos para sorrir, chorar e crescer. Em harmonia com o Criador, somos seres criados com poder de escolhas, no qual as fazemos conforme nos é emitido à conjunção pessoal com o sonho de ter não apenas passado pela terra, mas sim, na absoluta convicção de que nascemos para construirmos verdadeiros alicerces para os próximos habitantes.

Érwelley C. de Andrade ALBDF
Inserida por erwelley

De repente, assim sem esperar, bem coisa de destino um certo anjo aparecerá, o amor falará mais alto e tudo será magicamente explicado. As razões não precisam ser explicadas, apenas aceitas conforme manda o coração. Os passos que nos faz retroceder são os mesmos passos de aprender, tais lições que a vida singela ou bruscamente nos traz. As pedras tendem a se encontrar, quem dirá um amor quando está escrito nas estrelas para acontecer!

Em homenagem a minha amiga" Jéssica Silva"

Érwelley C. de Andrade ALBDF
Inserida por erwelley

Hoje eu não sou eu, não estou bem... Queria ficar a beira de uma ferrovia esperando calmamente o próximo trem....

Érwelley C. de Andrade ALBDF

No barulho do Mar...



Por todos os caminhos que eu andar, de todas as histórias que contar, eu caminharei cantarolando o quanto foi bom amar. Se por todos os rios eu quiser me afogar, lembrarei que é bem melhor nadar do que morrer no mar porque embora minha alma queime de tristeza por tanto desprezar, saberei que meu desejo é viver para te buscar.
Apesar das águas calmas e tranqüilas dominando meu olhar e por mais brilhantes e cristalinas que sejam as ondas do mar, mais envolventes que o barulho do vento no ar, saberá amor, que beleza alguma em ti irá comparar.
Lentamente sigo meu rumo, levando da margem e caminho a pensar, quão misteriosa é a vida que deságua dentro do meu coração me fazendo chorar.
Nas horas de maior atrito interior, me reprimo em questionar: Porque foi embora pra nunca mais voltar?
Por todas as cidades que eu passar, em todos os olhares que eu fixar, sei ao certo que meu coração jamais se enganará, deveras fosse um passarinho cantante a beira do mar, um rouxinol entoando a canção do amar, ainda assim não saberia as notas do amor que sinto dentro alma pra te enfeitiçar.
Entre meio a milhares de vozes, no maior e mais profundo entoar, sentirei falta de apenas uma face, do vazio de apenas um olhar, do perfume do mais nobre a exalar e darei por fim a minha vida em troca de algum dia contigo estar.

Érwelley C. de Andrade ALBDF
Inserida por erwelley
1 compartilhamento

Ventos do espírito



As rajadas dos ventos da vida por pouco não despedaçam minha alma,
transpassam meu coração como espadas de dois gumes, perfuram minhas veias
infiltrando aço derretido.
Que espécie de ser sou eu? Que passos estou dando?
Em direção ao que? Porque que estou lutando?
Em matéria morta estou me tornando e logo morrerei a míngua
de quem pouco fez questão que eu existisse.
Pó, terra podre e morta é o que serei para os que com lágrimas de costume
bandido serei plantada e regada.
Enquanto aqui estiver, tratarei de me recompor, de sorrir pra vida
sem muito temor, de modo que todos visem o que de fato sou.
Ser humano com e sem valor, dependendo de com quem eu ando e com quem estou.
Não! Ser diferente pelo que fui criada e igual pelo que fui formada.
Com um sopro eu nasci, de um suspiro morrerei.
E no fim o que restará senão retalhos de uma vida reprimida,
revirada e definida por frangalhos de esperança ilusionista.
E o que de mim, aqui restar, será para retificação e continuação de uma história...
Apenas mais um capítulo bruto e lapidado ilustrado por mais uma atriz em relapsos na memória.

Érwelley C. de Andrade ALBDF
Inserida por erwelley
1 compartilhamento

Independente de Cor

Insensatez causadora de rumores e dor,
Retrato da amargura que dispersa rancores e horror.
Somos brancos, somos negros, somos humanos,
De todos os gênios, de todos os medos,
Semelhantes a Deus, reflexos de amor.
Quem de fato pode levantar a voz e replicar ser o melhor?
Quem de fato num relapso pode definir de que cor eu sou?
Fosse à cor da pele um defeito, um pavor!
Não! Somos todo um só povo, uma só batalha, a favor do amor.
O social me diz igual, o bem e o mal dizem quem sou.
Ao ser quem sou, logo reflito, levando as marcas de uma nação
Que levo a honrar de coração.
Capazes e conflitantes, envolventes e deprimentes,
De cor independem.
As aflições de uma gente que lá de cima vira uma,
Nem imaginam ser dementes, os que pensam diferente.
Quem foi que disse que sou comum?
Quem é que prova ser mais um?
Somos brancos, amarelos, negros pardos, somos gente.
Muitos não entendem, poucos compreendem,
De que matérias foram criadas, de onde fomos formados...
Criaturas definidas, cada uma na missão, de vir á terra,
Viver a vida com razão, honrando a pulso a nação.
Não difere cor, não nos é permitido renegar as raízes.
As raízes que refletem a nossa face, a nossa raça,
Nosso valor.
Ser humano, ser complexo, ser aflito ser pensante,
Ser errante, ser amante, ser que busca a diferença,
Que sonha a esperança, se apega na lembrança,
Seguindo os passos dos iguais, independente de que cor.

Érwelley C. de Andrade ALBDF
Inserida por erwelley
1 compartilhamento

Sinto como se uma brasa queimasse meu coração.
Como se uma espada afiada cortasse meu ser.
Palavras que magoam, olhares penetrantes que congelam,
Suspiros de sufocamento.
Meu coração está doente e não há cura para doenças
terminais

Érwelley C. de Andrade ALBDF
Inserida por erwelley

"Ser humano é muito difícil" Antes fosse um anjo que observa e realiza desejos. Antes fosse um imortal que ao certo saberia seu status eterno. Mas não! Nasci humana e pra aprofundar minha satisfação, sou poeta dos amores"

Érwelley C. de Andrade ALBDF
Inserida por erwelley

Sempre que eu chorar vou lembrar de você, seja qual for a razão. Chorar não porque fico triste, mas porque a emoção de estar contigo produz as melhores lágrimas de gratidão que inigualáveis são, tocando fundo meu coração.

Érwelley C. de Andrade ALBDF
Inserida por erwelley

Quem sou eu?
Sou quem o injusto,
o invejoso,
o falso,
o preconceituoso,
o hipócrita e o mentiroso
jamais serão.
Sou meu próprio espelho,
olho no meu olho e vejo meu coração.

Érwelley C. de Andrade ALBDF
354 compartilhamentos

Amar a dois...

Quando eu era, pensei não ser,
Quando eu tinha não quis saber,
Um dia inteiro pra dizer,
Mas sequer pude entender.

Os olhares misturados,
Tanta coisa pra viver,
Pouco pude observar,
Os detalhes em você.

As palavras eram ocas,
As atitudes corriqueiras,
Não valiam os esforços,
Não tinha tempo pra perder.

O tempo foi passando,
A saudade foi chegando,
A tristeza aumentando,
Já não tinha mais você.

O que menos esperava,
Logo foi acontecer,
Senti falta do teu beijo,
Do teu cheiro, teu querer.

Tentei mentir pro coração,
Dizer que foi uma ilusão,
Mas não sou eu quem manda em mim,
Quem manda em mim é a emoção.

O dia todo a pensar,
À noite inteira a chorar,
Já não podia me ouvir.
Eu então pude entender,

Tarde demais pra perceber,
Que o amor precisa de um casal,
Amar por dois é impossível,
Amar a dois, fundamental.

Érwelley C. de Andrade ALBDF
Inserida por erwelley

Sou eu mesmo sonho.



Meu sorriso é segredo, de guardar do que o medo me prende no enredo e o calar desespero. Doem as marcas das falhas, grito calada, suspiro por nada.
Amor quem me diz? Se sou infeliz! O passado me cobra a dívida alheia, me culpa e me aponta o dedo na cara, me xinga, me humilha, me faz de palhaça.
Nascer ou passar, não sei mais pra que! A vida é madrasta, me cospe o medo, me faz pesadelo. Caminhos sem volta, as trilhas da morte, me dizem tem sorte de estar na história. História de quem? Caminho pra onde? Tem volta chegada? Ou mais gargalhadas? Sorrisos maldosos! Ninguém me responde, todos querem me ouvir, pois grito bem alto: Eu quero sorrir, eu quero entender me deixem andar, me deixem cair, me mostrem os erros, me deixem viver!
Criança tão grande, mulher infantil, tem medo de gente, seu nome é sutil, fraqueza que a mostra o quanto é forte, pra chorar e sorrir sem temer a morte.
Os anos se passam as voltas da vida, os rumos tomados, caminho escolhido, destino ou escolhas, veredas e ventos, quer seja o nome, destino ou estrada, da vida que tratam, a vida relata, são todos os mesmos, em busca do nada.
No fim quem me diz quem vence quem perde, pra que tanta marra, pra que tanta espera, o sopro tem pressa, a vela se apaga, o vento que sopra me mostra a verdade,
Sou tudo sou nada, depende de mim, depende da escolha, do certo do errado.
Sou filha do tempo, sou face do espelho, prevalecer é viver, desistir é dizer: Eu sou o desespero.
Se aqui ainda estou, algo me espera, sendo os galhos do trigo, ou as folhas da flor,
Não importa o espinho, não importa a dor, o caminho eu sigo, seja ele qual for.
As veredas são muitas, os sonhos maiores, o coração grita alto querendo vencer, o corpo desiste, o espírito implora, a alma persiste, viver e viver, não vá ainda embora, não quero morrer!

Érwelley C. de Andrade ALBDF
Inserida por erwelley
1 compartilhamento

Alma

A alma conversa,
Diz-me e expressa.
A alma aflora,
Dependo do agora.
A alma reclama
Da dor e da fama,
A alma replica
E comigo grita.
A alma ignora
Passado e futuro,
A alma é presente,
A alma é a hora.
A alma labuta,
A alma reluta,
A alma invade,
A alma alarde,
A alma covarde.
A alma me assusta,
A alma me ofusca,
A alma me empurra,
A alma me busca.
A alma é a dor,
A alma é o amor,
A alma é a força,
A alma é o terror,
A alma é a morte,
A alma é a sorte.
A alma é o fogo
Que queima meu ser,
A alma é o medo
A alma é o querer,
A alma é a face,
A alma é você.

Érwelley C. de Andrade ALBDF
Inserida por erwelley

A estagnação da vida faz mal e a fadiga.


A alma reflete o sentido do que somos no mais absoluto inconsciente,
As forças vitais que ligam os sonhos são complexas, porém inovadoras.
A estagnação traz angústia ao coração, dor ao corpo, refletindo na morte da fé.
Marcas devem ser seguidas à risca, destinos devem ser traçados e realizados,
No mais vasto mundo de pensar, proponho-me a inventar minha própria saída.
Sou dona do meu sentir, sou livre com meu pensar, jamais serei prisioneira do sofrimento insignificante.
Se sofrer, será por querer, se chorar, será por lembrar, por ver, por amar.
Ao observar meus descendentes, vejo do que sou formada, vejo luz, vejo brilho,
Vejo alva.
Meus genitores são magnânimos, são grandiosos, é minha matéria prima, é forma única no mundo.
O cheiro que se faz na conjunção de um nascer, a peça que une minha razão de existir e me sobrepor aos demais meios de sobrevivência.
Deveras que eu fosse apenas uma folha seca, ainda assim seria fruto da imaginação do Criador. Seria um ponto a ser visto sob a face terrestre.
O agora me permite ser eu mesma, entre folhas de papel e a mistura de pó e ilusão.
Simples para quem ver inacreditável para quem crer.
Os meus olhos me permitem enxergar no mais profundo do que sou, ao fechá-los, estarei entrando na mais completa e absoluta escuridão da alma.
Não me permitirei selar somente em versos a minha missão, as palavras necessitam voar o mais alto que lhes forem permitidos voar, envolver em seus laços os corações e respirar as emoções.

Érwelley C. de Andrade ALBDF
Inserida por erwelley
1 compartilhamento

Parte de Mim


Parte de mim sente uma vontade intensa de correr pros teus braços e te beijar na boca.
Parte de mim sente tanta raiva de você que passaria o dia inteiro brigando feito uma louca.
Parte de mim te quer pra sempre num momento que jamais deixaria de te sentir.
Parte de mim chora quando tento te fazer ao menos, me ouvir quando digo: Pare de mentir!
Parte de mim grita e chama teu nome a noite inteira e clama!
Parte de mim quer que você mantenha longe do meu corpo essa chama!
Parte de mim quer ser forte e dizer adeus de verdade.
Parte de mim diz adeus em partes.
Parte de mim não se contenta com suas frases curtas do alfabeto.
Parte de mim quer te ouvir soletrar todo amor do universo!
Parte de mim deseja que o tempo passe o mais depressa possível pra acalentar minha dor de te querer e não te ter.
Parte de mim sabe que passe o tempo que passar, meu coração vai acelerar toda ver que você me olhar e sei, jamais deixarei de te amar.
Parte de mim se pergunta o tempo inteiro: Será que sou complicada demais ou será que ele não me entende mais?
Parte de mim responde: Se for amor, não importa as minhas fases, ele sempre vai fazer parte de cada uma decorando meus detalhes.
Parte de mim sente saudade, mais tanta saudade que não consigo controlar os suspiros que me invadem.
Parte de mim permite que a tristeza entre, se aconchegue e me faça chorar até muito tarde.
Parte de mim me pede pra desistir, pra de uma vez por todas entender que não amo mais você.
Parte de mim faz meu corpo arrepiar de vontade de correr pros teus braços e flutuar ao entender, que juntos formamos o amor, eu e você.
Parte de mim no mais profundo do sentir, repete várias vezes por segundo o quanto preciso dos porquês e dos entenderes...
Parte de mim entende perfeitamente que o amor tudo espera, o amor compreende, o amor tem por sua vez seus pormenores.
Parte de mim me convence que sou insana, que por mais que eu tente não serei igual a ninguém, porque de iguais o mundo está farto.
Parte de mim deseja neste exato momento te segurar em meus braços, olhar nos teus olhos e te chamar de fiasco.
Parte de mim não agüenta mais fazer divisão de partes incertas.
Parte de mim te ama te espera, no tédio, no amor, me completas.

Érwelley C. de Andrade ALBDF
Inserida por erwelley
1 compartilhamento

Eu cai, chorei, me humilhei e orei.
Deus me ouviu, me levantou e me sustentou.
Eu decidi, me esforcei e batalhei.
Deus escreveu, determinou e me guardou.
Eu segui em frente, fui valente e perseverei.
Deus me ungiu, me garantiu e preparou.
Eu cheguei no alto com a vitória que o Senhor me prometeu, ergui os braços e agradeci o presente que Deus me deu.

Érwelley C. de Andrade ALBDF
Inserida por erwelley

Pensamentos


Os pensamentos vêm e vão como maldizes de algum opróbrio.
Devaneios da mente em forma de escuridão eterna.
Não convém que eu me oponha aos que gritam tão alto quanto estou triste.
De nada me adiantaria fingir não tê-los, não querê-los, não desejá-los.
Pensamentos que machucam meu coração de maneira tão cruel que ao menos
Posso respirar.
Restam-me então, os suspiros da dor, do mal do amor, da agonia que em sua mais
Alta dosagem, torna minha alma leve, triste, chorosa, sonolenta, soluçante.
Malditos pensamentos que torturam minha ideias de renúncia, de amor-próprio,
Me impedem de dizer, me obrigam a ser.
Quem sou, quem quero ser, quem posso ser... Mesmo sem querer.
Infames pensamentos de ilusão, repetitivos e insistentes, invasivos e pertinentes,
Dominadores, convincentes, fracos, doentes.
O espelho até insiste em sussurrar-me algo que me faça enxergar um palmo debaixo do nariz. Logo, vejo olhos negros, foscos, sem brilho, sem cores, sem marcas, rancores.
O que vejo são cicatrizes de um pesadelo indeterminado, conto falho de um coração em frangalhos.
Adormeço, o que sinto, penso, a calmaria do corpo será instantânea, será errônea.
Deveria por um momento esquecer-me, acalentar-me, no entanto, inconsequentes pensamentos persistem
Em dominar meu ser, perseguindo meus passos, envolvendo meus ossos, rompendo meus laços, me obrigando a você.

Érwelley C .de Andrade ALB/DF.

Érwelley C. de Andrade ALBDF
Inserida por erwelley
1 compartilhamento

Porque não você? ... Será porque?


Porque cansei de chorar?
Uma hora a fonte seca.
Porque parei de ligar?
Até a paciência descarrega.
Porque cansei de sofrer?
Ser feliz não dói.
Porque não sinto mais saudade?
Existem milhões de pessoas no mundo.
Porque estou mais bonita?
Percebi que estou mais viva do que nunca.
Porque apaguei você da minha vida?
Borracha serve para apagar rabiscos.
Porque agora você me quer?
Porque é de praxe humana querer aquilo que não tem.

Érwelley C. de Andrade ALB/DF.

Érwelley C. de Andrade ALBDF

Já não sei mais o que fazer Senhor! Apressa-te em acudir-me!
Assim como temos tempo para todas as coisas debaixo do sol,
eu gostaria de ter um tempo pra mim, só pra mim... Tempo!
Preciso entender o meu coração. Saber o que sinto, se amo ou não!
Senhor, só Tu entendes o meu pesar, então conforta meu caminhar.
Amém.

Érwelley C. de Andrade ALBDF
Inserida por erwelley

Se existir um sonho que ainda não alcancei, este eu desconheço, porque de todos os desejos que almejei, todos os alvos que tracei, até os impossíveis conquistei, porque ao nascer, morri, ao crescer, venci, ao sonhar, acordei, ao acreditar, realizei.
Missão, filhos, livros, poesia, amigos, família e um amor que jamais esquecerei.
Pois, De uma certeza nasci, de uma missão á cumprir, de passos a seguir, filha do Rei eu sei!

Érwelley C. de Andrade ALBDF
Inserida por erwelley

Em alguns momentos da vida, é preciso passar por cima de dores quase impossíveis de curar, usando a capacidade incapaz de sorrir por fora mesmo chorando por dentro, para que os curativos sejam de fato eficientes.

Érwelley C. de Andrade ALBDF
Inserida por erwelley

Ninguém conhece os por menores do coração humano, exceto quando ele quer ser reconhecido.

Érwelley C. de Andrade ALBDF
Inserida por erwelley

O que é melhor, chorar por não conseguir ser forte e da vida apanhar ou fingir ser forte e não chorar por medo de errar?

Érwelley C. de Andrade ALBDF
Inserida por erwelley