Quem falou que poesia e redes sociais não combinam? Inúmeros escritores nacionais estão usando o universo online para divulgar o seu trabalho e cultivar novos leitores para o gênero.

Selecionamos, abaixo, uma lista de poetas brasileiros contemporâneos que estão fazendo sucesso nas redes, para você acompanhar agora mesmo:

1. Conceição Evaristo

Conceição Evaristo (1946)

Instagram: @conceicaoevaristooficial

Nascida em Belo Horizonte, em 1946, a autora é conhecida principalmente pelos seus romances, entre os quais se destacam Ponciá Vicêncio (2003) e Insubmissas lágrimas de mulheres (2011).

Contudo, as suas composições poéticas também têm conquistado cada vez mais admiradores, refletindo sobre escrita, identidade e memória, à luz de questões raciais, de classe e de gênero.

Quando eu morder
a palavra,
por favor,
não me apressem,
quero mascar,
rasgar entre os dentes,
a pele, os ossos, o tutano
do verbo,
para assim versejar
o âmago das coisas

2. Fabrício Carpinejar

Fabrício Carpinejar (1972)

Instagram: @fabriciocarpinejar
Twitter: @CARPINEJAR

Jornalista e célebre autor de poemas e crônicas, Carpinejar nasceu em 1972, no Rio Grande do Sul. Seu trabalho tem se popularizado através de várias intervenções na mídia, como a presença no programa Encontro com Fátima Bernardes, da Rede Globo.

Repletos de lirismo, seus versos são atravessados por humor e imagens do cotidiano, garantindo uma perspectiva singular acerca da realidade.

O riacho é um cavalo líquido,
a pedra é um cavalo preso.
As borboletas são flores com abelhas dentro.
Liberdade é apenas mudar a forma,
o que não diminui a solidão
do nascimento.

3. Bráulio Bessa

Bráulio Bessa

Instagram: @brauliobessa
Twitter: @brauliobessa

Outra presença de destaque no Encontro, da Rede Globo, o poeta e cordelista nordestino, nascido em 1985, já é um nome fundamental na poesia contemporânea brasileira.

Autor de livros que bateram recordes de vendas, como Poesia com Rapadura (2017) e Poesia que Transforma (2018), Bráulio Bessa é conhecido pelos versos de resiliência e motivação que inspiram o público.

Seja sempre inquieto
e vez por outra paciente
parece meio contraditório
soa meio diferente
às vezes pisar no freio
também é andar pra frente

4. Gregorio Duvivier

Gregorio Duvivier (1986)

Instagram: @gduvivier
Twitter: @gduviver

O escritor, ator e humorista carioca, nascido em 1986, se destacou para o grande público através da sua participação no canal de YouTube Porta dos Fundos.

Além de assinar uma coluna na Folha de S.Paulo, Duvivier também já publicou várias obras de poesia como A partir de amanhã eu juro que a vida vai ser agora (2008) e Ligue os pontos - Poemas de amor e Big Bang (2013).

o bairro de botafogo
se fosse um senhor
usaria óculos fundo
de garrafa e daria
bom-dia aos pássaros
cantores que já não
moram na varanda.

5. Alice Ruiz

Alice Ruiz

Instagram: @aliceruizs

A poeta, tradutora e compositora, nascida em Curitiba no ano de 1946, publicou obras de vários gêneros literários, mas é celebrada sobretudo pela sua poesia.

Sua lírica se caracteriza pela linguagem coloquial e o uso de versos curtos, revelando a influência do haiku, um estilo de poesia japonesa breve que sobrepõe duas ideias ou imagens.

sou uma moça polida
levando
uma vida lascada

cada instante
pinta um grilo
por cima
da minha sacada

6. Sérgio Vaz

Sérgio Vaz

Instagram: @poetasv
Twitter: @poetasergiovaz

O poeta e produtor cultural, residente em São Paulo, nasceu em 1964 e começou por publicar seus livros de forma independente.

Criador de eventos literários que divulgam a poesia junto do público, seus versos estão ancorados na vida cotidiana, narrando as experiências das comunidades periféricas e trazendo palavras de motivação para os seus leitores.

Se você faz tudo sempre igual
é seguro que nunca se perca,
mas é possível que nunca se ache.

7. Angélica Freitas

Instagram: @sereiaaserio

Nascida em 1973, a poeta, editora e tradutora do Rio Grande do Sul se consagrou com a obra um útero é do tamanho de um punho (2013).

Seus versos abordam temas relacionados com a memória, a infância e as emoções humanas, mantendo também um olhar atento às questões sociopolíticas do país e do mundo, a partir de um ponto de vista feminino.

meu avô não gostava de agosto
dizia agosto mês de desgosto
quando passava dizia agora não morro mais

8. Ryane Leão

Instagram: @ondejazzmeucoracao

Nascida em 1989, a poeta e ativista começou a ser conhecida pelo público nacional através dos textos que publicava na internet. Em 2017, a autora lançou o sucesso de vendas Tudo Nela Brilha e Queima.

As suas composições se debruçam sobre as vivências das mulheres, trazendo mensagens inspiradoras de empoderamento, autoestima e resistência.

eu sou um monte de
constelações
brilhando e ardendo
mas nem todo mundo
sabe ver

ou só vê a parte que arde
ou só vê a parte que brilha

9. Arnaldo Antunes

Arnaldo Antunes

Instagram: @arnaldo_antunes
Twitter: @arnaldo_antunes

Um artista multifacetado, o músico e compositor que integrou as bandas Titãs e Tribalistas já escreveu diversos livros de poesia.

Seus versos se destacam pelo uso criativo da linguagem, por exemplo, através de jogos de palavras, assumindo influências da Poesia Concreta e da Poesia Marginal.

estamos sob o mesmo teto
secreto
onde o sol indesejável é barrado
eu e você
sob o mesmo nós
dois, sóis
sob o mesmo pôr
(o enigma do amor)
do sol
onde todo contorno finda
estamos
sob a mesma pálpebra
agora
já e ainda
intactos de aurora.

10. Igor Pires da Silva

Instagram: @igorpires__ e @textoscrueisdemais
Twitter: @heyaigu

Um paulista radicado no Rio de Janeiro, o escritor e publicitário ficou famoso através da criação do projeto literário Textos Cruéis Demais para Serem Lidos Rapidamente.

Aquilo que começou como uma página no Instagram, acabou virando um livro com o mesmo nome que bateu recordes de vendas em 2018. Seus poemas trazem reflexões sobre a vida e o amor, entre outras temáticas universais que cativam os leitores.

com minha fome de mundo,
qual amor preenche a
lacuna de viver se jogando
em tudo que me requer
êxtase, empatia e, sobretudo,
coragem?

11. Augusto de Campos

Augusto de Campos

Instagram: @poetamenos

Nascido em 1931, o escritor, tradutor e crítico de São Paulo é dos mais importantes nomes do Concretismo brasileiro, uma corrente vanguardista que surgiu durante a década de 50.

Subvertendo as regras de sintaxe e a tradição, suas composições jogam com os aspetos visuais, espaciais e gráficos da poesia.

Poema Lixo de Augusto de Campos

12. João Doederlein

Instagram: @akapoeta
Twitter: @akapoeta

O jovem poeta brasiliense nasceu em 1996 e já garantiu o seu sucesso junto do público nacional. Popularizados através das redes sociais, seus textos combinam várias referências e se debruçam sobre temas vastos e atuais como a saúde mental e os relacionamentos amorosos.

Conhecer você
fez tempestar dentro de mim.
Mas te ver acordar
é ver o sol nascer
de novo.

13. Letrux

Letrux

Instagram: @leticialetrux

A cantora, compositora e atriz carioca, nascida em 1982, iniciou a sua carreira literária no ano de 2015. Na sua segunda obra, Tudo que Já Nadei (2021), a autora combina poemas, contos e aforismos.

Servindo-se o verso livre, seus poemas mantêm um cariz narrativo e se focam em questões cotidianas e reflexões profundas.

até lá
vou orquestrando estar viva
desafinando
tomando esporro do maestro

14. Lucão

Lucas Brandão é um publicitário e escritor que começou a publicar seus textos na internet em 2006. Desde então, ele lançou diversas obras de poesia, crônicas e romance.

Seus versos se destacam pela simplicidade e pelos jogos de palavras, através de uma linguagem próxima da oralidade e diversas temáticas focadas na vida cotidiana.

Instagram: @lucaoescritor
Twitter: @lucaoescritor

Viver é uma eterna despedida
do que somos agora
para o que vamos ser
em seguida.

15. Mel Duarte

Mel Duarte

Instagram: @melduartepoesia

A poeta, slammer e produtora cultural paulista é uma das organizadoras do Slam das Minas e ficou conhecida, sobretudo, pelo livro Negra Nua Crua (2016).

Seus versos fortes e emocionantes veiculam mensagens sociais valiosas acerca da sua experiência enquanto mulher negra no Brasil. Atenta às desigualdades, a escritora promove valores como a diversidade e o amor-próprio.

Escrevo pra sobreviver
e sobrevivendo eu luto
escrevo se adoeço
e escrevendo me curo

16. Pedro Salomão

Instagram: @salomaopedro

Autor do êxito literário Eu tenho sérios poemas mentais (2018), o escritor carioca se popularizou através dos textos que publica no seu perfil de Instagram.

Seus versos conquistam pela sinceridade e intimismo: através da poesia, Salomão exprime emoções e sentimentos que temos, muitas vezes, tendência a reprimir ou esconder dos outros.

Quando você ama minhas ideias,
Eu me sinto também abraçado.

17. Saulo Pessato

Instagram: @saulo_pessato
Twitter: @poesiareclamada

Criador da página Poesia Reclamada, o autor e educador brasiliense lançou o seu segundo livro, No Jardim Das Borboletas em 2016.

Seus versos se focam, principalmente, na plenitude do sentimento amoroso e suas várias experiências: a paixão, a separação, a saudade e muito mais.

paixão
é evento
amor é cotidiano

18. Zack Magiezi

Instagram: @zackmagiezi
Twitter: @zackmagiezi

Com uma multidão de seguidores nas suas redes sociais, o autor de São Paulo tem sido apontado como um dos poetas nacionais mais famosos da atualidade.

Através de poemas inspirados pelo cotidiano, os versos de Magiezi geram um sentimento de identificação em muitos leitores, abordando emoções corriqueiras e grandes questões existenciais.

desde que a minha vida
saiu dos trilhos
sinto que posso ir
a qualquer lugar.

Aproveite para ver também: