Buda

1 - 25 do total de 144 pensamentos de Buda

Nossa existência é transitória como as nuvens do outono. Observar o nascimento e a morte do ser é como olhar os movimentos da dança.
Uma vida é como o brilho de um relâmpago no céu. Levada pela torrente montanha abaixo.

Não é justo aquele que julga às pressas, ou usa da violência; o sábio serenamente considera o que é certo e o que é errado.

Buda
Dhammapada, verso 256.

Não há, nunca houve, nem nunca haverá um homem que seja sempre censurado, ou um homem que seja sempre louvado.

Buda
Dhammapada, verso 228.

O que somos é consequência do que pensamos.

Tudo o que é passageiro é uma ilusão que nos vem incomodar.

O homem implora a misericórdia de Deus mas não tem piedade dos animais, para os quais ele é um deus. Os animais que sacrificais já vos deram o doce tributo de seu leite, a maciez de sua lã e depositaram confiança nas mãos criminosas que os degolam. Ninguém purifica seu espírito com sangue. Na inocente cabeça do animal não é possível colocar o peso de um fio de cabelo das maldades e erros pelos quais cada um terá de responder.

Um homem só é nobre quando consegue sentir piedade por todas as criaturas.

Buda

Nota: Trecho adaptado do verso 270 do "Dhammapada".

Todos os seres vivos tremem diante da violência. Todos temem a morte, todos amam a vida. Projete você mesmo em todas as criaturas. Então, a quem você poderá ferir? Que mal você poderá fazer?

Tudo o que somos é resultado do que pensamos.

O Eu é o mestre do eu. Que outro mestre poderia existir?
Tudo existe, é um dos extremos.
Nada existe é o outro extremo.
Devemos sempre nos manter afastados desses dois extremos,
e seguir o Caminho do Meio.

Por mais que na batalha se vença um ou mais inimigos, a vitória sobre si mesmo é a maior de todas as vitórias.

Buda
Dhammapada, verso 103.

Feliz aqueles cujo conhecimento é livre de ilusões e superstições.

Pratiquem a bondade, não criem sofrimento, dirijam a própria mente. Esta é a essência do Budismo.

Abaixo da iluminação, só há dor.

Sede vosso próprio guia e vosso próprio archote.

Eleva os olhos, permitindo que o teu espírito
voe em busca de luz...

No alto há paz
E louvores que balsamisam dores
Os Anjos dedilham a canção sonora que acaricia e enleva,
confortando corações...

Permita-se ouvir...
Envolva-te em oração, adorando...

E a beleza infinita que a tudo perscruta, ao reconhecer tuas asas,
derramará sobre ti o óleo sagrado que purifica, perfuma e mantém
vivo o Amor Sublime...

Buda

Nota: Autoria não confirmada

Não deseje e não sofra! O desejo é a alma do sofrer.

O segredo da saúde mental e corporal está em não se lamentar pelo passado, não se preocupar com o futuro, nem se adiantar aos problemas, mas viver sabia e seriamente o presente.

A vida não é uma pergunta a ser respondida. É um mistério a ser vivido.

Onde quer que viva, esse é o seu templo, se o tratar como o tal.

Não vou dizer a vocês que as coisas são de um jeito ou de outro; mas, se vocês são reais, onde estão? E, se o mundo é real, onde está?

Jamais, em todo o mundo, o ódio acabou com o ódio; o que acaba com o ódio é o amor.

Buda
Dhammapada, verso 5.

Há cinco coisas neste mundo que ninguém pode realizar: primeira, evitar a velhice, quando se está envelhecendo; segunda, evitar a doença, quando o corpo é predisposto à enfermidade; terceira, não morrer quando o corpo deve morrer; quarta, negar a dissolução, quando, de fato, há a dissolução do corpo; quinta, negar a extinção, quando tudo deve extinguir-se.

Buda
A Doutrina de Buda

Aqueles que buscam a Iluminação devem sempre se lembrar da necessidade de manter constantemente puros o corpo, a fala e a mente. (...) A mente impura segue atos impuros e estes trarão sofrimentos. Assim, é de suma importância que se conservem puros a mente e o corpo.

Buda
KYOKAI, Bukkyo Dendo. The Teaching of Buddha (1966).

Nota: Inspirado em Anguttara Nikaya III.123.

...Mais

Os quatro procedimentos corretos são: primeiro evitar o início do mau. Segundo, eliminar todo o mal, tão logo apareça. Terceiro, induzir que se façam boas ações. Quarto, estimular o desenvolvimento e prosseguimento das boas ações que já começaram. É de suma importância que se pratiquem estes quatro procedimentos.