Textos Budistas: Não há, nunca houve, nem nunca haverá...

Não há, nunca houve, nem nunca haverá um homem que seja sempre censurado, ou um homem que seja sempre louvado.... Frase de Textos Budistas.

Não há, nunca houve, nem nunca haverá um homem que seja sempre censurado, ou um homem que seja sempre louvado.

3 compartilhamentos
Inserida por agf