Biografia de Buda

Buda

Buda, que em hindu significa “Iluminado”, foi o título dado ao líder religioso Siddhartha Gautama, que viveu na Índia entre os séculos VI e V a. C. É considerado o fundador do budismo.

Buda

Buda nasceu por volta de 563 a. C. em Kapilavastu, capital do reino de Sakya, na futura fronteira da Índia com Nepal. Filho do rei da dinastia Sakya, recebeu educação requintada, sendo preparado para ser um guerreiro e líder político.

Diz a tradição que, uma noite antes do parto, sua mãe sonhou que um elefante branco lhe penetrava o ventre. Os brâmanes interpretaram que a criança se tornaria um monarca universal, um “buda”.

Infância e juventude

O nascimento de Siddhartha se deu nos jardins de Lumbini, quando sua mãe se dirigia para a casa paterna para dar a luz, onde até hoje se ergue um monumento comemorativo.

O pai o educou com abundância e luxo, encorajando-o a tornar-se seu sucessor. Muito inteligente, o menino era chamado de “Sakya Míni” – o sábio de Sakya.

Co 16 anos, Buda casou-se com sua prima Yaçodhara, que lhe deu um filho de nome Rahula.

A busca da verdade

Segundo os textos sagrados, Siddharta estava com 29 anos quando saiu do palácio em sua carruagem, com o cocheiro Channa. Pela primeira vez na vida, encontrou um velhinho e o cocheiro lhe informou que a velhice era o destino de todo homem.

No outro dia, viu um doente e ficou sabendo que o homem está sujeito a doenças e padecimentos. Outro dia ele descobriu a morte. Outro dia pode ver um asceta com seu rosto sereno.

A interpretação simbólica desses quatro sinais: a velhice, a dor, a morte e a superação é a base do Budismo.

Ficou desapontado com os problemas da maior parte dos hindus, que vivia sofrendo com a fome e a miséria e acreditando numa existência melhor, que viria depois da morte, praticavam toda sorte de mortificações.

Siddhartha, que já vivia meditando, resolve partir para uma vida de andarilho em busca de explicações para o enigma da vida. Meditando durante 49 dias sob a sombra de uma figueira – árvore sagrada para os hindus, Siddhartha teve a experiência da iluminação- o nirvana.

Resolveu rumar para a cidade de Benares, à margem do rio Ganges, a fim de transmitir seus ensinamentos. Passou a ser tratado por “Buda”, e durante 45 anos pregou sua doutrina por todas as regiões da Índia.

Buda teve que enfrentar não só a hostilidade de outras religiões mais antigas como também várias tentativas de assassinatos, por parte de seu primo, que almejava seu lugar.

Buda queria servir de exemplo para outras pessoas em busca da salvação do espírito e do caminho para atingir o Dharma – processo de amadurecimento e plena realização espiritual.

Buda faleceu em Mallas, Kushinagar, Índia, por volta de 483 a. C.

Acervo: 146 frases e pensamentos de Buda.

Frases e Pensamentos de Buda

Não acredite em algo simplesmente porque ouviu. Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito. Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos. Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade. Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração. Mas, depois de muita análise e observação, se você vê que algo concorda com a razão e que conduz ao bem e benefício de todos, aceite-o e viva-o.

Buda
26 mil compartilhamentos

Somos o que pensamos. Tudo o que somos surge com nossos pensamentos. Com nossos pensamentos, fazemos o nosso mundo.

Buda
6.8 mil compartilhamentos

Um amigo falso e maldoso é mais temível que um animal selvagem; o animal pode ferir seu corpo, mas um falso amigo irá ferir sua alma.

Buda
33 mil compartilhamentos

A paz vem de dentro de você mesmo. Não a procure à sua volta.

Buda
5.5 mil compartilhamentos

É melhor conquistar a si mesmo do que vencer mil batalhas.

Buda
3.7 mil compartilhamentos