Amigas de Infância

Cerca de 8 frases e pensamentos: Amigas de Infância

Lembranças da infância




Ainda lembro do cheiro da chuva,
Das brincadeiras com as amigas
Do cheiro da comida,
Nas panelas que minha mãe preparava enquanto eu estudava.
Dos sonhos de voar de mãos dadas com Peter pan.
Da tentação da lama em me sujar.
De fingir que estava dormindo pra ver se via papai Noel,
Entrando em casa pra me deixar presente de natal.
De abraçar uma amiga que caiu e se machucou.
Das brigas com a irmã pelo pedaço maior do doce!
Do vento da balança em meu rosto!
De correr pra cama da mãe após um pesadelo e achar que
Somente ali nunca mais teria pesadelo!
De pensar que minha vida seria sempre uma eterna infância e
Que eu nunca perderia meu mundo de sonhos e refugio!
De falar pra minha amiga que nada nos separaria e acreditar
Que isso seria verdade!
De achar que todos falavam a verdade por que isso seria o certo
Porque foi isso que meus pais me ensinaram!
Ficar triste quando uma amiga vai embora para outra cidade, sem saber
Que essa sensação ira se repetir milhares e milhares de vezes em minha vida!
De pedir para que sua mãe beije um machucado seu por que acha que beijos
De mãe cura qualquer dor e acreditar que a dor passou!
Brigar com sua irmã, falar que ela é a pessoa mais insuportável do mundo
Mas ficar furiosa quando alguém a magoa e defende-la com unhas e dentes!
Sonhar que quando crescer encontrara um mundo La fora que nem a casinha
De doce do João e Maria.
Achar que o seu príncipe encantado será seu maior defensor e herói.
De chorar em publico sem vergonha de demonstrar sua decepção!
De expressar suas idéias sem medo de critica, e achar que elas seriam assim
Para o resto da vida, sem saber que mudaria de idéia varias vezes em minha
Vida!
Mas o que mais recordo e não consigo ter de volta, é a sensação de viver sem
Medo de ser feliz!

Adriana Poschi
118 compartilhamentos

Sempre tem aquela amiga de infância que nada consegue apagar. Insubstituível, encantadora, essencial. Essas são umas das poucas palavras que eu encontro para descrevê-la. Mexendo em papéis antigos, encontrei cartas que trocávamos a fim de demonstrar o carinho existente na nossa amizade.
Nessas cartas descrevíamos acontecimentos do cotidiano como coisas sobrenaturais e conseguíamos torná-las, não apenas rotinas, mas acontecimentos históricos... Especiais. Agora distante, às vezes sem nenhum tipo de contato, que percebemos a importância e a saudade que ela proporciona. Mas a amizade nos une. A irmandade prevalece.
Irmandade. Talvez seja essa a palavra que melhor descreva uma velha e boa amizade. Mais forte que o tempo e capaz de atravessar a imensidão do espaço e transcender os limites da vida. Ainda lembro-me das palavras e das risadas, das lágrimas e da dor. Foram várias as cartas, todas encantadoras e significativas. Palavras que às vezes releio na expectativa de defenestrar a nostalgia que sinto.
A amizade sincera nunca é esquecida, apenas cristalizada para um momento qualquer. Seus gestos, suas manias, suas brincadeiras, seu nome... Ficará para sempre gravado em minha memória e em meu coração. Jéssica Asami.

Daniela Lopes
62 compartilhamentos

Amizade:

Tua infância
A árvore da amizade
Ter um amigo
A palavra amizade
Amiga
Amizade e tecnologia
Pra ter um amigo...
Carta ao "amigo"

isalindinha10
3 compartilhamentos

Eu tenho as melhores e mais engraçadas das companhias. Tenho amigas de infância, cresceram ao meu lado e mesmo que estão brigando comigo por mais uma vez eu chegar alegremente alcoolizada da balada ou por qualquer idiotice que eu tenha feito, elas permanecem aqui, ao meu lado. Somos tão diferentes, mas tão unidas. Somos irmãs.

- Ana Santos

Umavidaentreparenteses.blogspot.com.br
3 compartilhamentos

Elas não são amigas de infância e tão pouco se conhecem há muito tempo, mas elas se conhecem. A sincronia as vezes é maior do que o esperado, entendem num olhar aquilo que ninguém consegue transparecer com palavras, observam gestos que se quer possuem significados importantes. Elas não estão ali para quando uma errar a outra simplesmente passar a mão na cabeça e dizer que está tudo bem, elas estão ali para meter porrada se necessário, mas no final do dia elas dão o melhor abraço do mundo, aquele que só uma amizade verdadeira pode dar.

Desconhecido
2 compartilhamentos

Meu Porto Seguro que me deu a mão na infância e caminhou comigo a vida toda. Você, Vó, minha amiga, que volta ao tempo e se faz entendida dos nossos diálogos infantis antigamente, das nossas falas... Vó, aqui estou, pra te dizer do meu amor, do meu carinho e da minha eterna gratidão. Infelizmente, o tempo passou e a idade chegou, deixando com certeza a tua marca e o teu companheirismo. Pode ter certeza que hoje, eu sou o mais fino galho desta tua família frondosa. Quero ser teu apoio, teu atalho onde tu encontrarás sempre um abraço dos meus braços cheios de amor pra dar.

Autor desconhecido
Inserida por taisatoller

Simples gestos na vida nos tornam imortais!

Ao reencontrar uma amiga de infância e ouvir seu relato de um evento cotidiano ocorrido há mais de 20 anos, me fez perceber o quanto é importante tocarmos o coração das pessoas.
Na época ela se perdeu no elevador do meu prédio e minha mãe foi resgatá-la. Ao vê-la recordando do sentimento que teve naquele momento em que minha mãe a abraçou acalentando seu medo e oferecendo o conforto do ombro me provou que minha mãe é imortal. Não só para mim que sou sua filha, mas para muitos que a conheceram. Seus gestos e atos ficarão marcados para sempre nos corações das pessoas.
Em seguida ela falou do quanto admira meu pai e me lembrei de que sempre foi assim. Ela pronunciava seu nome com brilho no olhar. Portanto ele já toca o coração das pessoas.
Saber que sou filha de pessoas tão especiais me traz alívio e gratidão. Um exemplo a tentar seguir. PCAR 4/4/2014

Priscilla de Carvalho Avelaira Rosa
Inserida por pcar1973

INFÂNCIA AMIGA
Quando recordo os tempos,
Do cheiro da terra molhada
Lembro dos meus amigos queridos
Que partiram nessa longa caminhada.
Brincadeiras de crianças,
Corre corre no chão,
Sem asfaltos ou mesmo prédios
Era assim o cenário da emoção.
Desfrutamos de pura amizade,
Na infância assim marcou
O que outrora passamos juntos,
E nessa vida foi o que restou.
O futuro veio à galope
Deixando tudo para trás,
Mas o que jamais passará
É a doce e terna lembrança,
Dos risos, das falas de crianças,
Onde almas marcaram,
Resistindo ao próprio tempo
Apagada jamais será.

Nanci Laurino
Inserida por Gilrefatti