Textos para um Professor de Matemática

Cerca de 195 textos para um Professor de Matemática

Os professores da minha escola

A professora de Matemática,
com suas contas complicadas,
falando em equações,
no Teorema de Pitágoras.

A professora de Português,
com seu modo indicativo,
falando em advérbios,
interjeições, substantivos.

A professora de Geografia,
com seus complexos regionais,
falando em sítios urbanos,
em pontos cardeais.

A professora de Ciências,
com seus ensinamentos ecológicos,
falando em evolução,
em estudos biológicos.

A professora de História,
com seus povos bizantinos,
falando na Idade Média,
no Imperador Constantino.

A professora de Inglês,
com seus don't, do e does,
falando em personal pronouns,
na diferença entre go e goes.

A professora de Artes,
com suas obras e seus artistas,
falando em artes ópticas,
em pintores surrealistas.

O professor de Educação Física,
com suas regras de voleibol,
falando sobre basquete,
em times de futebol.

Os professores da minha escola,
com suas matérias que às vezes não entendemos,
falando em todas as coisas,
que aos poucos vamos aprendendo.

Clarice Pacheco
1.6 mil compartilhamentos

Poesia Matemática

Às folhas tantas
do livro matemático
um Quociente apaixonou-se
um dia
doidamente
por uma Incógnita.
Olhou-a com seu olhar inumerável
e viu-a do ápice à base
uma figura ímpar;
olhos rombóides, boca trapezóide,
corpo retangular, seios esferóides.
Fez de sua uma vida
paralela à dela
até que se encontraram
no infinito.
"Quem és tu?", indagou ele
em ânsia radical.
"Sou a soma do quadrado dos catetos.
Mas pode me chamar de Hipotenusa."
E de falarem descobriram que eram
(o que em aritmética corresponde
a almas irmãs)
primos entre si.
E assim se amaram
ao quadrado da velocidade da luz
numa sexta potenciação
traçando
ao sabor do momento
e da paixão
retas, curvas, círculos e linhas sinoidais
nos jardins da quarta dimensão.
Escandalizaram os ortodoxos das fórmulas euclidiana
e os exegetas do Universo Finito.
Romperam convenções newtonianas e pitagóricas.
E enfim resolveram se casar
constituir um lar,
mais que um lar,
um perpendicular.
Convidaram para padrinhos
o Poliedro e a Bissetriz.
E fizeram planos, equações e diagramas para o futuro
sonhando com uma felicidade
integral e diferencial.
E se casaram e tiveram uma secante e três cones
muito engraçadinhos.
E foram felizes
até aquele dia
em que tudo vira afinal
monotonia.
Foi então que surgiu
O Máximo Divisor Comum
freqüentador de círculos concêntricos,
viciosos.
Ofereceu-lhe, a ela,
uma grandeza absoluta
e reduziu-a a um denominador comum.
Ele, Quociente, percebeu
que com ela não formava mais um todo,
uma unidade.
Era o triângulo,
tanto chamado amoroso.
Desse problema ela era uma fração,
a mais ordinária.
Mas foi então que Einstein descobriu a Relatividade
e tudo que era espúrio passou a ser
moralidade
como aliás em qualquer
sociedade.

Millôr Fernandes
1.2 mil compartilhamentos

Eu sempre me fascinei com o matemático indiano Srinivasa Ramanujan. Ele dizia que para resolver seus intricados teoremas era movido apenas pela beleza das equações.
Na poesia também é assim. É uma espécie de exercício do não dizer, mas que nos dilata de beleza quando acabamos de ler um poema.

Hilda Hilst
78 compartilhamentos

Pra que dividir sem raciocinar
Na vida é sempre bom multiplicar
E por A mais B
Eu quero demonstrar
Que gosto imensamente de você

Por uma fração infinitesimal,
Você criou um caso de cálculo integral
E para resolver este problema
Eu tenho um teorema banal

Quando dois meios se encontram desaparece a fração
E se achamos a unidade
Está resolvida a questão

Pra finalizar, vamos recordar
Que menos por menos dá mais amor
Se vão as paralelas
Ao infinito se encontrar
Por que demoram tanto os corações a se integrar?
Se infinitamente, incomensuravelmente,
Eu estou perdidamente apaixonado por você.

Tom Jobim
335 compartilhamentos

Porque eu me imaginava mais forte. Porque eu fazia do amor um cálculo matemático errado: pensava que, somando as compreensões, eu amava. Não sabia que, somando as incompreensões, é que se ama verdadeiramente. Porque eu, só por ter tido carinho, pensei que amar é fácil. É porque eu não quis o amor solene, sem compreender que a solenidade ritualiza a incompreensão e a transforma em oferenda. E é também porque sempre fui de brigar muito, meu modo é brigando. É porque sempre tento chegar pelo meu modo. É porque ainda não sei ceder. É porque no fundo eu quero amar o que eu amaria - e não o que é. É porque ainda não sou eu mesma, e então o castigo é amar um mundo que não é ele. É também porque eu me ofendo à toa. É porque talvez eu precise que me digam com brutalidade, pois sou muito teimosa. É porque sou muito possessiva e então me foi perguntado com alguma ironia se eu também queria o rato para mim.

Clarice Lispector
90 compartilhamentos

Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados. Não funciona assim. Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o amor tem de indefinível. Honestos existem aos milhares, generosos tem às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó! Mas ninguém consegue ser do jeito do amor da sua vida.

Martha Medeiros

Pense em mim e volta...

Quanto tempo de vida tenho sem você
Porque ainda não consigo pensar?
Se você se foi e não voltam mais
E que não me deu chance de falar
O quanto te quero ao meu lado
Mas você partiu e me deixou pra trás.

Não deu tempo de dizer que
Você ainda vive em mim
Que o fogo do amor não se apagou
E que ainda quero você aqui
Fazer valer cada segundo que por mim passou
E os que ainda passarão por ti.

A vida agora não faz sentido
Cada vez mais não sei quem sou
Um dia ainda estarei contigo
Lembrar da vez que você me amor
E que somente assim eu consigo
Ter a paz que de mim você roubou

Volta a trás, ver se trás.
Não brinca com meu coração
Me ame mais, brigar jamais.
Não quero mais solidão
Diz e faz, te quero mais.
Tira-me dessa ilusão.

Johnantan Gonsalves (O matemático apaixonado)
10 compartilhamentos

Não sou formada em matemática, mas sei de uma coisa: existe uma quantidade infinita de números entre 0 e 1. Tem o 0,1 e o 0,12 e o 0,112 e uma infinidade de outros. Obviamente, existe um conjunto ainda maior entre o 0 e o 2, ou entre o 0 e o 1 milhão. Alguns infinitos são maiores que outros... Há dias, muitos deles, em que fico zangada com o tamanho do meu conjunto ilimitado. Eu queria mais números do que provavelmente vou ter.
(Hazel Grace)

A Culpa é das Estrelas
226 compartilhamentos

Um dia eu aprendo...
-Física, química e matemática
-A cantar sem errar a letra
-A valorizar minhas coisas
-A falar sem machucar ninguém
-Que nem tudo é do jeito que queríamos que fosse
-Que não posso fazer tudo o que queria
-Que não posso ajudar a todos que precisam
-A ter cara e coragem pra falar o que penso
-Que nem todos os exemplos são pra ser seguidos
-Que as vezes precisamos ceder também
-Sobre a fragilidade da vida e da bolha de sabão
-Que é melhor a repreensão de um sábio do que o elogio de um tolo
-Que é impossivel agradar todo mundo
-A aceitar meus erros e derrotas com a cabeça erguida
-O valor de um "eu te amo"
-Que amizades verdadeiras é difícil de se encontrar e que devemos guardá-las e valorizá-las
-Que se deve aprender com o erro dos outros e não só passando por eles
-Que Deus me ajuda, mas também devo fazer minha parte
-Que se eu quiser fazer algo de errado eu posso, mas não tenho o direito de levar alguém junto
-O propósito de estar vivo
-A fórmula do amor!

Desconhecido
128 compartilhamentos

Matemática da Vida

A matemática da vida não é simples
Cada soma é também uma subtração.
Quando somamos mais um ano àqueles que já vivemos, subtraímos um ano daqueles que nos restam para viver.
Esperamos demais para fazer o que precisa ser feito, num mundo que só nos dá um dia de cada vez, sem garantia do amanhã.
Enquanto lamentamos que a vida é curta,
Agimos como se tivéssemos à nossa disposição um estoque inesgotável de tempo.
Esperamos demais para dizer as palavras do perdão que devem ser ditas, para pôr de lado os rancores que devem ser expulsos, para expressar gratidão, para dar ânimo, para oferecer consolo.
Esperamos demais para enunciar as preces, para executar as tarefas que estão esperando, para serem cumpridas,
Para demonstrar amor que talvez não seja mais necessário amanhã.
Esperamos demais nos bastidores, quando a vida tem um papel para desempenharmos no palco.
Deus também está esperando nós pararmos de esperar.
Esperando nós começarmos a fazer agora tudo aquilo para o qual este dia e esta vida nos foram dados.
Meus amigos: é hora de viver.

Martha Medeiros
36 compartilhamentos

Ele é o sujeito e o verbo de uma grande obra na busca do saber. Na matemática de vida, nos ensina a somar com os outros, multiplicar o conhecimento e mostrar que às vezes dividir também é uma ótima solução. Que é preciso misturar as fórmulas e combinar tudo.

Ser professor não é só dar aulas, mas ensinar a procurar respostas. É pelas mãos desse profissional que se formam bons cidadãos, desenvolve uma cidade, um estado e um país.

Uma homenagem a todos os profissionais de educação, em especial você, professor!

Célio Magrini
36 compartilhamentos

Não posso falar da nossa história de amor, então vou falar de matemática. Não sou formada em matemática, mas sei de uma coisa: existe uma quantidade infinita de números entre 0 e 1. Tem o 0,1 e o 0,12 e o 0,112 e uma infinidade de outros. Obviamente, existe um conjunto ainda maior entre o 0 e o 2, ou entre o 0 e o 1 milhão. Alguns infinitos são maiores que outros. Um escritor de quem costumávamos gostar nos ensinou isso. Há dias, muitos deles, em que fico zangada com o tamanho do meu conjunto ilimitado. Queria mais números do que provavelmente vou ter, e, por Deus, queria mais números para o Augustus Waters do que os que ele teve. Mas, Gus, meu amor, você não imagina o tamanho da minha gratidão pelo nosso pequeno infinito. Eu não o trocaria por nada nesse mundo. Você me deu uma eternidade dentro dos nossos dias numerados, e sou muito grata por isso.

Hazel Grace
269 compartilhamentos

Carpe Diem

As operações matemáticas da vida contrariam as regras da ciência, na vida as operações se contradizem, não respeitam a lógica, na vida nada é simples ou absoluto.

As somas muitas vezes se transformam em subtrações, elas parecem estar paralelas mas em sentidos opostos, quando somamos mais um dia aqueles que já vivemos automaticamente também subtraímos um dia daqueles que nos restam para viver, quando multiplicamos nossos sonhos também acabamos dividindo o nosso tempo, com isso a vida acaba se transformando para muitas pessoas em uma equação insolúvel , onde todos estão debruçados tentando obter o resultado final, sendo que na realidade o importante não está no resultado final, mas nas formas como você conseguiu equilibrar estas operações na vida.

O que afinal entendemos por aproveitar o dia presente se vivemos aprisionados entre o passado e o futuro.
Vivemos atormentados pelas nossas ações passadas que não podem mais ser alteradas, parecemos expectadores cativos do mesmo velho cinema abandonado onde nas madrugadas frias reprisa filmes de terror contendo somente os melhores momentos de nossos próprios erros e pecados, e ao invés de aprendermos com nossas falhas e arquiva-las, apenas voltamos á bilheteria para comprar um novo bilhete para a próxima sessão.
Ficamos sonhando ansiosos com um futuro que somente existirá se soubermos equacionar adequadamente as nossas ações no presente.

A solução para a equação da vida está no momento presente, é o resultado das suas atitudes e decisões agora, hoje, neste exato momento em que você está lendo esta linha do texto.

Não existe viver ontem ou amanhã , somente o HOJE .

Por isso Carpie diem

"Se tiver que amar, ame hoje. Se tiver que sorrir, sorria hoje. Se tiver que chorar, chore hoje. Pois o importante é viver hoje. O ontem já foi e o amanhã talvez não venha."

Carpe diem

Carpe Diem, "aproveite o dia presente", escreveu Horácio, um poeta guerreiro que habitou o vasto império romano, em tempos do principesco Augustus. Sensível como um barômetro, o velho Quintus Horatius Flaccus um dia elevou o olhar aos céus e captou o fluir silencioso das águas do rio tempo. A visão da transitoriedade aflorou na sentença: Carpe Diem, aproveite o dia presente, pois ele é tudo que é dado ao homem usufruir. Passado é história, água corrida que não volta. Futuro é hipótese, probabilidade apenas, incerteza e risco, impalpável demais para ser levada tão a sério.

Carpe Diem, nestas duas palavras latinas, um alerta, um conselho, uma filosofia de vida. Viver é já. Existir é hoje. Nenhum tempo além. Nenhum lugar além. Se tiver de ser, que seja eternamente agora. Ou talvez jamais, porque as águas do rio tempo não voltam – e ainda que voltassem não nos encontrariam, pois não seríamos mais os mesmos. Tudo flui, dizia Heródoto. Tudo muda. A única coisa que permanece é a improcedência. Nada é eterno, pois que tudo é chama, fluxo, incapacidade, escorregar-se, deixar de ser. Carpe Diem. Se tiver de viver, que seja agora.

A advertência de Horácio é sábia. É sobretudo útil. Talvez mais útil ainda nestes tempos sobrecarregados, de cenhos sombrios, estafados na tentativa de construir defesas antecipadas contra difusos perigos de um amanhã improvável. Apólices de seguro na mão, e vamos nós, seguros e inseguros.

Carpe Diem, ouçamos Horácio, que perscrustou uma verdadeira profunda – e traduziu-a numa norma simples. Viver hoje – fazer hoje. Ser hoje. Sem essa de não poder ser feliz no domingo porque há contas a pagar na segunda. O conflito é amanhã? Deixa pra lá..... Amanhã você pode ser até enforcado, mas até que chegue amanhã, aproveite bem o seu pescoço. Viver no passado é neurótico, é inútil, é um viver virtual. Carpe Diem, colha seu dia, como quem colhe um fruto maduro, na hora exata. Um descuido e o fruto se perde.

"Carpe Diem" quer dizer "colha o dia". Colha o dia como se fosse um fruto maduro que amanhã estará podre. A vida não pode ser economizada para amanhã. Acontece sempre no presente.

Roberto Recinella
39 compartilhamentos

EQUACIONANDO O PROBLEMA MATEMÁTICO DA IDADE:
Idade+Alegria no dia-a-dia+Maturidade+Saúde+Serenidade =
FELICIDADE.

Felicidade pelas cidades em que atravessas, num mergulho num mundo as avessas.
A idade vai chegando ao tempo em que a beleza interior não cessa.
Felicidade é algo que significa presença viva, gente querida em tua lida.
Na medida em que te preenches de entusiasmo com a própria vida.
Felicidade crescendo além da tua idade e as pessoas encantadas, sentindo-se por ela imensamente contagiadas.
Felicidade alicerçando lentamente através da idade a majestosa maturidade.
Felicidade estruturando suavemente a encantadora e sóbria serenidade.
Felicidade na felicidade do outro,
Felicidade contribuindo para nós outros.
Felicidade que nos coloca em unidade com um Deus único de grandiosa bondade.
Felicidade qu nos coloca além da singularidade de qualquer idade.

José Guilherme S. Filho
60 compartilhamentos

A amizade intensifica as alegrias,

elevando ao quadrado, na matemática do coração.


A amizade esvazia o sofrimento

porque a simples lembrança do amigo

acalma com jeito de talco na ferida.


A amizade ameniza as tarefas difíceis

porque a gente não as realiza sozinho:

são dois cérebros pensando e quatro braços agindo.


A amizade diminui distâncias.

Embora longe, o amigo é alguém perto de nós.


A amizade enseja confidências redentoras;

problema partilhado, percalço amaciado,

felicidade repartida, ventura acrescida.



A amizade coloca música e

poesia na banalidade do cotidiano.



A amizade é a doce canção da vida

e a poesia da eternidade.


O amigo é a outra metade da gente; o lado claro e melhor.

Sempre que encontramos um amigo,

encontramos um pouco mais de nós mesmos.


O amigo revê, desvenda, conforta.

É uma porta sempre aberta em qualquer situação.


O amigo, na hora certa, é sol ao meio-dia,

estrela na escuridão.


O amigo é bússola e rota no oceano,

porto seguro na tribulação.


O amigo é o milagre do calor humano

que Deus opera num coração.

Desconhecido
3 compartilhamentos

O tal do amor

Você já imaginou se o amor seguisse as leis da física, matemática ou da química?
Que bastaria a resolução de uma simples equação, com algumas variáveis [(tipo de filmes x artistas favorito + comida favorita)² – (defeitos + time de futebol) = pessoa certa!] para que você soubesse que aquela pessoa, em que você tanto pensa, é, de fato, o tal amor da sua vida?!
Ou que fosse simples, como todo mundo diz:
- Um dia você vai encontrar uma pessoa ideal para você. A pessoa que te fará feliz, que te dará o devido valor que você merece. Pode levar tempo, mas você encontrará.
Isso parece ótimo. Porém assustador!
Já imaginou que essa tal pessoa pode morar em outra cidade? Em outro país? Caramba! Então, pode ser que você nunca a encontre realmente! Pior! Talvez você já a tenha encontrado e nem se deu conta! Acabou dando um fora nela.
Azar o seu. Acabou de perder a tal pessoa da sua vida. Terá que se contentar com as pessoas erradas. Aquelas que não darão o devido valor que você merece, que não estarão preocupadas em te fazer feliz, etc.
Mas calma! Calma! Não se desespere!
Porque, para sua sorte, ou melhor, para nossa sorte, o amor não esta preocupado com isso. Ele nem quer saber se vocês têm o mesmo tipo sangüíneo, se gostam do mesmo tipo de música, ou se você torce para flamengo e ela para Vasco.
Para ele, tanto faz se você adora heavy metal, e ela adora aquela banda que você tanto acha idiota! Que ela não dê risadas das suas piadas.
Porque só em ver o sorriso dela, você já se sentirá abençoado. Porque você passará horas no MSN esperando-a ficar online. E se irritará quando ela não ligar pra você, ou não atender seus telefonemas. Porque, quando ela aparecer na sua frente, com uma justificativa qualquer, você irá perdoá-la.
Por quê? Porque é isso que uma pessoa que esta amando faz. Perdoa sempre (ou quase sempre).
Talvez esteja ai a grande receita do tal do amor. Ame, simplesmente por amar. Sem querer nada em troca, simplesmente por amar. Ame!!

Ricardo Alexandrino
3 compartilhamentos

A matemática da vida.

A vida é um grande cálculo matemático.
Imagine uma conta que envolve uma quantidade quase infinita de números pra chegar em um resultado de apenas dois números por exemplo 10.
Agora oq vc acha que deveria ser necessário para mudar o resultado?
Isso mesmo, bastaria entre infinitos números vc modificar o valor de um, não importa em qual posição do cálculo vc modifique algum número o resultado sempre mudará.
Agora reflita, vc tem o poder de decidir o resultado do seu futuro, cuidado com os numeros que vc coloca na conta, eles representam suas escolhas.
Será que está sabendo fazer o cálculo ou esta agindo sem pensar. Se vc não souber resolver pessa ajuda ao professor, isso mesmo, Deus é o único capacitado de te ensinar esse tipo de liçao.

gabriel brandão

Amar é se recostar.
Se recontar em inúmeras equações matemáticas e entender que o destino nos quer ali. Juntos. Amar é essa força que aproxima a gente. Que enche nosso coração de paz ao estar perto um do outro. E ainda que a conta seja de subtrair, a gente subtrai. A tristeza. O tédio. O sossego. E bagunça de novo pra arrumar a conta. Ao se dar conta, inclusive, que no jogo do desapego, a gente perde. Porque o que a gente quer mesmo é se pegar.
Na sala, no quarto. Na cozinha, enquanto eu tento me concentrar na tua imagem ao mastigar qualquer alimento. Percebendo que até ali a tua boca me chama.
Amar é essa vida louca feliz que encontramos pra viver. Fazendo malabarismo pra matar nossa vontade de estar juntos. De perder horas ao telefone. Esticando a noite até o dia seguinte. Enquanto você estica as tuas pernas por cima das minhas. E eu coloco a minha cabeça no teu peito sem a interferência de nenhuma roupa.
As batidas do teu coração dizem “eu amo você”.
É, eu escuto.
Amar é isso.
É saber, ter certeza.
Sem que o outro diga nada.
A gente sente.

Edgard Abbehusen
1 compartilhamento

Não sei o que é o amor
Muito menos o que é paixão
só sei que o que sinto por você
vem do coração.

Você é a luz
Que ilumina meu dia
Pois sem você
Meu dia não existiria.

Calculo os números
Calculo as expresssões
Só não consigo calcular
A força de dois corações.

Corações distintos
Que se uniram com o tempo
O amor que sinto por você
É mais que esplêndido.

Esses humildes versos
Te entrego
Pois quero que fique sabendo
Que sempre te espero meu Amor.

Principe da Matemática
Inserida por principedamatematica

Meu amor por você parametriza como a matemática,
Tão difícil e tão quanto desafiador é entende-la.
Mas sempre é legal conhecer seus pontos exatos,
O qual adoro calcular as curvas do seu corpo,
A geometria do seu beijo e a topologia nos seus lábios.
Num sistema único e dinâmico analiso seus limites
Convergindo nossos corpos ao infinito.

José Cruz - Graduado em Licenciatura poética de Matemática
Inserida por josecruzeng