Poesias Evangélicas

Cerca de 1699 poesias Evangélicas

A lei que proíbe matar, proíbe esse ato desde a raiz, isto é, desde a mais simples ofensa ao irmão. Mesmo ofendido e inocente, o discípulo de Jesus deve ter a coragem de dar o primeiro passo para reconciliar-se. Caso se sinta culpado, procure urgentemente a reconciliação, porque sobre a sua culpa pesa um julgamento.
(nota de rodapé)

Bíblia Pastoral
Inserida por pensandogrande
1 compartilhamento

Mt 5,27-32:
Jesus radicaliza até à interioridade a fidelidade matrimonial, apelando ao amor verdadeiro e leal. O adultério começa com o olhar de desejo, e o mal deve ser cortado pela raiz. A exceção citada no v. 32 pode referir-se ao caso de união ilegítima, por causa do grau de parentesco que trazia impedimento matrimonial segundo a Lei (Lv 18,6-18; At 15,29).
(nota de rodapé)

Bíblia Pastoral
Inserida por pensandogrande
1 compartilhamento

A necessidade de juramentos é sinal de que a mentira e a desconfiança pervertem as relações humanas. Jesus exige relacionamento em que as pessoas sejam verdadeiras e responsáveis.
(nota de rodapé)

Bíblia Pastoral
Inserida por pensandogrande
1 compartilhamento

Como se pode superar a vingança ou até mesmo a «justa» punição? O Evangelho propõe atitude nova, a fim de eliminar pela raiz o círculo infernal da violência: a resistência ao inimigo não deve ser feita com as mesmas armas usadas por ele, mas através de comportamento que o desarme.
(nota de rodapé - para Mt.5,28-42)

Bíblia Pastoral
Inserida por pensandogrande
1 compartilhamento

O Evangelho abre a perspectiva do relacionamento humano para além das fronteiras que os homens costumam construir. Amar o inimigo é entrar em relação concreta com aquele que também é amado por Deus, mas que se apresenta como problema para mim. Os conflitos também são uma tarefa do amor. O v. 48 é a conclusão e a chave para se compreender todo o conjunto formado por 5,17-47: os discípulos são convidados a um comportamento que os torne filhos testemunhando a justiça do Pai. Sobre os cobradores de impostos, cf. nota em Mc 2,13-17.
(nota de rodapé - para Mt 5,43-48)

Bíblia Pastoral
Inserida por pensandogrande
1 compartilhamento

Os cobradores de impostos eram desprezados e marginalizados porque colaboravam com a dominação romana, cobrando imposto e, em geral, aproveitando para roubar. Jesus rompe os esquemas sociais que dividem os homens em bons e maus, puros e impuros. Chamando um cobrador de impostos para ser seu discípulo, e comendo com os pecadores, Jesus mostra que sua missão é reunir e salvar aqueles que a sociedade hipócrita rejeita como maus.
(nota de rodapé - para Mc 2,13-17)

Bíblia Pastoral
Inserida por pensandogrande
1 compartilhamento

A esmola é um gesto de partilha, e deve ser o sinal da compaixão que busca a justiça, relativizando o egoísmo da posse. Dar esmola para ser elogiado é servir a si mesmo e, portanto, falsificá-la.

(nota de rodapé)

Bíblia Pastoral
Inserida por pensandogrande
1 compartilhamento

Na oração, o homem se volta para Deus, reconhecendo-o como único absoluto, e reconhecendo a si mesmo como criatura, relativizando a autossuficiência. Por isso, orar para ser elogiado é colocar-se como centro, falsificando a oração.

(nota de rodapé)

Bíblia Pastoral
Inserida por pensandogrande
1 compartilhamento

Se o empréstimo pode produzir constrangimento, o auxílio para o pobre deve estar livre disso, pois é questão de solidariedade e justiça. Aquilo que sobra para uma pessoa, pertence, por direito, àqueles que nada têm. Dar esmola é apenas um exercício para a partilha que constrói uma sociedade fraterna e igualitária.
(nota de rodapé)

Bíblia Pastoral
Inserida por pensandogrande
1 compartilhamento

Todo homem, consciente ou inconscientemente, tem na vida um valor fundamental, um absoluto que determina toda a sua forma de ser e viver. Qual é o absoluto: Deus ou as riquezas? Deus leva o homem à liberdade e à vida, através da justiça que gera a partilha e a fraternidade. As riquezas são resultado da opressão e da exploração, levando o homem à escravidão e à morte. É preciso escolher a qual dos dois queremos servir.
(nota de rodapé)

Bíblia Pastoral
Inserida por pensandogrande
1 compartilhamento

No tempo de Jesus, «Lei e Profetas» indicava todo o Antigo Testamento. Esta «regra de ouro» convida-nos a ter para com os outros a mesma preocupação que temos espontaneamente para com nós mesmos. Não se trata de visão calculista - dar para receber -, mas de uma compreensão do que seja o amor do Pai.
(nota de rodapé)

Bíblia Pastoral
Inserida por pensandogrande
1 compartilhamento

Tanto a opção fundamental pelo Reino e sua justiça (entrar pela porta), como continuar nessa busca fundamental (caminho), não são fáceis. A escolha verdadeira nunca será feita pelos indecisos e acomodados. Estes ficam relutando, ou escolhem a estrada mais larga proposta pelos ídolos.
(nota de rodapé)

Bíblia Pastoral
Inserida por pensandogrande
1 compartilhamento

«Nada se parece tanto com um verdadeiro profeta, como um falso profeta.» As ideologias que nos afastam da opção fundamental pelo Reino e sua justiça são cheias de fascínio, e sempre trazem a aparência de humanidade e até mesmo de fé. Só poderemos perceber a sua falsidade através daquilo que elas produzem na sociedade: a cobiça e a sede de poder, que levam à exploração e opressão.
(nota de rodapé)

Bíblia Pastoral
Inserida por pensandogrande
1 compartilhamento

Há outra coisa que vocês fazem: Enchem de lágrimas o altar do Senhor; choram e gemem porque ele já não dá atenção às suas ofertas nem as aceita com prazer.
E vocês ainda perguntam: "Por quê?" É porque o Senhor é testemunha entre você e a mulher da sua mocidade, pois você não cumpriu a sua promessa de fidelidade, embora ela fosse a sua companheira, a mulher do seu acordo matrimonial.
Não foi o Senhor que os fez um só? Em corpo e em espírito eles lhe pertencem. E por que um só? Porque ele desejava uma descendência consagrada. Portanto, tenham cuidado: Ninguém seja infiel à mulher da sua mocidade.
"Eu odeio o divórcio", diz o Senhor, o Deus de Israel, e "o homem que se cobre de violência como se cobre de roupas", diz o Senhor dos Exércitos. Por isso tenham bom senso; não sejam infiéis.

Bíblia Sagrada
Inserida por Bugato
1 compartilhamento

Mt 13,1-9 : Se o Reino já está aqui, por que existem fracassos e conflitos? Jesus trouxe as sementes do Reino, e elas se espalharam pelo mundo. Mas, assim como Jesus encontrou resistência no meio do seu próprio povo, do mesmo modo pessoas e estruturas continuam impedindo a justiça do Reino de se estabelecer entre os homens. Sem dúvida, haverá uma colheita, mas à custa de muitas perdas, isto é, muitos procurarão sufocar as sementes do Reino, antes que chegue a vitória final. Querer negar e fugir dessas dificuldades para a implantação do Reino é não compreender o seu mistério.
(nota de rodapé)

Bíblia Pastoral
Inserida por pensandogrande
1 compartilhamento

O rico e o pobre têm consciência diferente sobre si e sobre a vida. O autor adverte os pobres, mostrando que a convivência com os ricos só é possível quando estes exploram os pobres. Na realidade, só o pobre sabe ser gratuito na relação.

(nota de rodapé - Eclesiástico 13)

Bíblia Pastoral
Inserida por pensandogrande
1 compartilhamento

O rico explora o pobre, e o poderoso não perde a chance de oprimir e humilhar os fracos. É preciso ser muito prudente com pessoas que exercem o poder, a fim de não ser dominado por elas

(nota de rodapé - Eclesiástico 13)

Bíblia Pastoral
Inserida por pensandogrande
1 compartilhamento

O autor descreve os preconceitos de uma sociedade desigual. O rico é sempre considerado bom, educado, culto e digno de respeito; o pobre é sempre tido como preguiçoso, sem valor, imoral, um peso que não merece ser levado a sério. Quem se dá ao trabalho de conferir tais preconceitos, acaba descobrindo que as coisas são exatamente o contrário. É no confronto social que ricos e pobres podem compreender o porquê de sua própria situação.
(nota de rodapé - Eclesiástico 13)

Bíblia Pastoral
Inserida por pensandogrande
1 compartilhamento

A verdadeira felicidade consiste em viver a justiça. Só assim a pessoa tem consciência tranqüila, e não se sente reprovada nem por si mesma, nem pelos outros.

(nota de rodapé - Eclesiástico 13)

Bíblia Pastoral
Inserida por pensandogrande
1 compartilhamento

Os bens foram feitos para serem usados e repartidos entre todos. Não adianta acumular bens, pois a pessoa que os acumula, não aproveita para si, e eles ficam faltando para os outros.

(nota de rodapé p/ Eclo 14)

Bíblia Pastoral
Inserida por pensandogrande
1 compartilhamento