Paranoia

Cerca de 93 frases e pensamentos: Paranoia

Algumas vezes eu fiz muito mal para pessoas que me amaram. Não é paranóia não. É verdade. Sou tão talvez neuroticamente individualista que, quando acontece de alguém parecer aos meus olhos uma ameaça a essa individualidade, fico imediatamente cheio de espinhos - e corto relacionamentos com a maior frieza, às vezes firo, sou agressivo e tal. É preciso acabar com esse medo de ser tocado lá no fundo. Ou é preciso que alguém me toque profundamente para acabar com isso.

Caio Fernando Abreu
326 compartilhamentos

É aquela história: eu tenho paranóia de não dizer para uma pessoa o que eu sinto por ela, e essa pessoa, por algum motivo, sair da minha vida. Então eu sempre falo. Quando eu gosto da pessoa, eu chego e falo assim: “Olha, eu gosto de você pra caramba”. Mas é muito difícil você falar isso. Às vezes, é muito difícil.

Renato Russo
26 compartilhamentos

Vou me desligar um pouco dessa paranoia de ”o que os outros vão pensar?” e agir, segundo a minha vontade, segundo aquilo que eu julgo certo, que se danem os outros, afinal quem vai viver o momento sou eu. E daí se eu acordar arrependida? Pelo menos não terei dormido na vontade. E se eu errar? Ah, arquiva aí como experiência.

Tati Bernardi
120 compartilhamentos

A paranóia é a consciência aguda da fragilidade da vida

Luiz Felipe Pondé
52 compartilhamentos

O que os olhos não veem a paranóia inventa.

L. S. Dias (Incontida)
42 compartilhamentos

Paranóia (1963)

Eu vi uma linda cidade cujo nome esqueci
onde anjos surdos percorrem as madrugadas tingindo seus olhos com
lágrimas invulneráveis
onde crianças católicas oferecem limões para pequenos paquidermes
que saem escondidos das tocas
onde adolescentes maravilhosos fecham seus cérebros para os telhados
estéreis e incendeiam internatos
onde manifestos niilistas distribuindo pensamentos furiosos puxam
a descarga sobre o mundo
onde um anjo de fogo ilumina os cemitérios em festa e a noite caminha
no seu hálito
onde o sono de verão me tomou por louco e decapitei o Outono de sua
última janela
onde o nosso desprezo fez nascer uma lua inesperada no horizonte
branco
onde um espaço de mãos vermelhas ilumina aquela fotografia de peixe
escurecendo a página
onde borboletas de zinco devoram as góticas hemorróidas das
beatas
onde os mortos se fixam na noite e uivam por um punhado de fracas
penas
onde a cabeça é uma bola digerindo os aquários desordenados da
imaginação

Roberto Piva
50 compartilhamentos

Eu sou da paz, eu sou do bem, mas se liga, eu não abaixo a cabeça pra ninguém

Paraíso Paranóia
2 compartilhamentos

Há muito tempo eu perdi meu lugar neste mundo, e a realidade que não tem um lugar que eu pertenço é a minha verdadeira realidade.

Paranoia Agent
Inserida por kyoryu_123

Paranóia geral com direito a pane no sistema nervoso central, sinal da loucura ou da cura?

Mlamas
2 compartilhamentos

A paranoia é uma das coisas que mais me corrói. Eu tenho tantas paranoias misturadas com medo, com ciúme, com um futuro incerto (ou certo que eu teimo em achar que é incerto, talvez seja uma paranoia também), e com pensamentos. Paranoias que eu me dou ao luxo de ter somente (ou quase sempre) sobre ela. Não deveria sentir, mas sinto. Não deveria pensar, mas penso. Não deveria ser quem sou, mas sou. Se ela diz "até mais", eu já acho que é uma despedida. Se ela diz "um dia vou", eu já acho que vai ser agora. Se me digere a palavra, acho que está querendo disfarçar algo. Se não me digere, acho que está me evitando. Se ela me olha torto, já acho que vai me expulsar. Se me olha, acho que vai me julgar. Se não me olha, já acho que fiz alguma besteira. Tudo! Extremamente tudo eu vejo um lado ruim, uma coisa estranha... Uma paranoia. Às vezes tento disfarçar, tento sorrir, tento desviar o olhar, mas ela percebe (e como não poderia?), ela sabe, e sabe até do que eu senti paranoia. Sabe qual foi o motivo, mesmo ela não dando motivo algum. Eu sou o problema. Talvez eu nunca deixe de ser.

F: Vou sair.
G: Também.
F: Vai aonde?
G: Sair, ué.
F: Pode me contar não?
G: Sei lá, pra lugar algum. Vou só sair.
F: Não quer me contar, né?
G: Contar o que?
F: Aonde vai.
G: Mas eu não vou.
F: Sempre vai, sempre diz que não vai, mas vai.
G: Não tenho aonde ir. Você sabe.
F: Me desculpe, mesmo. Sou tão Paranoico.
G: Um paranoico que faz falta.
F: Um paranoico que sente falta.

Filiph F.
2 compartilhamentos

Regredimos ao passado para preparmos para a paranóia do futuro.

Cleber Martins
Inserida por CIeberMartins
1 compartilhamento

A ruminação mental se transforma em paranóia.

Cleber Martins
Inserida por CIeberMartins
1 compartilhamento

De vez em quando, encaro a minha vida como uma paranóia, mas existem dias belos, onde transformo meus maiores pesadelos em poesia.

Ramayana Vargens
Inserida por RamayanaVargens
1 compartilhamento

Seria paranóia minha ?
dizer que achei o perfume da flor
que me suspende e envolve...
nos braços do divino cultor

Fragrancia do anjo
dai-me o senso celeste
e o fardo da paixão que tu me veste

Exila-me do ermo
livra-me o fastio
me entregue aos teus poderes
e meu brado ecoará sem fraquejar...

vagando o universo
do diminuto ao quantitativo
do paralelo ao natural
e te provarei
que nosso amor será imortal

Rodolfo.
Inserida por Rodolfo.
1 compartilhamento

Combinada pela paranóia de processar, de arquivar e documentar tudo a que tenho sido acometido.

Ludmila Lucca
Inserida por ludmilalucca
1 compartilhamento

Controlo minha paranóia, ou pelo menos o que exteriorizo dela.

Itarcio A. L.
Inserida por itarcio
1 compartilhamento

Porque o dia só começa de verdade depois da primeira paranoia.

Rafael Di Souza
Inserida por Rafaeldisouza
1 compartilhamento

Onde há paranoia, há amor.

Rafael Di Souza
Inserida por Rafaeldisouza
1 compartilhamento

De vez em quando, liberte-se da "Paranóia" e embriague-se com uma boa dose de fantasia.

Lesan
Inserida por Lesan
1 compartilhamento

É sempre igual
Toda vez que o ciclo torna
Voltam os mesmos desejos
A mesma paranoia

Aos poucos se compreende
Um pouco mais sobre o que se passa
Sabe-se o suficiente
Pra se ter ainda mais dúvidas

Necessidade de liberdade
Nessa época do ano
O coração afastado da lua
Exige suas asas

Agora tudo está por um fio
À flor da pele
Nos extremos opostos
Decisões indecisas e exageradas

O pobre Quixote
Está trancado em sua casa
E quando pode
Sai correndo por cima de tudo

Ninguém o compreende
Sua nobre causa
Minha causa
Casualmente nesses dias

Os dragões são meus
Assim como são
Deixe que eu lute
Com minhas próprias mãos

Se para você
O que faço não faz sentido
Deixe-me fazer
Ou venha comigo compreender

Não olhe do seu ponto
Daí você verá com seus olhos
Me dê sua mão
E vamos saltar.

Crislambrecht
Inserida por crislambrecht
1 compartilhamento