Frases de Olavo de Carvalho

Cerca de 897 frases de Olavo de Carvalho

Moderação na defesa da verdade é serviço prestado à mentira.

O homem medíocre não acredita no que vê, mas no que aprende a dizer.

Conservadorismo significa fidelidade, constância, firmeza. Não é coisa para homens de geleia.

Os fortes não têm medo de encarar o pior: os fracos fogem dele porque sua mera visão os esmaga.

Há coisas que são boas por alguns instantes, outras por algum tempo. Só algumas são para sempre.

A vaidade da ignorância é um abismo de miséria humana.

Se a hipocrisia é a homenagem que o vício presta à virtude, o cinismo é a afirmação ostensiva do vício como virtude.

Se cometi tantos erros, se tão rico e variado é o repertório dos meus pecados, para que inventar mais um, acusando-me logo daquilo que não fiz?

A crítica não tem sobre a psicologia das massas o poder sugestivo que têm as crenças afirmativas, mesmo falsas.

As portas do espírito só se abrem à perfeita sinceridade de propósitos.

Burrice e maldade jamais foram termos antagônicos.

Cada um, afinal, projeta no mistério divino as qualidades imanentes à sua própria alma.

Honrar exemplos ilustres não é o mesmo que subscrever suas idéias.

Nada debilita mais a inteligência do que a obstinação orgulhosa na astúcia fracassada.

É a proporção entre nossas representações e a experiência, que assegura a racionalidade dos nossos pensamentos.

O homem, o indivíduo humano, é o portador do conhecimento efetivo. O conhecimento enquanto bem social é apenas conhecimento potencial, é coleção de registros e convenções que, para tornar-se conhecimento efetivo, deve ser efetivado, atualizado na consciência do indivíduo vivente.

O mundo seria melhor se não houvesse tanta gente prometendo melhorá-lo.

O comunismo não é um grande ideal que se perverteu. É uma perversão que se vendeu como um grande ideal.

Um búfalo é muito mais forte e temível do que um leão. A diferença é que o leão quer comer um bife de búfalo e o búfalo não quer comer um bife de leão. Resultado: o leão acaba vencendo.

"No Brasil é preciso explicar, desenhar, depois explicar o desenho e desenhar a explicação."