Frases de Milan Kundera

Cerca de 53 frases de Milan Kundera

A primeira traição é irreparável: ela provoca, numa reação em cadeia, outras traições, sendo que cada uma nos distancia cada vez mais do motivo da traição inicial.

Milan Kundera. A insustentável leveza do ser. 1984, p. 80.

Para um amor se tornar inesquecível é preciso que,
desde o primeiro momento, os acasos se reúnam nele
como os pássaros nos ombros de São Francisco de Assis.

Milan Kundera

Mesmo nos momentos da mais profunda desordem, é segundo as leis da beleza que, secretamente, o homem vai compondo a sua vida.

Milan Kundera

O acaso tem suas mágicas, a necessidade, não. Para que um amor seja inesquecível, é preciso que os acasos se juntem desde o primeiro instante, como os passarinhos sobre os ombros de São Francisco de Assis.

Milan Kundera

A história é tão leve quanto a vida do indivíduo, insustentavelmente leve, leve como uma pluma, como uma poeira que voa como uma coisa que vai desaparecer amanhã.

Milan Kundera, in A insustentável leveza do ser

Milan Kundera

O desejo de ser admirado é insaciável.

Milan Kundera

Numa sociedade rica os homens não têm necessidade de trabalhar com as mãos e se dedicam a atividades intelectuais. Existem cada vez mais universidades e cada vez mais estudantes.

Milan Kundera
Inserida por NaraMinervino

Nunca podemos saber o que queremos, porque, vivendo apenas uma vida, não podemos nem compará-la com as nossas vidas anteriores, nem aperfeiçoá-la em nossas vidas futuras.

Milan Kundera
Inserida por pensador

As pessoas estão sempre gritando que querem criar um futuro melhor. Não é verdade. O futuro é um vazio apático que não interessa a ninguém. O passado está cheio de vida, ansioso para nos irritar, provocar e insultar, nos tentando a destruí-lo ou a repintá-lo. A única razão pela qual as pessoas querem ser donas do futuro é para mudar o passado.

Milan Kundera

"Só é grave aquilo que é necessário, só tem valor aquilo que pesa.”

Milan Kundera - A insustentável leveza do ser

"a música é libertadora: ela o liberta da solidão e da clausura, da poeira das bibliotecas e abre-lhes no corpo as portas por onde a alma pode sair para confraternizar-se."

[Milan Kundera in: A insustentável leveza do ser, terceira parte - As palavras incompreendidas, cap. 3: A música. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985]

Milan Kundera

Qualquer pessoa cujo objetivo é "algo maior" deve esperar um dia sofrer vertigens. O que é a vertigem? Medo de cair? Não, vertigem é algo diferente de medo de cair. É a voz do vazio abaixo de nós que nos tenta e atrai, é o desejo de cair, contra o qual, aterrorizados, nos defendemos.

Milan Kundera

Vivia, ela também, na cegueira. Via apenas um ser único, iluminado pelo farol violento do ciúme. E o que aconteceria se esse farol se apagasse bruscamente? Na luz difusa do dia surgiriam outros seres aos milhares, e o homem que até aí ela acreditava ser o único no mundo, se tornaria um entre muitos.

Milan Kundera
Inserida por gmldasilva