Frases de George Orwell

Cerca de 67 frases de George Orwell

Se a liberdade significa alguma coisa, será sobretudo o direito de dizer às outras pessoas o que elas não querem ouvir.

A maneira mais rápida de acabar com uma guerra é perdê-la.

Os animais são todos iguais, mas uns são mais iguais que outros.

Quando se diz que um escritor está na moda, isso quer dizer que ele é admirado por menores de trinta anos.

Pensamento duplo indica a capacidade de ter na mente, ao mesmo tempo, duas opiniões contraditórias e aceitar ambas.

Os sentimentos elevados vencem sempre no final; os líderes que oferecem sangue, trabalho, lágrimas e suor conseguem sempre mais dos seus seguidores do que aqueles que oferecem segurança e diversão. Quando se chega a vias de fato, os seres humanos são heroicos.

O crime de pensar não implica a morte. O crime de pensar é a própria morte.

A liberdade é a liberdade de dizer que dois e dois são quatro. Quando se concorda nisto o resto vem por si.

Quatro patas bom, duas patas ruim.

A massa mantém a marca, a marca mantém a mídia e a mídia controla a massa.

Quanto mais a sociedade se distancia da verdade, mais ela odeia aqueles que a revelam.

A linguagem política destina-se a fazer com que a mentira soe como verdade e o crime se torne respeitável, bem como a imprimir ao vento uma aparência de solidez.

Quem controla o passado, controla o futuro. Quem controla o presente, controla o passado.

A história é escrita pelos vencedores.

Ver aquilo que temos diante do nariz requer uma luta constante.

Toda propaganda de guerra, toda a gritaria, as mentiras e o ódio, vem invariávelmente das pessoas que não estão lutando.

Se você quer uma imagem do futuro, imagine uma bota prensando um rosto humano para sempre.

Se o pensamento corrompe a linguagem, a linguagem também pode corromper o pensamento.

Era um capricho e nada mais,
Doce como um dia de abril,
Mas o seu olhar azul de anil
Roubou de vez a minha paz.

Podiam desnudar, nos mínimos detalhes, tudo quanto houvesse feito, dito ou pensado; mas o imo do coração, cujo funcionamento é um mistério para o próprio indivíduo, continuava inexpugnável.