Frases de George Bernard Shaw

Cerca de 157 frases de George Bernard Shaw

O silêncio é a mais perfeita expressão do desprezo.

Liberdade significa responsabilidade. É por isso que tanta gente tem medo dela.

A vida é uma pedra de amolar: desgasta-nos ou afia-nos, conforme o metal de que somos feitos.

Alguns homens vêem as coisas como são, e dizem 'Por quê?' Eu sonho com as coisas que nunca foram e digo 'Por que não?'

O progresso é impossível sem mudança; e aqueles que não conseguem mudar as suas mentes não conseguem mudar nada.

Os espelhos são usados para ver o rosto; a arte para ver a alma.

O segredo para ser infeliz é ter tempo livre para se preocupar se se é feliz ou não.

O especialista é um homem que sabe cada vez mais sobre cada vez menos, e por fim acaba sabendo tudo sobre nada.

Nunca resisto às tentações, porque eu descobri que coisas que são ruins para mim não me tentam.

Enquanto tiveres um desejo, terás uma razão para viver. A satisfação é a morte.

O dinheiro é a coisa mais importante do mundo. Representa: saúde, força, honra, generosidade e beleza, do mesmo modo que a falta dele representa: doença, fraqueza, desgraça, maldade e fealdade.

George Bernard Shaw John Bull's Other Island, 1904

A minha maneira de brincar é dizer a verdade. É a brincadeira mais divertida do mundo.

Cuidado com o homem que não devolve a bofetada. Ele não a perdoou, nem permitiu que você se perdoasse.

O pior pecado contra nosso semelhante não é o de odiá-los, mas de ser indiferentes para com eles.

A democracia muitas vezes significa o poder nas mãos de uma maioria incompetente.

A ansiedade e o medo envenenam o corpo e o espírito.

O ódio é a vingança do covarde.

A dança é uma expressão perpendicular de um desejo horizontal.

George Bernard Shaw MELLY, George. Late Perpendicular. New Statesman, 23/03/1962.

Nota: A citação foi atribuída a George Bernard Shaw pelo músico George Melly em 1962. Porém, como aconteceu muitos anos após a morte de Shaw, a autoria não é confirmada.

O maior pecado para com os nossos semelhantes, não é odiá-los mas sim tratá-los com indiferença; é a essência da desumanidade.

Quando um homem quer matar um tigre, chama a isso desporto; quando é o tigre que quer matá-lo, chama a isso ferocidade. A distinção entre crime e justiça não é muito grande.