Frases Bonitas para por em Lápide

Cerca de 15984 frases Bonitas para por em Lápide

Os covardes morrem várias vezes antes da sua morte, mas o homem corajoso experimenta a morte apenas uma vez.

William Shakespeare Júlio César (1599).

INSCRIÇÃO PARA UM PORTÃO DE CEMITÉRIO

Na mesma pedra se encontram,
Conforme o povo traduz,
Quando se nasce - uma estrela,
Quando se morre - uma cruz.
Mas quantos que aqui repousam
Hão de emendar-nos assim:
"Ponham-me a cruz no princípio...
E a luz da estrela no fim!"

Aqueles que amamos nunca morrem, apenas partem antes de nós.

Feliz serás e sábio terás sido se a morte, quando vier, não te puder tirar senão a vida.

Quando morreres, só levarás aquilo que tiveres dado.

A cada ente querido e amigo que se vai, nos tornamos enfraquecidos, não por sermos pessoas fracas, mas por estarmos perdendo a raiz que nos prende à vida terrestre.

A saudade é o que faz as coisas pararem no tempo.

Mario Quintana , Poesia Completa

Nota: Trecho do livro "Preparativos de Viagem"

Quando se ouve boa música fica-se com saudade de algo que nunca se teve e nunca se terá.

Saudade é melhor do que caminhar vazio.

Aos olhos da saudade, como o mundo é pequeno.

A saudade diminuiu ou fomos nós que envelhecemos?

Saudade: presença dos ausentes.

Alma que sente frio
distância que aprisiona
A saudade está no cio.

Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida.

Bob Marley

Nota: Tradução adaptada de um trecho da música "Pass it On"

Todo mundo é capaz de dominar uma dor, exceto quem a sente.

William Shakespeare

Nota: Trecho da peça "Muito Barulho Por Nada", de William Shakespeare.

Conservar algo que possa recordar-te seria admitir que eu pudesse esquecer-te.

A distância faz ao amor aquilo que o vento faz ao fogo: apaga o pequeno, inflama o grande.

Roger Bussy-Rabutin , Histoire amoureuse des Gaules. Paris: Garnier, 1868

DO AMOROSO ESQUECIMENTO

Eu, agora - que desfecho!
Já nem penso mais em ti...
Mas será que nunca deixo
De lembrar que te esqueci?

Mario Quintana , Espelho mágico. Porto Alegre: Ed. Globo. 2005

Quem tem um amigo, mesmo que um só, não importa onde se encontre, jamais sofrerá de solidão; poderá morrer de saudades, mas não estará só.

Amyr Klink Livro: Cem dias entre céu e mar

Se me esqueceres, só uma coisa, esquece-me bem devagarinho.

Mario Quintana

Nota: Versão adaptada de trecho do poema Bilhete.