Igor Gonçalves: Há tempos Há tempos não toco em...

Há tempos Há tempos não toco em lápis, em caneta Imaginação a chorar como rios a secar. Cultivando pensamentos, deixando- se levar, Pois poemas são que nem amor... Frase de Igor Gonçalves.

Há tempos

Há tempos não toco em lápis, em caneta
Imaginação a chorar como rios a secar.
Cultivando pensamentos, deixando- se levar,
Pois poemas são que nem amores em vão,
Se não se registrarem, se saem da mente.
Como amores no coração.

Há tempos não te beijo.
Há milhares de segundo não te vejo
No qual a solidão a me acorrentar
Menina de olhos verdes, oque fizeste assim.
Pra eu tanto te amar.
Há tempo te pergunto, não vá se ofender.
Mais oque fizeste nunca saberá responder

1 compartilhamento
Inserida por guinho17