Aline Mariz: O tempo passa quando quer De um profundo...

O tempo passa quando quer


De um profundo caramelo,
Sempre me prendeu
Como se seus olhos fossem um elo
Meu, só meu

Saudade é como uma onda
Tem hora pra ir
E pra voltar
Não importa se é mar
Ou um simples coração
Impregnado com gotas de ilusão

Saudade bate e volta
Às vezes forte
Às vezes fraca
Depende da maré
Em que se resolve mergulhar

Meu coração mergulhou
E se afogou
No caramelo
Que cantava em teus olhos

Me perdi
E não quis
E não consegui me encontrar
Naquele turbilhão de coisas que giravam dentro do meu mar

Meu coração tornou-se um barco
À deriva, perdido nalgum esconderijo meu

Inevitavelmente,
Agora só depende de esperar
O tempo
Que o tempo demora pra curar
E esquecer
O dia em que eu me afoguei em você

2 compartilhamentos
Inserida por alinemariz