Olho para o tempo que passa. Numa... Madalena Ferrante Pizzatto

Olho para o tempo que passa.
Numa vastidão enigmática, sua voz na brisa me abraça,
seus gestos invadem um verso. Imersa no abismo profundo, num vale de sonhos i... Frase de Madalena Ferrante Pizzatto.

Olho para o tempo que passa.
Numa vastidão enigmática,
sua voz na brisa me abraça,
seus gestos invadem um verso.
Imersa no abismo profundo,
num vale de sonhos incertos,
faço - me algoz do meu deserto.
Vacilo… caminho…com calma…
A minha espera é silenciosa,
enquanto ecos deslizam
e num segundo,
revelam segredos da mina’ alma.
( ..e vou fazendo - me de poetisa …)
mfp

Inserida por MadalenaPizzatto