Geraldo Neto: As estrelas brilham de repente, no...

As estrelas brilham de repente, no silêncio das noites indormidas, a solidão escorre lentamente, nos acenos das despedidas. Comoventemente, as estrelas brilham ... Frase de Geraldo Neto.

As estrelas brilham de repente,
no silêncio das noites indormidas,
a solidão escorre lentamente,
nos acenos das despedidas.

Comoventemente, as estrelas brilham de repente,
no azulado céu escuro adornado de cachecol,
O sereno principia sua ausência lentamente,
Adormecendo com o nascer do sol.

Inserida por gnpoesia