Monica Campello: QUEM É QUE TEM MEDO DE DEUS: O SEU POVO...

QUEM É QUE TEM MEDO DE DEUS: O SEU POVO FIEL OU O POVO INFIEL?

O som da voz de trovão do nosso Deus!!!

Quando Moisés chegou diante do monte Sinai com o povo de Israel, o povo teve medo de ouvir a voz de Deus e morrer.

“E todo o povo viu os trovões, e os relâmpagos, e o sonido da buzina, e o monte fumegando; e o povo, vendo isso, retirou-se e pôs-se de longe. E disseram a Moisés: Fala tu conosco, e ouviremos; e não fale Deus conosco, para que não morramos.” (Êx ‬ ‭20:18-19‬).

O povo, que não é de Deus, não respeita Deus, e por isso tem medo de ouvir a sua voz; se respeitasse a Deus, não teria medo diante de Deus; esse é o verdadeiro sinal de que eles têm medo da punição de Deus porque sabem que estão errados, porque sabem que estão em pecado; por isso que eles têm medo. Se eles estivessem fazendo as coisas certas, se voltariam para Deus que é a luz e não ficariam se escondendo nas trevas, pois quem é de Deus se volta para a luz que é Deus.

“E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más. Porque todo aquele que faz o mal odeia a luz, e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas” (Jo 3:19,20).

Contudo, respeita o povo e ouve a sua voz:

“E os principais dos sacerdotes e os escribas andavam procurando como o matariam, porque temiam o povo” (Lc 22:2).

Os homens, por interesses mesquinhos como política, poder, status, tendem a ter medo de perder essas coisas e por isso fazem de tudo para agradar outros que de alguma forma contribuem para que permaneçam na suas diletas posições.

Daí, quando lhes sobrevêm o mal, não sabem porque estão sofrendo e nem porque o receberam. Pois quem é mau diante de Deus não tem capacidade para enxergar os próprios erros e pecados. O mal nunca permitir que o bem seja visto e compreendido. O mal é como uma venda nos olhos que atua como empecilho para enxergar o bem.

Eis a diferença entre medo e temor: o fiel de Deus tem temor a Deus e está livre do medo porque o verdadeiro amor lança fora todo o medo. O infiel, porém, tem medo de Deus e não tem temor, pois não respeita Deus; antes, respeitar os homens por interesses mesquinhos meramente humanos que nada tem a ver com os propósitos divinos que levam à motivação da fé.

“No amor não há medo; o amor que é totalmente verdadeiro afasta o medo. Portanto, aquele que sente medo não tem no seu coração o amor totalmente verdadeiro, porque o medo mostra que existe castigo” (1 Jo 4:18).