Semeadores de Sentimentos: Se você parar para pensar sobre o que...

Se você parar para pensar sobre o que um semeador de sentimentos procura tanto discutir sobre o amor e não demais emoções, estará até pedindo para um ateu acreditar em Deus.
Observe que amor às vezes causa dor, outras vezes é impossível, noutras é recíproco e nem sempre é doce.
Eu volta e meia converso com alguém e sempre tenho um tipo de amor diferente para me inspirar e publicar nessa página.
Amores jovens, amores maduros, amores antigos, amores avassaladores, amores perdidos, amores descobertos, amores vencidos, amores amargos, amores inventados.
Cada um de nós já sobreviveu e mesmo assim não esqueceu um desses amores. Então, fica impossível não falar de amor, quando é só o que recebo do cara lá de cima.
Por mais que eu fale sobre a discussão escrita ser fictícia em algum dos textos, ou baseada no que alguém me presenteou gratuitamente num desabafo, sempre parece que a dor escrita é a minha vida, pois coloco minha emoção nas interpretações.
Na realidade, sinto-me uma vampira de paixões, sobrevivo da minha imaginação e do meu amor pela vida, mesmo quando triste escrevo e logo me sinto melhor.
Enfim, sou alguém observando sensações externas e bebendo da fonte delas, com ajuda dos contadores de estórias reais, criando fantasias que parecem vivas para outras pessoas.
Não tem jeito, pergunto como vai o dia e termino sabendo do tipo de amor que o alimenta, transcrevo, eternizando entre linhas as palavras soltas de alguém.

1 compartilhamento