Poeta mineiro do cerrado - LUCIANO SPAGNOL: DO POETA (soneto) Do poeta o encanto...

DO POETA (soneto) Do poeta o encanto aproxima manso Cochicha suspiros na ádvena ilusão Mergulha no ventre frágil do coração Lastrando a inventiva num balanço Do... Frase de Poeta mineiro do cerrado - LUCIANO SPAGNOL.

DO POETA (soneto)

Do poeta o encanto aproxima manso
Cochicha suspiros na ádvena ilusão
Mergulha no ventre frágil do coração
Lastrando a inventiva num balanço

Do senso transbordam pulsátil rojão
Rematando a inspiração num lanço
Dando à alma asas e um remanso
Para com as mãos tocar a emoção

Torna à alma, e volta a navegar
Adentra com as formas de amar
Solitário, nos portais da criação

No silêncio, põe a vida a balançar
Balança com a vida a silenciar
E tem vida, na vida com paixão...

© Luciano Spagnol
Poeta do cerrado
Abril de 2017
Cerrado goiano

1 compartilhamento
Inserida por LucianoSpagnol