Antonio Montes: COÇA POEMAS A poetisa coça rumos coça...

COÇA POEMAS A poetisa coça rumos coça a cabeça e piolho coça, poemas da vida poesias e desaforo. Tilinta a chave do mundo com suas frases projetadas abrindo, fe... Frase de Antonio Montes.

COÇA POEMAS

A poetisa coça rumos
coça a cabeça e piolho
coça, poemas da vida
poesias e desaforo.

Tilinta a chave do mundo
com suas frases projetadas
abrindo, fechaduras de tudo
como se não fosse nada.

Poetisa coçadeira
já coçou também o amor
e n'uma carta derradeira
se coçou com chororôs.

Um dia coçou a lua
para sorrir para o sol
e a lua caiu na rua
por cima do seu lençol.

Coça, coça poetisa
coça enquanto a vida coça
não esqueça de coçar
aquilo que tanto coça.

Antonio Montes

1 compartilhamento
Inserida por Amontesfnunes