Sharlene Serra: Dia do amor — ainda bem que existem...

Dia do amor — ainda bem que existem datas diversas para lembrar de algo que não deveria ser esquecido.
Sou daquelas que acredita no amor, sempre fui assim, de acreditar até no beijo do sapo, Argh! Mas na hora o que valeria a pena era o momento e a felicidade do abrir os olhos e pluft! aparecer na sua frente uma linda história de amor. Quem não ama uma história de amor que atire a primeira pedra.
Mas, cá entre nós, utilizando os contos de fadas para ilustrar uma história, o amor é bem assim:
Era uma vez um sonho e um desejo de sermos surpreendida com o amor. E até somos! Acontece que no geral, os príncipes na verdade não sabem continuar o ritual do encantamento, ah! se eles bem soubessem, teriam a sua princesa nas mãos e ela o olharia sempre com brilhos nos olhos, afinal, princesa apaixonada tem brilho no olhar, e isso é fato! — mas, e os príncipes? Ah, eles até que se esforçam no início, lutam bravamente, escalam montanhas por um beijo e diante do beijo compartilhado, intenso e contínuo, percebem que foram aceitos, que houve entrega, aquela história da “química, física, astros...” e se dão por satisfeito, estufando o peito, com espada erguida, e para eles a batalha do amor foi consumada, como se não precisassem lutar mais, encantar, romantizar, estrelar, cintilar... Pois bem, eis aí o cerne da história: É meu caro príncipe, saiba que a batalha do amor é diária, contínua, a luta pelo amor é constante e esta é a tarefa mais difícil: conquistar a princesa escolhida (ou a que te escolheu ), todos os dias.
E caso isto não aconteça, as histórias de amor, trocam o final “ e foram felizes para sempre” por "a esperança continua para quem acredita no amor”. E, fim...

1 compartilhamento
Inserida por Sharleneserra