Eleni Mariana de Menezes: Inocências Feridas O meu olhar, A minha...

Inocências Feridas O meu olhar, A minha voz O meu grito mudo de dor. O meu eu aflito A minha inquietude A minha prece Vão hoje para as crianças. Que padecem Por... Frase de Eleni Mariana de Menezes.

Inocências Feridas

O meu olhar,

A minha voz

O meu grito mudo de dor.

O meu eu aflito

A minha inquietude

A minha prece

Vão hoje para as crianças.

Que padecem

Por conta do maltrato,

Dos adultos perversos.

Crianças vítimas das guerras

Das pestes

Da fome

Da exclusão social que extermina seus sonhos

Suas cirandas.

Suas esperanças

Filhas de uma sociedade egoísta

Que nem as migalhas da sua mesa é capaz de repartir.

Dos governos soberbos e tiranos

Desumanos

Que se autodenominam salvadores

Enquanto roubam e mentem,

E se enriquecem

Enquanto apodrecem

Nas ruas e nos lixões

Crianças indefesas.

Que salivam atrás de uma vitrine

E expelem vermes

Enquanto se espremem

Em cubículos ínfimos

Do tamanho das consciências dos governantes.

Nas favelas.

Expostas às dores

Maiores que suas almas.

Enormemente maiores que a nossa bondade.

1 compartilhamento
Inserida por elenimariana