Vera Medeiros: Brasil: mostra a sua cara Atrás dos...

Brasil: mostra a sua cara Atrás dos olhos, a imagem... Todos olham. É certo ou errado? Uma quantia, boa quantia, tripla quantia. Dinheiro, muito dinheiro. Rio q... Frase de Vera Medeiros.

Brasil: mostra a sua cara

Atrás dos olhos, a imagem... Todos olham.
É certo ou errado?
Uma quantia, boa quantia, tripla quantia.
Dinheiro, muito dinheiro.
Rio quarenta graus!!!
Antes uma verdade, hoje a realidade.
Crianças assassinadas.
Crianças... Súbitas crianças... Crianças heterogêneas.
“Olha que coisa mais linda, que coisa mais bela, é ela que passa”
Crianças rejeitas, desamadas, largadas.
Doadas para a vida.
Doadas para a rua.
Crianças inquietas, fadonhas.
Que ficam jogadas ao vento, ao lento, ao tempo.
O que elas pensam? No maior evento?
Esconder-se no craque?
Amarrar a trocha, descer a rua?
Esconder-se no beco, no lixo?
Sem consciência, sem utopia, sem infância.
Interesses, dinheiro, poder, regimento, estatuto.
Qual a perspectiva de vida? E o futuro?
Há crianças morrendo à míngua.
Interstícios...
E a humanidade enclausurada.
Objeto fóbico.
“Acorda Maria bonita,
Levanta, vem fazer o café,
Que o dia já vem raiando...
E a polícia já está de pé”.

1 compartilhamento
Inserida por veramedeiros