Vera Medeiros

1 - 25 do total de 104 pensamentos de Vera Medeiros

Poesia: A mulher...

A mulher... a dama.
A mulher... elegante.
A mulher... insinuante.
A mulher... atuante.
A mulher... fêmea.
A mulher depois da puberdade.
A mulher considerada pela humanidade.

A mulher...

A mulher corpulenta... de estatura elevada.
A mulher... mulherinha... mexeriqueira.
A mulher... macho.
A mulher... faminta.
A mulher... envolvente.
A mulher... aveludada.
A mulher... personalista.

A mulher...

A mulher...
A mulher gestora.
A mulher... genitora.
A mulher... politizada.
A mulher... ofegante.
A mulher... provecta.
A mulher... provocante.

Há mulheres... tão contundentes.
Há mulheres... que fascinam.
Há mulheres que estão estátuas.

Vera Medeiros

Poesia: Criança

Te ver sofrendo...
Dor que invade...aos poucos...
Dor que remoê...que destrói...
É uma criança...

É um corpo...uma alma... descuidada.
Desamparada...aniquilada...estraçalhada.
Mãe posso volta para casa, você vai me receber?
Você vai me acolher?

Eu só preciso do seu sim...
O sim amigo.
E ela... a droga não me acolhe mais...
Quero me despedir dela sorrindo.

Deitada em seus braços mãe.
Ajoelhada a sua frente...
Desde de que seu amor seja presente.
E suas mãos que são tão suaves, me acalentem...

Ela me leva aos poucos...
Conheço o amor indolente.
Amo todos que vejo pela frente...
O amor, amor mesmo... não é presente.

O coração não sente...
Ela me obriga...
A ser o ser excluído.
Não era o que eu queria...


Eu só preciso do seu sim...
O sim amigo.
E ela... a droga não me acolhe mais...
Quero me despedir dela sorrindo.

Me sinto fraca mãe...
Indefesa, indecisa, indecidida.
Perdoe mãe o meu eu...o meu templo...

Eu ainda estou pulsante...viva...
Diga me sim...
Mãe! mãe. mãe...mãe ?

Mãe... onde estão o meus lindos dentes?
Mãe ???
Pai.

Vera Medeiros
Inserida por veramedeiros
1 compartilhamento

Pairar no ar...
Sustentar o corpo.
Levantar voo.
Ato sublime da vida...

Vera Medeiros
Inserida por veramedeiros

Quero mergulhar nas águas do teu abraço...
Percorrer no silêncio do teu rio.
E adormecer ...

Vera Medeiros
Inserida por veramedeiros

Percebemos a grande amizade quando suas dores passam a ser dela também. A amizade então torna-se irmandade...

Vera Medeiros
Inserida por veramedeiros

Feliz estou em tê-los nesta caminhada a vida...

Vera Medeiros
Inserida por veramedeiros

Eu amo a vida demasiadamente...e
Me sinto engolida por ela.

Vera Medeiros
Inserida por veramedeiros

Acalente-se ao seu mundo interior...

Vera Medeiros
Inserida por veramedeiros

Meus olhos... espelho da minha alma...

Vera Medeiros
Inserida por veramedeiros

Despir a alma...
É abrir os olhos para o belo...

Vera Medeiros

Eu não conheço a morte...
Mas tenho curioso prazer guardado para conhecê-la...

Vera Medeiros
Inserida por veramedeiros

Meu corpo...instrumento para a longa caminhada...a vida.

Vera Medeiros
Inserida por veramedeiros

A vida...é o mar...em dias de tempestade...

Vera Medeiros
Inserida por veramedeiros

Olhar...desvendar um segredo...considerar o outro.
Apreciar o que há de mais belo...sobretudo...a alma.

Vera Medeiros
Inserida por veramedeiros

A vida é como o jardim...esperando o adubo.
O adubo são as palavras belas e mágicas que elevam o espírito e a alma...

Vera Medeiros

As crianças são como diamantes...a espera da lapidação...
Esse processo requer mais paciência...que indignação.

Vera Medeiros
Inserida por veramedeiros

Subestimar uma criança...é perder a essência da vida.

Vera Medeiros
Inserida por veramedeiros

Então ...É natal...

Firmemos o compromisso com a criança.
De que toda vez que prometermos algo ...iremos cumprir...
Que iremos tratá-la com muito carinho e atenção...
Que seus dias serão de muitas brincadeiras.
Que suas noites serão de muitas histórias...
Que os passeios serão eternos.
Que os olhares serão verdadeiros...
Que elas serão ouvidas...
Que sua vida será rodeada de risos ...
Que os sonhos se realizam sim.
Que as festas serão feitas para elas.
Que os horários serão respeitados... a seu favor.
Que elas estarão sempre ao seu lado porque...
Segurança é sinal de amparo...
Que elas serão elogiadas sempre...
Que serão ensinadas com paciência...porque ninguém nasceu sabendo, e por isso precisam de atitudes calmas.
Que os gritos serão guardados para a gincana.
Que as agressões sejam abominadas da sua vida ...
Que o alimento seja o pão mesmo...
Que possamos ensiná-los que neste mundo existe a solidariedade... a esperança... a dignidade...
Que a vida é um caminho a ser percorrido...
Que o mesmo é longo e divertido...
Que aqui na terra somos coloridos mesmo.
Que ser pobre não é motivo para ser infeliz...
Que celebrar é uma ação possível a todos os seres humanos.
Então.... é natal...
A festa cristã...

Vera Medeiros
Inserida por veramedeiros
1 compartilhamento

Texto: tragédia em dezembro de 2012

O natal perde o sentido...sinto muito...
Fico entristecida diante de tragédias...ainda mais quando envolvem as crianças...
Meu coração chora... não consigo segurar as lágrimas...
São vinte as crianças que um jovem... a vida interrompeu...
Embora seja tão longe... um país distante de mim... de nós...
Sinto as dores na carne, porque convivo com crianças...
Pura são as crianças...jamais fariam o mesmo...
Existem seres humanos covardes, sem pena...sem alma.
Se apegar a Deus ...e pedir que encaminhe essas almas...
Que ampare as famílias... não me satisfaz...parece que falta algo e sangra ...
Meu espírito não aceita e dói...e remoê...e machuca...
Existem fatos que por mais que tente explicar...fica um vazio... e dói...e remoê...
As pessoas não vão evoluir ...enquanto não entenderem... que vidas não se compra...
As leis da vida andam muito duras... consumir é preciso...não necessário...
Dores... as dores da vida...
Uma criança... duas crianças...três crianças...quatro crianças...cinco crianças...
Seis criança... sete crianças...oito crianças...nove crianças...dez crianças...
Onze criança... doze crianças...treze crianças...quatorze crianças...quinze crianças...
Dezesseis criança... dezessete crianças...dezoito crianças...dezenove crianças...
Vinte...
Que tristeza... daí me compreensão para perdoar uma alma...uma outra alma...
Que um dia foi criança...
Por enquanto... estou de luto...

Vera Medeiros
Inserida por veramedeiros
1 compartilhamento

Poema:Respirar

Podemos mergulhar em emoções.
Emoções fortes.
Assim como o amor a vida.
E ela, é como o mar.
Com ondas fortes.
Encontramo-nos nadando.
É possível mergulhar e submergir,agir,respirar...
E respirando, você a toma como sua.
Assim como o amor a vida.
As pessoas, os animais, a natureza.
É respirando que tudo é possível.
Reinventar, mudar, transformar...
E então...
Você abandona todos os sentimentos ruins.
E renasce.
Como a força das ondas.
Outrora forte.
E agora mansa.
E então, você acredita.
Embala emoções vivas.
A vida então fica divertida.
Com brilho eterno.

Vera Medeiros
Inserida por veramedeiros

Ser...

Não há coisa mais linda do que o ser vivo...
Os sentidos são as antenas da alma.
A vida se faz de momentos... ora bom, ora ruim...
Se a vida não for assim... não apreciaremos o sabor do vento,
E as curvas da água...
A vida é também feita de temperaturas.
Hora ela está morna...
Hora ela está fria...
E quente é aqueles dias de madrugada fria...
Onde a noite vira dia...
O dia vira noite...
E tudo é revelia.
É o desafio... de viver a vida.
Que não não é só minha...
É sua...
É nossa...
Um brinde a vida...

Vera Medeiros
Inserida por veramedeiros

Depois que aprendi a ver...
Construí meu castelo sem poder...
Guardei um tesouro em segredo...
E jamais o revelarei...
Segredo... é segredo.

Vera Medeiros
Inserida por veramedeiros

Quem anda de cabeça baixa, não vê o brilho do sol...
A singularidade da lua...
Não vê a elegância da natureza, depois de um dia de chuva.
A estripulia da criança desembaraçada, almejando um sorvete caramelado.
O voo alto do pássaro desesperado, em busca do sonho desigualado.
Quem anda de cabeça baixa, não vê a desenvoltura das folhas numa árvore cossecante.
Não sente a fulminante dor de um olhar flutuante... e desvia o gazeio da andorinha.
Quem anda de cabeça baixa, não sente o deslocamento do vento e o áspero passar do tempo...

Vera Medeiros
Inserida por veramedeiros

Sou educadora...
Enquanto isso... olho para as crianças muito pequenas.
Projeto para o futuro...grandes pessoas... e depois acredito no impulso que dei as mesmas... minutos atrás.

Vera Medeiros
Inserida por veramedeiros

Viva intensamente...
A qualquer momento...as horas passam...

Vera Medeiros
Inserida por veramedeiros