Todos gostam de boas histórias de amor, não é mesmo? Seja assumidamente ou como um guilty pleasure, os filmes românticos sempre acabam por conquistar nossos corações.

O verdadeiro amor não é um conto de fadas, onde tudo e todos são perfeitos. Muito pelo contrário. Lágrimas, encontros e desencontros fazem parte das melhores histórias de amor. Confira alguns dos filmes que provam como as relações podem ser bastante difíceis.

1. Como Eu Era Antes de Você (2016)

como eu era antes de você

Direção: Thea Sharrock.

Will (Sam Claflin) é um homem rico e que sempre viveu a sua vida muito ativamente. No entanto, após sofrer um grave acidente ficou tetraplégico (e isso não é spoiler, ok?). Preso numa cadeira de rodas, Will se torna uma pessoa extremamente mau-humorada e depressiva, até que Louisa (Emilia Clarke) surge em sua vida.

A jovem de origem modesta e atitude alegre e positiva é o que Will precisava para voltar a amar a vida. Mas, como vemos no filme, existem coisas que nem mesmo os casais mais apaixonados do mundo podem vencer... 

2. O Lado Bom da Vida (2013)

o lado bom da vida

Direção: David O. Russell.

Pat Solitano Jr. (Bradley Cooper) viu seu casamento, emprego e casa desaparecerem como consequência de suas ações um tanto quanto "problemáticas". Após passar um período no sanatório para se recuperar, o rapaz acredita que consegue reconquistar tudo o que perder, inclusive a ex-esposa.

Mas, quem disse que os relacionamentos são assim tão fáceis, certo? Na tentativa de ajudar Pat, alguns amigos lhe apresentam a jovem Tiffany (Jennifer Lawrence) que, assim como Pat, não tem uma personalidade muito fácil de se lidar. 

Será que realmente toda a panela tem a sua tampa? O Lado Bom da Vida é uma comédia romântica que nos faz refletir sobre como nem sempre a aparente "relação dos sonhos" é a ideal para sermos verdadeiramente felizes.

3. 10 Coisas que Eu Odeio em Você (1999)

10 coisas

Direção: Gil Junger.

Um clássico entre os filmes românticos da década de 90, 10 Coisas que Eu Odeio em Você mostra como o amor pode brotar mesmo no coração das pessoas mais amarguradas e insuportáveis que você conhece!

Kat (Julia Stiles) é conhecida por seu temperamento difícil e a irmã mais velha de Bianca (Larisa Oleynik), uma jovem que só poderá namorar com Cameron (Joseph Gordon-Levitt), o menino que está apaixonada, se Kat também arranjar um namorado, de acordo com as "regras da família".

É aí que entra o misterioso bad boy Patrick (Heath Ledger), que a "tapas e beijos" consegue amansar a fera e fazer com que surja um dos poemas mais repetidos pelos adolescentes no começo do ano 2000.

Eu odeio quando você não está por perto...

4. Simplesmente Amor (2003)

simplesmente amor

Direção: Richard Curtis.

Simplesmente Amor (Love Actually) conta não uma, duas ou três histórias de amor, mas várias! Sem dúvida que este é um ode aos relacionamentos amorosos, pois apresenta todos os ângulos das relações, desde os mais bonitos até os mais tristes e irritantes. 

O longa tem atuações majestosas de Hugh Grant, Colin Firth, Martine McCutcheon, Emma Thompson, Alan Rickman, Keira Knightley, Andrew Lincoln, entre vários outros nomes de peso. 

A vida de todos os personagens se relacionam ao longo da trama, sendo o amor a "cola" que liga todas as relações.

5. Bonequinha de Luxo (1961)

bonequinha de luxo

Direção: Blake Edwards.

Baseado no livro de Truman Capote, Breakfast at Tiffany's conta a história de Holly Golightly (Audrey Hepburn), uma acompanhante de luxo que é totalmente frustrada com o amor. Bela e sofisticada, o sonho da jovem é se casar com um milionário e se tornar uma estrela do cinema.

No momento em que mais se sentia miserável de espírito e pronta para desaparecer no mundo, Holly conhece Paul Varjak (George Peppard), um escritor que acaba de se mudar para o apartamento ao lado. O seu novo vizinho, ao contrário dos outros homens, estabelece uma ligação diferente com a jovem, fazendo com que sentimentos inéditos brotassem no seu coração. 

Uma lição importante que podemos tirar de Bonequinha de Luxo é que o amor pode surgir de qualquer lugar, quando menos esperamos. E, mesmo que nem todos os nossos sonhos se tornem realidade, ter a companhia de alguém que se ama (e que nos ama de volta) já é primordial para sermos felizes.

6. Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças (2004)

brilho eterno de uma mente

Direção: Michel Gondry.

Joel (Jim Carrey) e Clementine (Kate Winslet) eram um casal. Foi amor a primeira vista, mesmo com a total diferença entre as suas personalidades. No entanto, ao longo do tempo as incompatibilidades foram se tornando cada vez mais evidentes, fazendo com que o relacionamento se tornasse insuportável. A solução? Clementine decide apagar Joel de suas memórias!

Joel também decide fazer o mesmo procedimento, mas durante o processo percebe que mesmo tendo tudo para dar errado, às vezes o correto a se fazer é ouvir o coração e cair de cabeça nos sentimentos. Somente assim, mesmo nos momentos mais difíceis, saberemos que estamos a viver um amor.

7. Diário de Uma Paixão (2004)

diário de uma paixão

Direção: Nick Cassavetes.

Se você gosta de filmes românticos, com certeza já deve ter visto Diário de Uma Paixão, ou ainda lido o livro que originou o longa, The Notebook, escrito por Nicholas Sparks.

Esta é uma linda história de amor que emociona por mostrar como este sentimento pode não ter prazo de validade. O longa começa com um homem (James Garner) idoso que vive num asilo, e que todos os dias lê um capítulo de sua história de amor preferida para uma mulher (Gena Rowlands), que sofre de uma doença senil que lhe prejudicou a memória.

O enredo narrado pelo idoso se passa na década de 40 e fala sobre Noah (Ryan Gosling) e Allie (Rachel McAdams), um casal que se apaixona a primeira vista e vive um amor intenso. Mas, por infortúnios da vida, os dois são obrigados a se separar... No entanto, a vida dá muitas voltas e, mesmo com todos os percalços, o que é verdadeiro nunca morre.

8. Closer - Perto Demais (2005)

closer

Direção: Mike Nichols.

Desencontros, conflitos sexuais, traições e paixões MUITO intensas. Closer é baseado no roteiro de uma peça de teatro escrita por Patrick Marber, e narra os relacionamentos conturbados de quatro personagens: um jornalista (Jude Law), uma fotógrafa (Julia Roberts), uma stripper (Natalie Portman) e um médico (Clive Owen).

9. O Segredo de Brokeback Mountain (2006)

brokeback mountain

Direção: Ang Lee

A discriminação e o preconceito são motivos para que muitos casais que se amam verdadeiramente, como Ennis (Heath Ledger) e Jack (Jake Gyllenhaal), não consigam viver plenamente os seus relacionamentos.

O filme conta a história desses dois homens que resolvem passar um verão trabalhando para um rancheiro em Brokeback Mountain. O que eles não suspeitavam era que um sentimento intenso entre ambos fosse nascer em meio as frias montanhas de Wyoming. 

Este é um longa bonito, crítico e triste, mas que mostra como para o amor não existem restrições ou barreiras.

10. Amor (2013)

amour

Direção: Michael Haneke.

Haneke sabe fazer filmes fortes, isso é uma grande fato. Amor (Amour, no título original) é uma obra que mostra um lado sobre o "verdadeiro amor" que o cinema não costuma apresentar. Afinal de contas, você sabe o que significa "vou te amar na saúde e na doença, até que a morte nos separe"? 

É muito difícil não se emocionar com o relacionamento de Anne (Emmanuelle Riva) e Georges (Jean-Louis Trintignant), que depois de anos juntos, nos mostram o que significa o compromisso de uma "união eterna".

11. 2 Dias em Paris (2007)

2 dias em paris

Direção: Julie Delpy.

O que era para ser uma viagem relaxante para Marion (Julie Delpy) e Jack (Adam Goldberg), se transformou no estopim para um série de DR's que poderão pôr em risco a relação do casal. 

2 Dias em Paris é um filme simples e com diálogos que facilmente você se identificará, pois refletem o cotidiano da maioria dos casais no momento em que precisam "discutir o relacionamento".

12. As Vantagens de Ser Invisível (2012)

As vantagens de ser invisivel

Direção: Stephen Chbosky.

Inspirado no livro homônimo escrito por Stephen Chbosky, As Vantagens de Ser Invisível é um "romance adolescente" que bate em teclas muito importantes de serem debatidas, como a depressão e o suicídio. 

No entanto, outro aspecto que merece destaque no filme é o fato de retratar como é se relacionar com alguém durante a adolescência. Nada mais sofrido e marcante do que o primeiro amor... 

No longa acompanhamos Charlie (Logan Lerman), um jovem tímido e que está se recuperando de uma grave depressão. Ao começar o ano letivo, começa também a tortura de tentar se socializar num dos ambientes mais hostis para um adolescente: o colégio.

Por sorte, Charlie faz dois amigos que o ajudam a ver o melhor lado da vida novamente: Patrick (Ezra Miller) e Sam (Emma Watson).

Vale ressaltar que a trilha sonora deste filme é maravilhosa!

A gente aceita o amor que acha que merece.

13. Ele Não Está Tão a Fim de Você (2009)

ele nao está tão a fim

Direção: Ken Kwapis.

Um filme que mostra como as relações modernas podem ter caminhos tão complicados e complexos que nem sequer imaginamos... 

Ele Não Está Tão a Fim de Você apresenta vários personagens que têm as suas histórias cruzadas, sendo que cada uma delas revela um aspecto diferente das dificuldades que as pessoas enfrentam antes, durante e após firmarem um relacionamento.

Se você é fã de filmes do gênero, este é outro título que não pode deixar de ter na sua filmoteca! 

14. Blue Valentine - Namorados para Sempre (2010)

blue valentine

Direção: Derek Cianfrance.

Dean (Ryan Gosling) e Cindy (Michelle Williams) são um casal que tenta reacender a chama do casamento. Mesmo ainda sendo jovens, ambos já tiveram que enfrentar poucas e boas na vida, fazendo com que a relação fosse se desgastando. 

A realidade vivida por Dean e Cindy é mais comum do que imaginamos. Quem já esteve (ou está) num relacionamento há muitos anos sabe que nem sempre temos certezas, e o que nos resta é seguir em frente e lutar pela essência do sentimento, ou fechar definitivamente este capítulo em nossas histórias.

15. Loucamente Apaixonados (2011)

loucamente apaixonados

Direção: Drake Doremus.

O que o amor é capaz de aguentar? A distância e o tempo são alguns dos principais culpados por corroer sentimentos que, em outrora, eram tão intensos e fortes. 

Loucamente Apaixonados mostra todas as dificuldades que os casais que vivem relacionamentos à distância enfrentam. As dores, as incertezas e, principalmente, a saudade...

Anna Gardner (Felicity Jones) é uma estudante de intercâmbio britânica que foi aos Estados Unidos para frequentar um curso na Universidade. A jovem se apaixona por Jacob Helm (Anton Yelchin), um jovem americano. No entanto, toda a felicidade do casal estava prestes a declinar... 

Anna teve o seu visto de residência nos Estados Unidos negado, impossibilitando estar na companhia de seu namorado. A partir de então começa uma luta, regada a frustrações e desencontros, para que possam estar novamente juntos.