Devo não nego, pago quando puder

Cerca de 6 frases e pensamentos: Devo não nego, pago quando puder

“Devo não nego, pago quando puder” é a expressão de quem quer dar calote. A palavra de ordem é: “Devo, não nego, preciso de ajuda para renegociar”.

Do livro Frases, Dicas e Histórias Maravilhosas 15, de Orlando Nussi

Orlando Nussi
Inserida por OrlandoNussi

Devo, não pago. Nego enquanto puder.

Natália alves.. Nathy
Inserida por nathyalves

''devo não nego pago quando puder'' (pop)
''não devo nego, não pago nem se puder''(minha)

popular minha
Inserida por denizard1170

⁠Anos mais tarde surgiu a pedalada, agora, na versão “devo não
nego, pago quando puder”. Neste formato, o dono da empresa
emitia a nota fiscal, ou seja, declarava o imposto, porém postergava
seu pagamento e, com o dinheiro, ele aumentava o seu patrimônio
pessoal e vivia em um padrão muito acima da sua real condição financeira. Isso foi uma tendência nos micro e pequenos negócios e,
embora o sistema econômico e tributário no Brasil seja muito difícil
e desfavorável ao empreendedor, isso não justifica a prática mencionada.
Quem nunca ouviu alguém comentar: “Olha, acho que o fulano ali
lava dinheiro. Veja como o negócio dele cresceu, ele só anda de
carrão, comprou lancha”. Bobagem, não há lavagem ali, o que existe é que aquele empresário, ao invés de honrar seus compromissos e obrigações, ele desvia os recursos para a sua vida pessoal.
A propósito, não que não exista lavagem de dinheiro, mas, hoje, a
engenharia financeira é tão sofisticada que, onde houver, será difícil você perceber.
Em conjunto com as pedaladas também podem existir as captações de crédito. Como dizem no jargão popular: “o cara explodiu
a empresa”, não pagou imposto, tomou empréstimo nos bancos,
não paga ninguém, para viver a vida de luxo e fantasia da qual se
tornou refém.

Cláudio Marcellini
Inserida por transformacaodigital

Devo e não nego. Pago, mas não quero.

Vinícius Soares Barbosa
Inserida por viniciussb

⁠Devo não nego ! Pago quando entrar o dinheiro

Artêmio Luz
Inserida por artemio_luz_teminho