Coleção pessoal de Claudiokoda

1 - 20 do total de 820 pensamentos na coleção de Claudiokoda

⁠O que é nascer de novo? Continuar nos erros de sempre? Ociosidade, soberba e abundância de pão, estes foram o pecado de Sodoma e Gomorra. E os nossos? Estamos sempre distraídos e sendo surpreendidos com as eventualidades da vida, e nas coisas mais simples e pequenas tropeçamos. Mas na nossa concepção de justiça, medimos os outros com a régua de nosso caráter, porque nos achamos melhores, menos falhos e talvez até, de certa forma, especiais. Essa vida e esse mundo não nos pertence, estamos de passagem, e como se fôssemos estudantes, devemos sempre procurar aprender mais, superar os nossos limites, ultrapassar as nossas expectativas, sem contudo, desmerecer o próximo, porque verdadeiramente, somos todos iguais. Limitados e dependentes uns dos outros, necessitamos seguir em frente, sempre dependente da mão amiga, de um abraço, um aperto de mão, e muitas vezes, de um ombro amigo. Porque tudo passa qual conto ligeiro, mais rápido do que imaginamos. Ontem eu estava no ventre de minha mãe, vi o brilhar da luz do dia, recebi o carinho e amor de meus pais, familiares e amigos, aprendi a andar, mesmo caindo, quando parecia impossível ficar de pé, aprendi a falar, sempre recebendo todo o carinho e cuidados possíveis de meus pais, e hoje? Cumpri o ciclo da vida, agraciado por constituir uma família, já vou me despedindo aos poucos, sem mesmo perceber, porque pouco tempo me resta do que havia ontem, porque tempo é dádiva que temos para gastar, sem poder economizar. Porque o tempo se vai gastando, e nem sabemos quanto tempo nos resta para poder gastar. 
Um abraço a todos!!!

afonso claudio de meireles

⁠Religiosos julgam seus semelhantes nos moldes da parábola do fariseu e publicano, sempre apontando o erro alheio e não confessando os seus. Mas nada podemos ocultar aos olhos de Deus.  
Que possamos falar e discutir sobre coisas e ideias, sem diretamente falar de pessoas.

afonso claudio de meireles

⁠Conceitos e preconceitos todos possuem e manifestam de algum jeito. 
Mas a imperatriz da humanidade sempre dissimula e manifesta apenas a parte que lhe toca. O ser humano livre, aprisionado tão somente pelas resultantes de sua escolhas.
Cada ser comporta sua carga teleológica, usando meios para se justificar e buscando fins a se alcançar com vistas as suas realizações. 
A liberdade plena inexiste, livres estamos em espaços delimitados entre outras liberdades individuais em suas causas originárias e consequências resultantes. Os limites se estabelecem mediante a manifestação do indivíduo dentro de sua coletividade. 
RRSPEITAR A LIBERDADE DE ESCOLHA DELIMITADA PELO CONJUNTO DE LEIS E SUA REGULARIDADE ÉTICA E MORAL SOCIALMENTE PRÉ ESTABELECIDA.

afonso claudio de meireles

⁠Os verdadeiros amigos consideramos em vida, porque por morte o máximo que podemos fazer é mostrar para outros aquilo ao qual deveríamos mostrar para aquele que se foi. A vida é um mistério, o agora é certeza do que se pode fazer, o passado foi oportunidade realizada ou perdida, e o futuro uma incógnita. Mas uma coisa é certa, em muitas ocasiões podemos decidir e realizar os mais diversos intentos, executar ações que podem marcar a vida de muitas pessoas ao nosso redor. O bem está ao nosso alcance, temos o sim e o não a escolher. Que o Eterno Pai celestial continue abençoando nossas vidas para sermos verdadeiras bênçãos na vida das pessoas. Dos conhecidos, e também dos estranhos, que sempre estarão por perto, seja por momentos únicos ou por várias ocasiões, e assim fazermos o que é agradável a Deus o Eterno Pai e aos muitos corações. Façamos o bem, sejamos o bem que tanto almejamos, vivamos em verdade e benignidade. E que a soberba e a vaidade não resista ante nossa decisão de escolher o que é certo por fazer.
PAZ A TODOS E BOA VONTADE AOS HOMENS E MULHERES DE VALOR.

afonso claudio de meireles

⁠Não é humana a perfeição, mas vemos esta patente em toda a criação. Um universo em expansão, justapostos aglomerados de galáxias espalhados pela imensidão.

afonso claudio de meireles

⁠Políticos ladrões contumazes do erário, jamais se importarão com o bem estar da população. Quem rouba da saúde, segurança e educação, jamais será para o povo e seus problemas o caminho da solução. Eles são a causa e consequência de tamanha destruição.

afonso claudio de meireles

⁠Povo preocupado com a única coisa ao qual nenhum ser humano é capaz de evitar. Cedo ou tarde a hora de nossa morte haverá de chegar. Enquanto há tempo vamos viver, enquanto pudermos, plantar para colher. A vida é uma incógnita que se equaciona a cada instante do ser, portanto, tenhamos fé e vamos viver.

afonso claudio de meireles

⁠Somos todos dependentes uns dos outros. O que seria do engenheiro civil sem o auxiliar de serviços gerais? Cada qual na sua função somando para o bem de todos. Quando a arrogância fala mais alto, a dignidade da pessoa humana cai em desgraça, e não tem graça nenhuma se sentir melhor do que o semelhante, porque todos inseridos numa sociedade tem a sua precípua importância em prol da coletividade.

afonso claudio de meireles

⁠O homem pode saber muito, porém nunca saberá tudo. O acesso ao conhecimento é amplo, mas limitada é a capacidade da mente humana, que muito depende da soma de conhecimento ao longo dos anos, numa total certeza de que somos dependentes uns dos outros, ao ponto de não existir humano auto-suficiente.

afonso claudio de meireles

⁠Existem lugares que jamais poderemos retornar para matar saudades, são locais aos quais nos são reservados uma única passagem, e depois ficam restritos as lembranças. Saudades eternas que levaremos para o resto de nossas vidas.

afonso claudio de meireles

⁠Respeito é via de mão dupla. Só observo essas campanhas de mão única, onde s intolerância, a arrogância e a influência midiática atua em favor de um único lado. Dou o respeito para ser respeitado. Sou gentil para receber gentileza, sou tolerante par ser tolerado. E assim, seremos felizes com cada um no seu quadrado. Se todos observar seus respectivos limites de liberdade, não haveremos de ter problemas em nossa sociedade. 

afonso claudio de meireles

⁠Supremas dúvidas éticas e morais, suprema lástima dos ideais. Quem deveria ser supremo é o povo, de quem emana o poder e, sem mais.

afonso claudio de meireles

⁠As vezes escrevo besteiras, mas também, coisas maneiras. Importa seguir escrevendo, registrando cada palavra grifada em meu pensamento, trazendo à luz da verdade, a de ser julgada em dado momento.

afonso claudio de meireles

⁠Enfim o tempo passou, comecei acelerado, mas devido em vida o fardo, diminuída a cadência, reduzida a força, mesmo ampliada a ciência, sigo desacelerando, rumo a inércia da massa corporal. Onde chegada será o ponto final do lapso temporal desse amontoado de moléculas nas mais diversas cadeias carbonicas.

afonso claudio de meireles

⁠A vida.
Ávida a ser vivida.
Estrada adiante, sem regresso após partida.

afonso claudio de meireles

⁠Não crie expectativas com pessoas, o que se pede sempre é cautela.

afonso claudio de meireles

⁠É bom falar de amor, melhor ainda é amar. Triste é falar de rancor, pior ainda sempre lembrar.
Verbaliza do que cheio o coração está.

Afonso claudio de Meireles

⁠Quem poderá sopesar a dor, se entre as mãos fugiu de si o amor. Qual lenço ao vento vai ao chão, mais ainda desce o ser sem compaixão. 

Afonso claudio de Meireles

⁠Sempre haverá os que te cercam e desmerecem a sua pessoa, o seu potencial e a sua capacidade de superar as adversidades e circunstancias da vida. Muitos não ficarão satisfeitos com a sua evolução, o seu desempenho nas atividades do cotidiano, nas mais diversas frentes de atuação do seu proceder como pessoa humana. Será preciso vencer todos os obstáculos que sempre estarão a se erguer adiante. E isso acontece com todos, embora cada um experimente uma intensidade diferente nas adversidades da vida.
Dito isto, sejamos perseverantes, ainda que venha o desânimo, lutemos até o limite de nossas forças, busquemos superar os obstáculos, porque observando o mundo ao nosso redor, podemos perceber que os seres vivos de um modo geral adquire a capacidade de suplantar as barreiras que se agigantam, seja contornando-as, ou mesmo até superando-as. Em muitos momentos teremos o dilema de seguir lutando ou entregarmos ao fracasso, mas enquanto tivermos forças, e um fio de esperança e chance de vitória, sejamos perseverantes.

afonso claudio de meireles

⁠Amigos se afastam e se comportam como desconhecidos, e desconhecidos surgem e se tornam amigos queridos. Amizade é coisa estranha de se compreender, mas só o tempo para revelar quantos amigos verdadeiros enfim haveremos de ter.
Existe o interesseiro, que só aparece quando algo busca obter. Tem o indiferente, que surge sem nada querer. E também o oportunista que só de longe o tem na vista. E por fim o fechamento, aquele verdadeiro amigo de todo momento. Que mesmo não estando por perto, pronto para o que der e vier, sempre está atento.

Afonso claudio de Meireles