Coleção pessoal de camyllag

1 - 20 do total de 341 pensamentos na coleção de camyllag

E neste mundo, em que falsidade e hipocrisia andam juntas de mãos dadas, tento achar um espaço onde eu possa ser eu mesmo, sem medo de julgamentos precipitados ou qualquer devaneio avassalador, em que a solidão não me encontra e a saudade não me toca.

Camylla Gonçalves Cantanheide
1 compartilhamento
Tags: solidão saudade

O tempo não cura tudo. Existem pessoas que o tempo não é capaz de levar. Existem feridas que o tempo não é capaz de cicatrizar, existem lembranças que o tempo não é capaz de apagar. O tempo é a prova de que os melhores sentimentos nunca se perdem, de as que piores dores sempre te acompanham e que os sonhos não são meras utopias.

Camylla Gonçalves Cantanheide
1 compartilhamento
Tags: saudade solidão

Hoje, ao acordar, pude sentir a saudade me abraçar mais uma vez. Pude imaginar a maneira de como você me abraçaria e de como me sentiria confortável junto a ele. Confesso que não estou bem, que a sua ausência tem me deixado abaixo; e sempre que me sinto assim, olho para o céu começando a imaginar, o que realmente estou procurando, até que sua imagem surge em minha mente e me fazendo abrir um sorriso; deixando claro, que só você pode mudar o meu pior, junto com o pedido incontentável para fique. Eu não vou partir, não vou deixar você ir, não quero que vá.

Camylla Gonçalves Cantanheide
1 compartilhamento
Tags: saudade solidão

Ela sentiu tudo desmoronar mais uma vez. Não havia mais sorrisos, esperança ou gargalhadas. Ela só tem o silêncio que perdura em si, um “pequeno” vazio e um grande estrago. Ela só tem a verdade em que estonteantemente anseia por prová-la, a dor que insiste em persegui-la, a solidão que está sempre a acompanhá-la, o medo de machucar-se a ponto de dilacerá-la. Ela tenta fingir que tudo está bem, mas no fim do dia a sua maior fraqueza aparece a atormentá-la. Ela queria arrumar uma saída para isso, um antídoto totalmente curável, mas toda vez em que ela supõe não poder piorar, a coisa vai lá, e piora.

Camylla Gonçalves Cantanheide
1 compartilhamento
Tags: saudade solidão

É como sentir o tempo não passar. A dor não vai embora, a angústia sempre recíproca e as lembranças sempre voltam, retornando com mais intensidade; fazendo-me perder o sono; fazendo minhas lágrimas rolarem instantaneamente. Porque tudo que eu faço é imaginar quando você voltará, esperando com que no final, tudo fique bem.

Camylla Gonçalves Cantanheide
1 compartilhamento
Tags: saudade solidão

É como sentir-se feliz e triste ao mesmo tempo. Estar-se em repulsa como o gelo e o fogo, cutucar a ferida mesmo sabendo que irá doer. É nessa contradição que me encontro ao ter você por perto. A sua presença, é a chave para que o tempo traga dias melhores; dias de felicidade, dias de contentamento. Todavia, a sua ausência é repleta de nostalgia, de lágrimas reprimidas; com aquela vontade de arrancar-se o coração, só para não sentir, mas ainda sim doeria. É como tentar parecer-se intacto, estando despedaçado solenemente.

Camylla Gonçalves Cantanheide
1 compartilhamento
Tags: saudade solidão

Ele fechou as fechaduras abaixo da janela. Fechou as cortinas logo após, e em um andar lento, afastou-se. As soluções não são tão simples. E em um emaranhado de pensamentos, um momento tortuoso de lágrimas, ele acende aquela lembrança boa, aquela lembrança em que a pessoa marcada pela presença e a ausência, dizia que jamais o abandonaria; o desejo pelo tão inesperado abraço, aquela certeza de que com esse alguém se pode contar e com a certeza de que se pode partir, ficando. Vai voltar, talvez amanhã ou daqui a um mês, quem sabe? E quando voltar, ele provará que quando realmente se quer dizer alguma coisa, palavras são inúteis.

Camylla Gonçalves Cantanheide
1 compartilhamento
Tags: saudade solidão

Não precisa me entender. Só fica por perto e me mostra que com você vai ser diferente. Que não desistirá de mim - de nós - na primeira dificuldade, como os outros o fizeram, como todos fazem.

Camylla Gonçalves Cantanheide
1 compartilhamento

Mais doloroso do que ir embora, é perceber que ninguém vai tentar te impedir e te convencer a ficar.

Camylla Gonçalves Cantanheide
1 compartilhamento

É uma insegurança, uma dor, uma falta, uma angústia que parece dilacerar. É como sentir uma dor sem sentido. É uma vontade de desabar. São tantas as aflições, são tantas as lágrimas, são tantos os medos. Queria que tudo voltasse a ser como antes, queria sorrir novamente, queria que você estivesse aqui. Tudo era tão fácil quando tinha você.

Camylla Gonçalves Cantanheide
3 compartilhamentos
Tags: saudade solidão

Ela mostrava ser capaz de se auto-regenerar. Parece ser uma saída não demonstrar sentimentos. Seu coração parecia gélido, intocado, tão frio quanto o restante de chocolate quente em sua caneca. Sempre buscava parecer fria, calma, controlada e tanto eram os pesos, as lágrimas, os medos. Ela parecia forte, no entanto, fraca. Parecia não ter cicatrizes, mas tantas eram mágoas e as frustrações. Parecia nunca ter sentido a perda e a dor. Só parecia.

Camylla Gonçalves Cantanheide
1 compartilhamento
Tags: saudade solidão

É torturante suportar todos os adventos do dia. As lágrimas já estão escorrendo secas, o riso é forçado, e tudo o que se pode sentir é dor.

Camylla Gonçalves Cantanheide
1 compartilhamento

Ela espera acordar e dizer que tudo vai ser diferente. No entanto, acorda espichada na cama, com os olhos pesados como quem não dormiu. Ela costuma levantar e tentar se convencer de que é só mais um dia, mas dessa vez, preferia nem ter acordado. Ela pensa constantemente em tentar mudar, mais no fundo sabe, que só um único alguém é capaz de reverte-la. É um estar longe, e sentir-se perto. Querer fugir e não encontrar-se em lugar algum. É como abrir os olhos, e ouvir algo dizendo: “Acorda, bem-vindo a realidade”.

Camylla Gonçalves Cantanheide
1 compartilhamento

É como sentir-se tão só a ponto de esquecer-se. A cada minuto que passa as lembranças me atormentam intensamente, a cada segundo que o ponteiro marca é como se fosse um século, se passando. Quando me olho espelho vejo às lembranças mais tristes virem à tona, junto com as lágrimas de saudade que frequentemente choro por você.

Camylla Gonçalves Cantanheide
1 compartilhamento
Tags: saudade solidão

Ela sente uma apreensão por estar longe, embora seu pensamento a faz sentir bem perto. Entre tentar esquecer ou desistir, ela prefere optar pelas lembranças, pelo sonho que parece inalcançável, pela estonteante saudade que guarda em si, e pelo imaginável momento que ela anseia em abraçar. Ela tenta não chorar, no entanto, ao final do dia é quase impossível não soltar uma lágrima. Ela prende-se a tentar mudar as coisas, a escutar o eco dos ventos aos ouvidos, aos pensamentos incontroláveis, a imaginar como seria se tudo fosse o reverso. À vista, ela se apresenta sóbria. Mas nos deslanchar dos olhos ela sente uma falta. Senti que falta alguém, que falta algo, que falta você.

Camylla Gonçalves Cantanheide
1 compartilhamento
Tags: saudade solidão

Certas vezes, prefiro chorar um pouco sozinha, escutar o eco do vento aos meus ouvidos, ocultar meus sentimentos, me apegar ao inimaginável, guardar a dor. Não por indiferença, só quero evitar o julgamento de pessoas que não sabem o verdadeiro motivo das minhas lágrimas.

Camylla Gonçalves Cantanheide
1 compartilhamento
Tags: saudade solidão

E quantas vezes ao abrir os olhos, você desejou que tudo fosse diferente?

Camylla Gonçalves Cantanheide
2 compartilhamentos
Tags: saudade solidão

Perdi as contas de quantas chorei até pegar no sono. De quantas vezes, abracei meu corpo fortemente, na tentativa de que a minha dor cessasse. Ontem meu choro foi abafado, tortuoso, escondido; para não incomodar quem estivesse dormindo. Literalmente, chorei até quando a dor existente em mim ameniza-se, até quando meus olhos não conseguiam se abrir de tanto arder, até quando abracei o travesseiro e fiquei ali, acalmando, até que minha angústia pudesse conter-se. Eu imaginei você ali, eu sentia o calor do seu abraço, o carinho do seu aconchego, e suas palavras dizendo: Vai ficar tudo bem. Dói perceber que mesmo depois de chorar tantas noites, você ainda consegue me machucar delicadamente com que diz. E com as que você não diz também.

Camylla Gonçalves Cantanheide
1 compartilhamento
Tags: saudade solidão

Sim. No fundo eu ainda tenho esperanças de que em algum momento, você sinta minha falta.

Camylla Gonçalves Cantanheide
1 compartilhamento
Tags: saudade solidão

E mesmo depois de tudo, ou talvez por causa de tudo, eu nunca vou deixar de me importar.

Camylla Gonçalves Cantanheide
1 compartilhamento
Tags: saudade solidão