Osho

226 - 250 do total de 300 pensamentos de Osho

Se algo estiver ao seu alcance... desfrute.
Quando se for... deixe que se vá
com o coração cheio de gratidão.

Osho
2 compartilhamentos

Uma vez que você saiba como relaxar, pela primeira vez a vida começará a acontecer.

Osho
2 compartilhamentos

Falling in love you remain a child; rising in love you mature. By and by love becomes not a relationship, it becomes a state of your being. Not that you are in love - now you are love

Osho
2 compartilhamentos

Quem quiser Crescer se abra.
É Preciso Coragem para ser Feliz...!

Osho
Inserida por RivaAlmeida

Aceite tudo o que estiver presente, e, uma vez aceito incondicionalmente, tudo fica belo. Mesmo a dor tem efeito purificador. Assim, por tudo o que surgir em seu caminho, fique grato.

Osho
16 compartilhamentos

Nuvens virão e partirão, e o céu permanece tão vazio como sempre.As nuvens não deixam marca alguma sobre o céu vazio.E da mesma maneira que fora existe este vasto céu vazio - imensurável -, do outro lado, dentro, existe o mesmo infinito. Você está bem no meio, entre uma infinidade externa e uma infinidade interna. Você pode ir em qualquer direção - Para fora, não encontrando limite algum, ou para dentro, não encontrando limite algum.

Osho
Inserida por antoniomoraes68
1 compartilhamento

Tu és o exterior, assim as roupas são muito importantes. Por causa das roupas uma pessoa fica feia. Por causa das roupas ela se torna respeitada. Um juiz tem de usar certas roupas - Um juiz do Superior Tribunal tem de usar um trajo especial- e ninguém pergunta por que. Com aquela roupa ele é a justiça do Supremo Tribunal, sem aquela roupa ele é ninguém.

Osho
Inserida por antoniomoraes68
1 compartilhamento

A mente nunca está no presente; ela está ou no passado ou no futuro. No presente a mente é vazia.

Osho
Inserida por antoniomoraes68

"Seja egoísta.
Tente entender
O que eu quero dizer por "ser egoísta".
Primeiro você tem que se amar,
Se conheça, se ame.
Com isso você irá irradiar amor,
Compreensão, ternura, cuidado com o próximo.
Fora da meditação
Surge a verdadeira compaixão,
Mas a meditação
É um fenômeno egoísta.
Meditação significa desfrutar de si mesmo
E de sua solitude,
Esquecendo todo o mundo
E apenas desfrutando de si mesmo.
Isso é um fenômeno egoísta
Mas fora desse egoismo
Surge um grande altruísmo.
E não existe
Sobre o que se vangloriar;
Você não se torna egoísta.
Você não serve a pessoas;
Você não as faz sentirem-se obrigadas a isso
Você simplesmente gosta de compartilhar seu amor,
E sua alegria.”

Osho
2 compartilhamentos

A mente é uma ilusão, ela não é, mas parece ser, a tal ponto que você se confunde com ela! A mente é maya, é só um sonho, uma projeção... uma bolha de sabão! As pessoas falam em atingir 'um estado silencioso da mente', pensando que a mente pode se calar. A mente nunca se cala, pois ela significa o conflito, o tumulto, a tensão, a enfermidade. Ela não silencia, quando há silêncio, a mente não está alí! Quando o silêncio chega, a mente desaparece; quando a mente está, não há mais silêncio. Assim, não pode haver uma mente silenciosa, como não há uma doença saudável. Então, por favor, abandonem esta ilusão! É como se você estivesse pensando em viajar sobre o arco-íris e me perguntasse: 'Que passos devo dar para subir no arco-íris?' Resposta: 'Nenhum, o arco-íris é só um aparição, assim, nenhum passo pode-se dar'. Um arco-íris simplesmente aparece, não é uma realidade, é uma falsa interpretação da realidade.
A mente não é sua realidade, é uma falsa interpretação. Você não é a mente e nunca poderá ser. Este é o problema, identificar-se com algo que não existe. Um mendigo acredita possuir um reino e está sempre preocupado demais com o palácio, em como administrá-lo, como governá-lo, como protegê-lo, etc. Faz tantos planos. Todavia, não há nenhum reino, mas ele permanece preocupado!

Osho
Inserida por guicamargobsb
1 compartilhamento

”Sim, somente a compaixão é terapêutica, porque tudo o que é doença no homem é causado pela falta de amor.
Tudo o que está errado com o homem, está de alguma forma associado ao amor.
Ele não tem sido capaz de amar ou ele não tem sido capaz de receber amor.
Ele não tem sido capaz de compartilhar o seu ser.
Essa é a miséria. Isso cria toda sorte de complexos internamente.
Aquelas feridas internas podem vir à superfície de várias maneiras: elas podem se tornar doenças do físico e doenças mentais, mas no fundo o que o homem sofre é de falta de amor.
Assim como o alimento é necessário para o corpo, o amor é necessário para a alma.
O corpo não consegue sobreviver sem alimento e a alma não consegue sobreviver sem o amor.
Somente no amor a pessoa vem a sentir que ela é mais do que o corpo, mais do que a mente

Osho
2 compartilhamentos

"Se você se tornar um pouco mais atento, você encontrará o amor, a luz, o riso por toda parte”

Osho
46 compartilhamentos

“Se você tinha que ser um dançarino, a vida virá por aquela porta, porque ela pensa que você é um dançarino. Ela bate na porta, mas você não está lá; você é um bancário. E como a vida vai saber que você se tornou um bancário? Deus vem a você da maneira que ele quer que você seja; ele conhece apenas aquele endereço. Mas você nunca é encontrado lá, você está sempre em algum outro lugar, escondendo-se atrás da máscara de alguém que não é você, com os trajes de alguém que não é você e usando o nome de alguém que não é você. Como você espera que Deus possa encontrá-lo? Ele segue procurando por você. Ele sabe o seu nome, mas você abandonou aquele nome. Ele conhece o seu endereço, mas você nunca morou lá. Você permitiu que o mundo desviasse você”.

Osho
Inserida por BFcarpediem
1 compartilhamento

Ninguém diz que você é responsável. A responsabilidade é lançada sobre os outros. Logo é impossível ser feliz, porque se os outros o estão tornando infeliz, então está fora de seu alcance ser feliz, a menos que o mundo todo seja modificado de acordo com você.
...
A única esperança de transformação é que você possa mudar a si mesmo. Essa é a única esperança, não há outra. Mas o ego não quer assumir a responsabilidade. Ele continua lançando a responsabilidade sobre os outros. Ao lançar a responsabilidade sobre os outros, você está também lançando sua liberdade, lembre-se disso. Ser responsável é ser livre. Dar a responsabilidade a outra pessoa é ser um prisioneiro. Cada momento da vida lhe proporciona duas alternativas: ser infeliz ou ser feliz. Depende da sua escolha. O que quer que escolha ser, você vai se tornar. No dia que você escolher que sua decisão é ser feliz ou infeliz, terá pegado sua vida nas mãos, você terá se tornado um mestre. Agora, nunca diga que outra pessoa o está fazendo infeliz. Essa é uma declaração de escravidão.

Osho
2 compartilhamentos

Sua vida vai continuar vazia se você conhecer apenas
as coisas que podem ser compradas e vendidas.
Relacione-se com coisas que não podem ser compradas nem vendidas.
Aquilo que não pode ser comprado é sagrado.

Osho
11 compartilhamentos

'Tente fazer algo novo a cada dia, e a mente terá menos controle sobre você. Mesmo que sejam pequenas mudanças em sua forma de andar, na forma de falar.
A cada momento você se renova, renasce, a consciência nunca envelhece.
Você viveu de acordo com alguns padrões até agora. Você não deseja mudar?!
A mente é seu passado tentando constantemente controlar seu presente e seu futuro. É o passado morto, que permanece controlando o presente vivo. Fique alerta quanto a isso.'

Osho
2 compartilhamentos

'No presente apenas a consciência é necessária, mas não a mente. A mente só é necessária em algum lugar do futuro, do passado, mas nunca aqui.
Quando você sentir que a mente foi para outro lugar, quando você estiver em uma cidade e sua mente estiver do outro lado do mundo, fique alerta imediatamente e volte pra casa, volte para o lugar onde você se encontra.' - Osho -

Osho
Inserida por lyne-sena
1 compartilhamento

A Arte de Viver em Equilíbrio

"A vida consiste de extremos. A vida é uma tensão entre os opostos. Para ser exatamente no meio significa sempre estar morto. O meio é apenas uma possibilidade teórica; só de vez em quando você está no meio, como uma fase passageira. É como andar em uma corda bamba; você nunca pode estar exatamente no meio, por qualquer período de tempo. Se você tentar, você vai cair."

"Se você pode amar e se você pode rir, totalmente, de todo coração, sua vida se tornará uma tal felicidade e uma bênção, não só para si mesmo, mas para todos os outros. Você vai ser uma bênção para o mundo. "

"A cada momento há a possibilidade de ser total. Seja o que for que esteja fazendo, fique tão completamente absorto, de modo que a mente não pense nada, esteja simplesmente ali, seja apenas uma presença. E mais e mais totalidade virá para você e o sabor da totalidade o tornará cada vez mais e mais capaz de ser total.
Procure perceber quando você não está sendo total. Esses são os momentos que precisarão ir sendo abandonados pouco a pouco. Quando você não é total... sempre que você estiver na cabeça -- pensando, refletindo, fazendo cálculos, sendo astuto, achando soluções engenhosas --, você não é total. Pouco a pouco, vá se descartando desses momentos. Trata-se apenas de um velho hábito. Hábitos são difíceis de se deixar. Mas eles morrem certamente -- se a pessoa persiste, eles morrem."

"Estas três mulheres estão suspensas no ar, livres e brincalhonas, porém alertas e interdependentes. Num número de trapézio, ninguém pode permitir-se estar um pouquinho "ausente", mesmo por uma fração de segundo. E é essa atitude de atenção total ao momento presente, que está representada aqui."

"Podemos sentir que há coisas demais para fazer ao mesmo tempo, e ficar hesitando ao tentar fazer um pouquinho aqui, um pouquinho ali, em vez de fazer uma coisa de cada vez e até o fim. Pode ser, também, que acreditemos que o que cabe a nós fazer é algo "chato", porque nos esquecemos de que o que importa não é o que fazemos, mas a maneira como o fazemos.

Desenvolver a capacidade de estar presente por inteiro ao responder ao que quer que surja, da forma como vier, é um dos maiores presentes que você pode dar a si mesmo. Dar um passo de cada vez ao longo da vida, dedicando a cada um deles a sua total atenção e energia, pode trazer uma grande e nova vitalidade e criatividade a tudo o que você faz."

Osho
Inserida por lyne-sena
1 compartilhamento

A Meditação do Cigarro (Osho)

"Um homem veio a mim. Ele sofria do vício de fumar há trinta anos; ele estava doente e os médicos disseram: “Você nunca ficará bom se não parar de fumar.” Ele era um fumante crônico e não conseguia parar. Mas ele tentou, tentou arduamente e sofreu muito tentando. Conseguia por um ou dois dias, mas então a necessidade de fumar vinha tão forte que simplesmente o vencia. Novamente ele caía no mesmo esquema.

Por causa disso, ele perdeu toda a autoconfiança; sabia que não podia fazer nem essa pequena coisa: parar de fumar. Ele se desvalorizou diante de si mesmo; considerava-se a pessoa mais sem valor do mundo. Não tinha mais respeito por si mesmo. E assim, ele veio a mim.

Ele disse: “O que posso fazer? Como posso parar de fumar?” Eu lhe disse: “Você tem que entender. Agora, fumar não é apenas uma questão de decisão. É algo que já entrou no seu mundo de hábitos; já se enraizou.

Trinta anos é um longo tempo. Esse hábito tem raízes no seu corpo, na sua química, espalhou-se em você. Não é mais apenas uma questão de decidir com a cabeça; sua cabeça não pode fazer nada. Ela é impotente; pode começar coisas, mas não pode pará-las facilmente. Uma vez que você começou e praticou por tanto tempo, você é um grande iogue – trinta anos de prática em fumar! Já se tornou automático; você tem que desautomatizar isso.” Ele perguntou: “O que você quer dizer por desautomatizar?”
É nisto que consiste toda a meditação: na desautomatização.

Eu lhe disse: “Faça uma coisa: esqueça tudo sobre parar de fumar. Não há necessidade. Por trinta anos você fumou e viveu; é claro que foi um sofrimento, mas você se acostumou a ele também. E o que importa se você morrer algumas horas antes do que morreria sem fumar? O que você vai fazer aqui? O que você fez? Então, qual a importância em morrer na segunda, na terça ou no domingo, neste ou naquele ano – que importa?”
Ele disse: “Sim, isso é verdade; não importa”.

Então eu disse: “Esqueça tudo sobre parar de fumar; não vamos parar absolutamente. Ou melhor, vamos compreender isso. Assim, da próxima vez, faça do fumar uma meditação”.

Ele disse: “Do fumar uma meditação?” Eu disse: “Sim. Se as pessoas zen podem fazer do beber chá uma meditação, uma cerimônia, por que não com o cigarro? Fumar também pode ser uma bela meditação”.

Ele ficou impressionado e disse: “O que você está dizendo? Meditação? Conte-me – nem posso esperar!”

Então dei a meditação para ele: “Faça uma coisa. Quando pegar o maço de cigarros do seu bolso, pegue-o bem lentamente. Curta, não há pressa. Fique consciente, alerta, atento; pegue lentamente com atenção total.

Então, tire um cigarro do maço com toda a atenção, lentamente, não da velha maneira apressada, inconsciente, mecânica. Depois, comece a bater o cigarro no maço, atentamente. Escute o som, como fazem as pessoas zen quando o samovar começa a cantar e o chá começa a ferver… e o aroma… Então cheire o cigarro e sinta sua beleza…”

O homem disse: “O que você está dizendo? A beleza?”

“Sim, ele é belo. O tabaco é tão divino quanto qualquer outra coisa. Cheire-o; é o cheiro de Deus”.

O homem ficou um pouco surpreso: “O que! Você está brincando?”
“Não, não estou brincando. Mesmo quando brinco, não brinco. Sou muito sério.”

Então, ponha o cigarro na boca, com toda a atenção, e acenda-o. Curta cada ato, cada pequeno ato e divida-o em muitos pequenos atos para que você possa tornar-se o mais alerta possível.

Dê a primeira tragada: Deus em forma de fumaça. Os hindus dizem, “Annam Brahm” – “Comida é Deus”. Por que não a fumaça? Tudo é Deus. Encha profundamente seus pulmões – isto é pranayam. Estou lhe dando uma nova ioga para um novo tempo! Depois, solte a fumaça, relaxe; dê outra tragada – e faça tudo bem devagar…

Se você puder fazer isso. ficará surpreso; logo verá toda a estupidez disso. Não porque os outros estão lhe dizendo que é estúpido, que é ruim. Você o verá; e não apenas intelectualmente, mas a partir de seu ser total; será uma visão da sua totalidade. E então, um dia, se o vício desaparecer, desapareceu; se continuar, continuou. Você não tem que se preocupar com isso.”

Depois de três meses, o homem voltou e disse: “Ele desapareceu!”
“Agora, eu disse, tente isso com outras coisas também”.
Este é o segredo, o segredo: desautomatizar. Andando, ande devagar, atentamente. Olhando, olhe cuidadosamente e você verá que as árvores estão mais verdes do que nunca e as rosas estão mais rosas do que nunca. Escute! Alguém está falando, sussurrando: ouça atentamente. Quando você falar, fale atentamente. Deixe que toda a sua atividade de despertar torne-se desautomatizada."

Osho
Inserida por lyne-sena
1 compartilhamento

O TAO DA CORAGEM
A vida não escuta seus raciocínios; vai por seu próprio caminho sem deter-se. Você tem que escutar à vida, a vida não vai escutar seus raciocínios, não lhe interessam suas descrições.
Quando caminha pela vida, o que você encontra? Aproxima-se uma grande tormenta, e as árvores grandes caem. Deveriam sobreviver, segundo Charles Darwin, porque são as mais aptas, as mais fortes, as mais poderosas. Note em uma velha árvore de oito metros de altura e trezentos anos. Apenas a presença da árvore dá força, dá sensação de força e poder. Há milhões de raízes que se estenderam pela terra, aprofundando para que a
árvore esteja de pé com todo seu poder. A árvore, é obvio, luta, não quer sucumbir, não quer render-se... mas cai durante a tormenta, morre, já não está viva e toda a força que
tinha se foi. A tormenta foi muito, a tormenta sempre é muito, porque vem da totalidade e a árvore só é individual.
Também há pequenos arbustos e ervas; quando chega a tormenta a erva cede, por isso a tormenta não pode lhe trazer dano. Quando muito a limpará bem, nada mais; arrastará toda a terra que se foi acumulando sobre a erva. A tormenta lhe dá uma boa ducha, e quando se acaba, oo pequenas arbustos e as ervas estão de novo dançando felizes. A erva quase não tem raízes, até uma criança a pode arrancar, mas venceu à
tormenta. O que ocorreu?
A erva seguiu o caminho do Tao, o caminho do Lao Tzu, e a árvore seguiu o caminho do Charles Darwin A grande árvore era muito racional: tentou resistir, tentou demonstrar sua força. Se tentar demonstrar sua força, será derrotado. Todos os Hitlers,
Napoleones e Alejandros são árvores grandes, fortes. Serão derrotados. Os Lao Tzus são pequenos arbustos: ninguém os pode derrotar porque sempre estão dispostos a ceder.
Como você irá derrotar alguém que está disposto a ceder, se disser: «Você já me derrotou», se disser: «Senhor, desfrute de sua vitória, não precisa se incomodar, já me venceu»? Inclusive um Alexandre se sentiria inútil diante de um Lao Tzu não poderia
fazer nada. Isto é exatamente o que aconteceu...
Na época do Alejandre havia um sannyasin, um místico que se chamava Dandamis; nessa época Alexandre estava na Índia. Quando ele ia partir para a Índia, os amigos lhe pediram que quando retornasse lhes trouxessem um sannyasin, já que essa estranha flor só florescia na Índia. —Traga-nos um sannyasin —leles pediram—. você vai trazer muitas coisas mas
não se esqueça de nos trazer um sannyasin, queremos conhecer o fenômeno do sannyas, o que é, o que é exatamente um sannyasin.
Ele estava tão entregue às guerras e as lutas que quase se esqueceu; mas quando estava retornando, quando estava na fronteira da Índia, de repente se lembrou. Quando estava a ponto de abandonar o último povoado, pediu a seus soldados que fossem ao povoado e perguntassem se havia algum sannyasin pelos arredores. Por acaso naquele momento ali, ao lado do rio, estava Dandamis, e o povo disse: — vocês chegaram em um momento oportuno, chegaram no momento certo. Há muitos sannyasins, mas sempre é dificil encontrar um
verdadeiro sannyasin, e agora um verdadeiro sannyasin está aqui. Você pode receber darshan*, pode lhe visitar.
Alexandre riu e disse: —Não vim aqui para receber darshan, mandarei meus soldados o buscar. Vou levá-lo para o m meu país.
—Não vai ser tão fácil —disseram os aldeãos.
Alexandre não acreditou, que dificuldade podia haver? Tinha conquistado os os imperadores e grandes reis, que dificuldade podia ter com um pobre mendigo, um sannyasin? Os soldados foram encontrar-se com o tal Dandamis que estava nu na beira de um rio. —Alexandre Magno o convida a lhe acompanhar a seu país —disseram—. Te dará todas as comodidades e te proporcionará tudo o que necessite. Você será hóspede do rei.
O faquir nu riu e disse: — diga a seu amo que quem nomeia a si mesmo magno não pode ser magno. E ninguém pode me levar a nenhum cidade... um sannyasin se move como as nuvens, com liberdade absoluta. Não sou escravo de ninguém.
-Deve ter ouvido falar do Alexandre Magno, é um homem perigoso. Se disser que não, ele não se importará com você, simplesmente cortará sua cabeça —lhe disseram.
O sannyasin disse: —É melhor que digam a seu mestre que venha pessoalmente para que ele possa entender o que estou dizendo.
Alexandre teve que ir, porque os soldados voltaram e lhe disseram: —É um homem estranho, luminoso, emana algo divino. Está nu, mas em sua presença não se percebe, somente depois é que notamos. É tão forte que em sua presença se esquece de todo o mundo. É magnético, e está rodeado de um enorme silêncio; é como se os arredores é que gozassem com sua presença. Vale a pena vê-lo, mas parece que o pobre homem vai ter problemas, porque ele disse que ninguém o poderá levar a nenhum lugar, que não é escravo de ninguém.
Alexandre o foi encontrar já com a espada desembainada. Dandamis riu e disse: —Baixe sua espada, aqui não te servirá de nada. Volta a embainhar a espada; aqui não lhe servirá de
nada porque só pode ferir meu corpo, e faz muito tempo que o abandonei. Sua espada não vai poder me ferir, portanto volte a guardá-la; não seja infantil.
E contam que esta foi a primeira vez que Alexandre obedeceu as ordens de alguém, porque na presença deste homem não podia recordar quem era. Voltou a guardar a espada e disse:
—Nunca conheci a um homem tão belo. —Quando voltou para seu acampamento disse—: É difícil matar um homem que está disposto a morrer, não tem sentido fazê-lo. Pode-se matar alguém que resiste, então, tem faz algum sentido; mas não se pode matar alguém que lhe diz: «Esta é minha cabeça, corta-a isso foi o que Dandamis realmente disse: —Aqui está a minha cabeça, pode cortá-la. Quando cair você verá como ela rola pela areia, e eu também a verei cair rolando pela areia, porque eu não sou meu corpo. Sou um uma testemunha.
Alexandre teve que falar aos seus amigos: —Eu podia ter trazido alguns sannyasins, mas não eram verdadeiros sannyasins. Logo que me encontrei com esse homem que era realmente um estranho; tinham razão no que diziam, é uma estranha flor, mas ninguém lhe pode obrigar porque não tem medo da morte. Se uma pessoa não tiver medo da morte, como pode lhe obrigar a fazer algo?
Seu medo é o que o escraviza, é seu medo. Se não tiver medo você não é um escravo; de fato, seu medo lhe obriga a escravizar os outros antes que eles lhe escravize.
A pessoa que não tem medo, não causará medo a ninguém e ninguém a temerá que —. O medo desaparece completamente.

Osho
Inserida por lyne-sena
1 compartilhamento

EU FALO, TRABALHO, MAS ESTOU EMBEBIDO NO SILÊNCIO INTERIOR. LÁ NÃO HÁ MOVIMENTO. PAREÇO ESTAR VIVENDO DUAS VIDAS AO MESMO TEMPO.

Osho
Inserida por learei
1 compartilhamento

Pare de procurar preencher as expectativas dos outros, e pare de esperar que os outros preencham as suas. Lembre-se: se você sofrer, você estará sofrendo por sua causa; se os outros sofrem, eles sofrem por causa deles. Ninguém sofre por causa dos outros – lembre-se disso profundamente. Somente então você será capaz de ser realmente sincero para com seu ser interior.

Osho
Inserida por felipeninefour
1 compartilhamento

Aceitar a sua responsabilidade irá transformá-lo e a sua transformação é o começo da transformação do mundo — porque você é o mundo. Seja lá o quão pequeno for, um mundo em miniatura, você carrega todas as sementes

Osho
Inserida por kamagalhaes92
1 compartilhamento

É possível que duas pessoas num relacionamento sejam más uma para com a outra?” Sim, isso é o que está acontecendo por todo o mundo. Ser bom é muito difícil. Você não é bom nem para si mesmo!

Como você pode ser bom para outra pessoa? Você nem mesmo ama a si próprio! Como você pode amar outra pessoa? Ame a si mesmo, seja bom para si mesmo.

Os seus assim chamados santos têm lhe ensinado a nunca amar a si mesmo, a nunca ser bom para si mesmo. Seja duro consigo mesmo! Eles têm lhe ensinado a ser delicado para com os outros e duro para consigo mesmo. Isso é um absurdo.

Eu lhe ensino que a primeira e mais importante coisa é ser amoroso para consigo mesmo. Não seja duro; seja delicado. Cuide de si mesmo. Aprenda como se perdoar, cada vez mais e novamente; sete vezes, setenta e sete vezes, setecentos e setenta e sete vezes. Aprenda como perdoar a si próprio. Não seja duro; não seja hostil consigo mesmo. Assim você irá florescer.

Nesse florescimento você atrairá alguma outra flor. Isso é natural. Pedras atraem pedras; flores atraem flores. Assim há um relacionamento que possui graça, que possui beleza, que possui uma bênção nele.

Se você puder achar um relacionamento assim, seu relacionamento crescerá para uma oração; seu amor se tornará um êxtase e através do amor você conhecerá o que é o divino.

Osho
2 compartilhamentos

Quanto mais pobres existirem no mundo, mais pessoas poderão ser facilmente convertidas ao cristianismo.

Osho
2 compartilhamentos