Markus Zusak

1 - 25 do total de 62 pensamentos de Markus Zusak

MORTE E CHOCOLATE
Primeiro, as cores. Depois, os humanos. Em geral, é assim que vejo as
coisas. Ou, pelo menos, é o que tento.

Pode alguém roubar a felicidade? Ou será que ela é apenas mais um infernal truque interno dos humanos?

Como quase todo sofrimento tudo começou com uma aparente felicidade.

E mostraria a mim, mais uma vez,
que uma oportunidade conduz diretamente a outra,
assim como o risco leva a mais risco,
a vida, a mais vida,
e a morte, a mais morte.

... assim como outra investida furiosa de gritos de "heil Hitler". Sabe, realmente me pergunto se algum dia alguém perdeu um olho, ou machucou a mão ou o pulso com todos aqueles gestos. Era só estar olhando na direção errada na hora errada, ou estar ligeiramente perto demais de outra pessoa. Talvez alguém se machucasse, sim. Pessoalmente, só posso lhe dizer que ninguém morreu disso, ou, pelo menos, não fisicamente. Houve, é claro, a questão dos quarenta milhões de pessoas que peguei, quando a coisa toda acabou, mas isso está ficando muito metafórico...

'. Uma Verdadezinha .
Eu não carrego gadanha nem foice.
Só uso um manto preto com capuz quando faz frio.
E não tenho aquela feições de caveira que vocês
parecem gostar de me atribuir à distância.
Quer saber a minha verdadeira aparência?
Eu ajudo. Procure um espelho enquanto eu continuo.'

...tive vontade de perguntar, como uma mesma coisa podia ser tão medonha e tão gloriosa, e ter palavras e histórias tão amaldiçoadas e tão brilhantes. Nenhuma dessas coisas, porém, saiu de minha boca.Tudo que pude fazer foi virar-me para Liesel Meminger e lhe dizer a única verdade que realmente sei. Eu a disse à menina que roubava livros e a digo a você agora.

• Uma última nota de sua narradora •

Os seres humanos me assombram.

Essas imagens eram o mundo, que cozinhava em fogo brando dentro dela, sentada ali com os livros encantadores e seus títulos manicurados. Fermentava dentro dela, enquanto a menina olhava as páginas, com suas panças cheias até o gorgomilo de parágrafos e palavras.
Suas cretinas, pensou.
Suas cretinas encantadoras.
Não me façam feliz. Por favor, não me saciem nem me deixem pensar que alguma coisa boa pode sair disso. Olhem para meus machucados. Olhem para este arranhão. Estão vendo o arranhão dentro de mim? Estão vendo ele crescer bem diante dos seus olhos, me corroendo? Não quero ter esperança de mais nada. Não quero rezar para que Max esteja vivo e em segurança. Nem Alex Steiner.
Porque o mundo não os merece.

Erros, erros, as vezes parece que apenas disso de que sou capaz.

Odiei as palavras e as amei,
e espero tê-las usado direito.

A MENINA QUE ROUBAVA LIVROS - ULTIMA LINHA

Acho que os seres
humanos gostam de assistir a uma destruiçãozinha

in A menina que roubava livros

A luz da janela era cinza e laranja, da cor da pele do verão.

"Um punhado de bem, um punhado de mal. É só misturar com água."

Amava e odiava seu melhor amigo (...) o que era perfeitamente normal.

Eu paro de me escutar, porque, para dizê-lo curto e grosso, eu canso a mim mesma

As pessoas só observam as cores do dia no começo e no fim, mas, para mim, está muito claro que o dia se funde através de uma multidão de matizes e entonações, a cada momento que passa.
Uma só hora pode consistir em milhares de cores diferentes. Amarelos céreos, azuis borrifados de nuvens. Escuridões enevoadas.
No meu ramo de atividade, faço questão de notá-los.
(A Menina que Roubava Livros)

"Os humanos me assombram"

Eu queria ficar na varanda com ele até o sol brilhar sobre nós dois. Mas não fiquei. Eu me levantei e desci as escadas. Prefiro correr atrás do sol a esperar que ele venha incidir sobre mim.

Todos aqui temos nossas obrigações. Todos sofremos. Todos encaramos contratempos pelo bem maior da Humanidade.

Será que três minutos podem durar para sempre?, eu me pergunto, mas já sabendoa resposta.
Provavelmente não, respondo. Mas talvez durem tempo suficiente.

"Eu não sou o mensageiro.

Eu sou a mensagem"

Por que será que os idiotas são cheios de amigos?

"Mesmo que morramos carnalmente,
Mesmo que deixemos de existir para o mundo,
Pra alguém, vou sempre viver.
Enquanto alguém que lembrar de mim viver,
Viverei no mesmo corpo, no mesmo coração.
O amor é capaz de retardar a morte,
Principalemte pelo fato de a alma de todos ser imortal."

"Como se dá a alguém um pedaço do céu?"

Estou sempre achando seres humanos no que eles têm de melhor e de pior. Vejo sua feiura e sua beleza e me pergunto como uma coisa pode ser as duas.