John Owen

Encontrados 18 pensamentos de John Owen

Quanto mais alguém está próximo do céu, mais ele deseja estar ali. Porque Cristo está ali. Porque quanto mais freqüentes e firmes são nossas visões dEle pela fé, mas anelamos e gememos pela remoção de todas as obstruções e impedimentos. O gemer é um desejo veemente, mesclado com tristeza, pela falta daquilo que se deseja.

John Owen

Deseja ser guardado da tentação e guardado de cair quando for tentado? Crer que Deus nos persevera não é
suficiente. Deus quer que oremos por essa preservação e que continuemos em oração. “Orando en todo tempo” (veja Lucas 18:1, Efesios 6:18) Se não mantemos un espírito constante de oração, podemos esperar ser distraídos por uma corrente contínua de tentações.

John Owen
Inserida por Poliana16

Devemos orar cada dia em forma específica para ser preservados da tentação. Devemos orar para que Deus preserve nossas almas e guarde nossos corações e caminhos, de tal maneira que não sejamos pegos pela tentação. Devemos orar para que a providencia divina, boa e sábia, ordene nossos caminhos e nossos assuntos a fim de que nenhuma tentação persistente nos ataque. Devemos pedir que Deus nos de diligencia, cuidado e vigilância sobre todos nossos caminhos. Se
aprendemos a orar nesta maneira com uma consciência real de nossa necessidade da ajuda divina, experimentaremos liberação. Se recusamos orar, cairemos continuamente no pecado.

John Owen

Se somos sábios, não tenhamos confiança alguma em nós mesmos e coloquemos confiança no poder preservador de Deus.

John Owen

O que você precisa em seu coração para acalentar vencer a tentação? Você precisa de uma consciência do amor de Deus em Cristo, conhecimento do propósito eterno de graça, um deleite no sangue de Cristo e seu amor para morrer por nós. Encha seu coração de alegria nos privilégios adquiridos pela morte de Cristo: a nossa adoção, nossa justificação, nossa aceitação com Deus, etc. Encha seu coração com pensamentos de beleza da santidade, o presente comprado por Cristo, o grande propósito último de sua morte, "para sermos santos e sem culpa diante dele em amor" (Eph.1:4). O coração, equipado com tais riquezas, terá (no curso normal de andar com Deus) paz maior e segurança das distrações das tentações.

John Owen
19 compartilhamentos

Enfrente a tentação com pensamentos de fé acerca de Cristo na cruz. Se você quer ser impedido de entrar na tentação, nunca pense em fazer uma trégua com ela. Isso não pode ser feito! Não discuta sobre isso.
Resista à tentação dizendo: "É Cristo que morreu, e morreu por pecados como este. "Isso é o que significa" tomar o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno "(Efésios 6: 16). Fé faz esta confiança através de Cristo crucificado e recordando o seu amor em vir voluntariamente para ser crucificado e sofrer grandes agonias por nossos pecados. Seja qual for a sua tentação, pode ser conquistada pela fé na morte de Cristo.

John Owen

Cristo é o caminho: os homens sem Cristo são como Caim, errantes pelo mundo. Cristo é a Verdade: sem Ele, os homens são enganadores tal como o diabo, desde a antiguidade. Cristo é a vida: sem Ele, os homens estão mortos em delitos e pecados. Cristo é a luz: sem Ele, os homens estão em trevas e não sabem para onde vão. Cristo é a videira: os homens que não estão em Cristo são ramos cortados e preparados para o fogo. Cristo é a rocha: os homens que não estão construídos sobre Ele serão arrastados pelas torrentes. Cristo é o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim, o Autor e o Consumador, Aquele que começa e Aquele que conclui a nossa salvação. Quem não tem a Cristo, não possui o princípio do bem, e sua infelicidade não terá fim. Oh, bendito Jesus, seria melhor não existir do que existir sem Ti! Melhor não nascer do que morrer sem Ti! Mil infernos não são piores do que a eternidade sem Ti!

John Owen

Quem me dera ser liberto de mim Senhor,
Quem me dera perder-me em Ti;
Quem me dera não ser mais eu
Mas Cristo que vive em mim!

John Owen
44 compartilhamentos

O pecado se opõe com toda a sua força contra todo ato de
santidade, e contra todos os graus de graça que nós alcançamos. Ninguém deve pensar que ele pode
progredir na santidade, sem a disciplina diária de se recusar a satisfazer os desejos do coração pecaminoso. Leitor, você sempre terá a oposição destes desejos
pecaminosos e sempre deve manter a firme determinação de matar-los. Se este não é a sua determinação, então você está em paz com o pecado e não progredindo em
santidade.

John Owen

O pensamento ou a mentalidade espiritual consiste de três coisas: a mente sempre dirigindo ativamente os pensamentos às coisas espirituais; um crescente amor pelas coisas espirituais; um real sentimento de satisfação experimentado pelo crente, sentimento que é produzido por coisas espirituais.

John Owen
Inserida por Poliana16

Pensar no céu fortalece a nossa fé.

John Owen

Quando compreendemos nossa fraqueza e o poder da tentação, estamos em condições de descobrir o poder da graça de Deus.

John Owen

Quanto mais as pessoas manifestam e produzem o fruto de sua concupiscência, mais ela se enfurece e aumenta neles - ela autoalimenta, engole seu próprio veneno e cresce. Quanto mais as pessoas pecam, mais elas se inclinam para o pecado.

John Owen

O coração é inconstante no que faz e falso no que promete.

John Owen

Nunca devemos imaginar que nosso trabalho de contender contra o pecado, mortificá-lo e subjugá-lo está perto do fim. O lugar de sua habitação é inescrutável e, quando podemos pensar que o vencemos completamente, ainda há algum remanescente que ainda não vimos, do qual não temos conhecimento. Muitos conquistadores foram arruinados por seu descuido depois de uma vitória e muitos foram espiritualmente feridos depois de grande sucesso contra esse inimigo. Foi o que aconteceu com Davi. Sua grande perplexidade com relação ao pecado aconteceu depois de uma longa carreira de fé, depois de múltiplas experiências com Deus e de uma longa vigilância contra sua própria iniquidade. É, em parte, por esse motivo que a carreira de fé de muitas pessoas declina em sua idade avançada. Essas pessoas param de mortificar o pecado antes que sua obra esteja no fim. Não há como perseguir o pecado em sua habitação inescrutável a não ser que nossa perseguição não tenha fim.

John Owen

O pecado interior é como um rio. Enquanto as fontes estiverem abertas e a água estiver continuamente correndo pelo seu leito, coloque um dique à sua frente e isso fará que a água suba e se avolume até o dique se romper ou a água passar por cima dele. Se essa água diminuir numa boa medida nas suas fontes, o remanescente poderá ser contido e restringido. No entanto, enquanto houver alguma água correndo, ela constantemente empurrará o que estiver à sua frente, de acordo com seu peso e sua força, porque é sua natureza agir desse modo. E, se de algum modo, ela abrir uma passagem, seguirá em frente. Assim acontece com o pecado interior. Enquanto as fontes estiverem abertas, será inútil a pessoa colocar diante dele um dique com suas convicções, resoluções, votos e promessas. Isso pode detê-lo por algum tempo, mas ele aumentará, ficará mais alto e furioso e, em algum momento, arruinará todas essas convicções e resoluções ou abrirá uma passagem subterrânea por meio de alguma concupiscência secreta que lhe dará vazão total. Mas, agora, suponha que suas fontes estejam muito fracas pela ação da graça regeneradora, as correntes ou ações estejam mistigadas pela santidade, mas, enquanto houver vestígios delas, elas estarão pressionando constantemente para conseguir passar, para se transformarem num pecado real, e essa é sua luta.

John Owen
Inserida por Poliana16
1 compartilhamento

Não há qualquer tipo de obediência que prestemos a Deus contra o qual o pecado não se oponha. E quanto mais espiritualidade ou santidade houver no que fazemos, maior é esta oposição. Assim, aqueles que buscam oferecer o melhor a Deus são os que experimentam a oposição mais forte.

John Owen
Inserida por Poliana16

"Aquilo que somos em particular com Deus é quem verdadeiramente somos."

John Owen