Isabel Rocha

51 - 56 do total de 56 pensamentos de Isabel Rocha

Eu gosto de cartões feito a mão. Gosto de olhares e momentos que falam por si só -sempre que possível dispense palavras. Gosto de encontrar bilhetes com frases singelas ou observações da noite anterior -Isso dispensaria qualquer ligações, mas ligue assim mesmo só para reforça a ideia de que foi lindo e que mais algumas rodadas cairiam bem. Isso causaria uma aquelas pequenas perturbações nos cantos dos meus lábios. Me faça rir sempre que houver uma oportunidade.
Gosto de gentilezas -Puxe a cadeira,abra a porta do carro,me ofereça o casaco (Lembre-se eu sou quase romântica)
Gosto de livros, do cheiro, gosto e personalidade, então, escreva uma dedicatória em um livro, coloque uma foto nossa e deixe na minha porta com uma rosa -fazendo isso, nada vai tirar o sorriso do meu rosto pelo resto do dia.
Observe as cores do dia e me convença de que realmente se importa com isso.
Gosto de presentes fora de datas comemorativas. Surpreenda-me porque o inesperado atua no mais fantástico e complexo do nosso ser... Na memória!
Saiba ouvir e se souber me ensine. Eu gosto de aprender... E de sorvete de morango.
Gosto de cachorros, gatos e odeio pássaro enjaulados.
Gosto de tardes modorrentas no sofá, com coberto, pipoca e um filme antigo.
Gosto de perder a noção do tempo, andar descalça, do cheiro da maresia e odeio panos de prato e vassouras.
Gosto de arvores grandes, sentimentos grandes, pensamentos grandes, espelhos grandes, famílias grandes, quartos grandes, vocabulários grandes,camas grandes, cães grandes, pratos grandes, sonhos grandes e realizações maiores ainda.

Isabel Rocha
Inserida por Isa-bel
1 compartilhamento

Diz o que eu não já posso dizer
A quem já não quer mais me ouvir.
Vai lá e fala para mim!
Diga que ainda sinto igual
Diga que a distancia ainda me faz mal
Diga qualquer coisa que possa trazer aqui pra perto de mim O que já não tenho mais.

Diga que eu sonho com o perdão
Diga que ainda bate forte o coração
Diga que ainda sinto aquele tremor
E que aquele amor não acabou
"Eu amo você! Volta pra mim?"

Isabel Rocha
Inserida por Isa-bel

Eu já coloquei para tocar musicas em volume total nos fones para não ter que ouvir meus próprios pensamentos... Mas o que vem de dentro não da para silenciar. A gente pode até fingir que não ouve, que não importa ou que não dói... mas abafar essa tal voz não é tao fácil assim.
Tudo bem, já entendi que não consigo faze-la calar, mas bem que ela podia pelo menos, falar mais baixo. Nem que seja só até eu conseguir pegar no sono.
É que já esta chato ficar ouvindo o mesmo nome o tempo todo, entende?

Isabel Rocha
Inserida por Isa-bel

E...
Se...
E se...
E se?!
Consegue imaginar?

Isabel Rocha
Inserida por Isa-bel

Definitivamente acredito que alguém, em algum lugar, está escrevendo nossa história. E que somos como uma saga; No próximo livro tudo que parece sem sentido e complicado se tornará claro como o céu em dias ensolarados.

Isabel Rocha
Inserida por Isa-bel

Quero deitar em teu seio
Percorrer tuas curvas
Me fazer intima de tuas esquinas
Conhecer teus sabores...
...teus cheiros.
Provar de tudo que so vivi em pensamento.
Passear por ti...
Navegar em ti...
Dança comigo Roma?

Isabel Rocha
Inserida por Isa-bel