Henrik Ibsen

26 - 50 do total de 54 pensamentos de Henrik Ibsen

A felicidade é uma estação intermediária entre a carência e o excesso.

Ibsen (sobre a felicidade)

Henrik Ibsen
Inserida por EmOutrasPalavras

Muitos julgam cumprir o seu dever pronunciando aforismos abstratos para uso alheio em vez de pregar por meio do exemplo.

fonte: A Coalizão da Juventude

Henrik Ibsen
Inserida por EmOutrasPalavras

O homem mais forte do mundo é o mais solitário.

fonte: Um Inimigo do Povo

Henrik Ibsen
2 compartilhamentos

"A minoria pode ter razão, a maioria está sempre errada."

Henrik Ibsen
Inserida por EmOutrasPalavras

Viver é lutar contra os demônios do coração e do cérebro. Escrever, é pronunciar sobre si o último julgamento.

Fonte - Carta a Passarge

Henrik Ibsen
Inserida por EmOutrasPalavras

Prometer uma mudança, afinal de contas, resume-se a mentir, por muito respeitável que seja quem promete.

Henrik Ibsen
2 compartilhamentos

Se você tira a mentira vital a um homem vulgar, tira-lhe ao mesmo tempo a felicidade."

Fonte - O Pato Selvagem

Henrik Ibsen
Inserida por EmOutrasPalavras

"A maioria nunca está com a razão a seu lado."

Fonte - Casa de Boneca

Henrik Ibsen
Inserida por EmOutrasPalavras

Há tanta mentira em casa quanto na escola. Aqui (em casa) temos de nos calar e lá devemos mentir para as crianças que nos ouvem. (...) Às vezes somos obrigados a lhes ensinar coisas que nós mesmos não acreditamos" (Petra, a professora)

(Um inimigo do povo)

Henrik Ibsen
Inserida por Filigranas

É preciso acabar com a velha lenda da infalibilidade dos homens que nos dirigem. Como qualquer outra superstição, esta deve ser destruída". (Hovstad, um jornalista)
(Um inimigo do povo)

Henrik Ibsen
Inserida por Filigranas

Pois bem, doutor, vai me desculpar, mas não é essa a minha opinião. A infecção vem de outro lugar. Conheço outro pântano. (...) Falo do pântano onde está apodrecendo toda a nossa cidade. (...) Todos os negócios da cidade passaram, pouco a pouco, para as mãos de um bando de políticos, altos funcionários do governo. (...) E quem não é funcionário público ou político é amigo ou partidário de funcionário. São esses ricos, que ostentam nomes tradicionais, os mesmos que nos governam". (Hovstad, um jornalista)
(Um inimigo do povo)

Henrik Ibsen
Inserida por Filigranas

Precisamos extirpar desta cidade o culto da autoridade". (Hovstad, um jornalista)
(Um inimigo do povo)

Henrik Ibsen
Inserida por Filigranas

Como empregado da Estação Balneária, você não tem direito a uma opinião individual e solitária. (...) Como empregado, disse eu. Como cidadão, você pode pensar o que quiser. Como funcionário da Estação Balneária, você não tem o direito de externar uma opinião que não esteja de acordo com a dos seus superiores". (Peter, prefeito da cidade, para o médico da E.Balneária) (Um inimigo do povo)

Henrik Ibsen
Inserida por Filigranas

É preciso varrer todos esses pobres homens e ideias conservadoras. É preciso varrê-los de todos os lugares! O futuro apresenta perspectivas maravilhosas. Nâo sei exatamente o que, mas sinto muito claramente e vejo que só os jovens poderão realizar o sonho de uma vida melhor. Eles devem portar as nossas bandeiras e devem ser os novos comandantes". (Dr. Stockmann, médico)
(Um inimigo do povo)

Henrik Ibsen
Inserida por Filigranas

"Só vou falar-lhes da grande descoberta que fiz nestes últimos dias. Descobri que todas as fontes morais estão envenenadas e que toda a nossa sociedade repousa sobre o solo da mentira". (Dr.Stockmann, um médico)

(Um inimigo do povo)

Henrik Ibsen
Inserida por Filigranas

Tudo que eu queria dizer é que me assusta a enorme irresponsabilidade das pessoas que detêm o poder em nossa comunidade. Eu os detesto. Não os suporto! São como cabras que invadem um jardim recém plantado. Tudo o que sabem fazer é destruir. Um homem livre não consegue ir em frente sem se chocar com elas a cada passo. Quisera acabar com este tipo de gente como se faz com animais daninhos."
(Dr.Stockmann, um médico)

(Um inimigo do povo)

Henrik Ibsen
Inserida por Filigranas

Muito bem, caros concidadãos. Nada mais direi sobre nossos governantes. Não pretendo criticá-los mais, dizer-lhes mais e mais verdades, não, não mesmo! Quem julgar que estou aqui para desabafar meu inconformismo contra estes senhores está enganado. Estou certo de que todos esses reacionários, todos esses velhos destroços de um mundo que está desaparecendo terão o seu fim natural, cedo ou tarde. Não precisaremos apressar o seu desaparecimento, pois eles acabarão por si mesmos. Não é tampouco essa gente que constitui o perigo mais iminente para a sociedade. Não, não são eles os mais perigosos destruidores das forças progressistas, nem são eles os mais perigosos inimigos da verdade e da liberdade!" (Dr.Stockmann, o médico)

(Um inimigo do povo)

Henrik Ibsen
Inserida por Filigranas

O inimigo mais perigoso da verdade e da liberdade, entre nós, é a enorme e silenciosa maioria do meus concidadãos. Essa massa amorfa. É ela! Sim, agora já o sabem".
(Dr. Stockmann, o médico)

(Um inimigo do povo)

Henrik Ibsen
Inserida por Filigranas

Não! A maioria nunca tem razão! Esta é a maior mentira social que já se disse! Todo o cidadão livre deve protestar contra ela. Quem se constitui na maioria dos habitantes de um país? As pessoas inteligentes ou os imbecis? Estamos todos de acordo, penso eu, em afirmar que, em se considerando o globo terrestre como um todo, os imbecis formam uma maioria esmagadora. E este é um motivo suficiente para que os imbecis mandem nos demais. Sim, vocês podem gritar mais alto do que eu, mas não podem me responder. A maioria tem o poder, infelizmente! Mas não tem razão! A razão está comigo e do lado de alguns indivíduos isolados. O direito está sempre com as minorias". (Dr.Stockmann rebatendo o jornalista Hovstad)

(Um inimigo do povo)

Henrik Ibsen
Inserida por Filigranas

Dr. Stockmann (discursando):
"Proponho-me a fazer uma revolução contra a mentira que diz “que a maioria tem o monopólio da verdade”. Quais são, pois, essas verdades em torno às quais os homens comuns gostam de agrupar-se? São verdades tão velhas que já se acham próximas à decomposição. Mas quando uma verdade chega a esse ponto, ela também está em vésperas de se tomar uma mentira. (Risos e expressões sarcásticas) Em geral as verdades não têm, como imaginam, a longevidade de um Matusalém. Uma verdade aceita por todos sobrevive normalmente uns dezessete, dezoito, quando muito vinte anos, raramente mais. São verdades caducas, de uma magreza espantosa. Não têm mais do que pele e ossos. E são justamente essas que a maioria recomenda à sociedade, como sendo um alimento saudável. Ora, posso assegurar-lhes que tais alimentos não têm absolutamente nenhum valor nutritivo. Como médico, devo dizer-lhes. Todas essas verdades universais não podem ser comparadas senão com velhas conservas, com presuntos ressequidos, esverdeados, mofados, daí provém o escorbuto moral que invade a sociedade". (Um inimigo do povo)

Henrik Ibsen
Inserida por Filigranas

Aqueles que obedecem e pensam somente pelas cabeças dos outros sempre serão plebeus morais!

Henrik Ibsen
Inserida por Filigranas

Somente o pensamento livre, as idéias novas, a capacidade de um pensar diferente do outro, o contraditório, podem contribuir para o progresso material e moral da população.

(Um inimigo do povo)

Henrik Ibsen
Inserida por Filigranas

O verdadeiro grande mal é a pobreza, são as miseráveis condições de vida que esmagam muitas pessoas. Em última análise: os poderosos, os mesquinhos, os interesseiros, cultivam a ignorância para se manterem no poder e obter lucros e vantagens! Tanto isso é verdade, que todos aqui pensam em construir a prosperidade pública sobre uma base envenenada e pestilenta, sobre uma fraude - uma mentira!
(Dr.Stockmann)
(Um inimigo do povo)

Henrik Ibsen
Inserida por Filigranas

E que me importa a destruição de uma comunidade podre, que vive e protege mentiras? É preciso que seja arrasada, ouviram? Todos aqueles que vivem de mentiras devem ser exterminados como ervas daninhas! Vocês acabarão por infectar todo o país! E se todo o país ficar infectado com este nível de corrupção, merecerá ser reduzido ao nada junto com seu povo!
(Dr.Stockmann)
(Um inimigo do povo)

Henrik Ibsen
Inserida por Filigranas

DR. STOCKMANN - Não posso arriscar-me? Só há no mundo uma coisa que um homem livre não deve se atrever a fazer. Sabe o que é?
PREFEITO - Não.
DR. STOCKMANN - Pois bem! Saiba que um homem de bem não deve encobrir imundícies. Ele deve ter a consciência tranqüila, para amanhã não se envergonhar de si mesmo!
(Um inimigo do povo)

Henrik Ibsen
Inserida por Filigranas