Giandra Meyne

1 - 25 do total de 71 pensamentos de Giandra Meyne

Se eu soubesse a palavra certa
Se eu soubesse qualquer palavra
Minha mente transita
Entre o sentir e o nada
Entre o nada e continuar
O tempo passa
Quase parado
Se é que me importa
De que vale as horas, minutos ou segundos
Quando não se há mais nada a perder
De que me importa o escudo
Se já me feri nos espinhos.

Giandra Meyne
Inserida por Giandra

Criar um poema
Deixar entre cada linha a dor
Felicidade errante
Paz entre tinta e papel .

Giandra Meyne
Inserida por Giandra

Acordamos para a vida ou ela se acorda para nós?
Nada é traçado em linhas retas, já que a vida tem seus acasos e descasos.
Dizem que nada machuca mais do que o amor, aliás, a falta dele.

Giandra Meyne
Inserida por Giandra

Quando criança, aprendemos a sonhar com o príncipe encantado, vivemos no mundo dos felizes para sempre.
Então começamos a crescer a descobrir a vida.
E o era uma vez começa a perder todo sentido, quando nos tornamos grandes o suficiente, damos de cara com o real, sem fantasias ou segunda chance, sem bosques e castelos, e na maioria das vezes sem o amor eterno, começam a responsabilidades...
As brincadeiras e sorrisos dão lugar às lagrimas e ao nervosismo, no fim me pergunto:

-Será que virar gente grande é realmente se tornar grande?

Giandra Meyne
Inserida por Giandra

Acho que somos uma mistura de destino e busca, somos resultado dos caminhos que escolhemos ,e seremos o futuro nem tão distante...
Somos sentimentos,somos momentos ,estamos em cada pedaço de vida e continuaremos em cada lembrança,somos no fim a mais perfeita metamorfose existente !!!

Giandra Meyne
Inserida por Giandra

Rabiscou palavras confusas e sobriamente reais.
A chuva agora se intensificara, pela janela ela espiava o vento, os raios, as arvores que balançavam sutilmente.
Se sentiu desprotegidamente só.
Enganara-se em acertar, talvez as melhores coisas estivessem ficado nas curvas que insistiu em ignorar, ou talvez nunca tivesse realmente nem descoberto estrada alguma.
Esquentou um café, sentou e por mais que tentasse, a mente estava confusa demais para ter qualquer raciocínio lógico. Misturou-se a chuva e ali ficou esperando o sol de sua alma .

Giandra Meyne
Inserida por Giandra

Nosso erro é querer mudar as coisas de uma vez, nada ocorre assim.
Devemos nós tratar como uma coberta de retalhos, a cada dia buscar o retalho essencial para terminar da melhor forma.
E quando finalmente nos sentirmos bem, para prolongar esse sentimento de vitoria, devemos ajudar as pessoas a construírem as suas cobertas.

Giandra Meyne
Inserida por Giandra

Anoitece a lua agora encobre
A resplandecência do sol
O menino de outrora se transforma em homem
As estrelas em seu olhar
E a vida em suas mãos
Seus sonhos, infinitas possibilidades
Que ele siga sempre majestosamente
Que o menino nunca o abandone
E não se transforme no adulto vazio
Que seu sorriso não
Desapareça junto com sua inocência
E seus sonhos estejam protegidos no amanha
Para que as dores do hoje não o destruam.

Giandra Meyne
Inserida por Giandra

Cresci, enfim crescemos todos um dia.
Apesar do pouco tempo que passara, dentro dela já se passara anos...
Seus olhos mais profundos, e mais frios do que na outra estação.
Seus lábios entre abertos, selando tal dor.
E sua vida misturada a tal confusão.
Mais não há palavra que se encaixe
Quando se tem tanto a dizer.
Qualquer palavra seria nula aos sentimentos.

Giandra Meyne
Inserida por Giandra

Maquiei minha face,
Meu coração,
Minha mente...
Meus olhos me denunciaram, Infelizmente não existe ainda maquiagem para a alma...

Giandra Meyne
Inserida por Giandra

Há dias que vêm como flores, outros em que só nos restam espinhos, mais ainda assim são dias !!!

Giandra Meyne
Inserida por Giandra

O desespero da mente
Às vezes parece conveniente
O desespero da alma
Vem e nos tirar à calma
Viajantes errantes
Jogados em terras tão distantes
A mão amiga traz consigo o punhal
O beijo da vida nos mata a cada dia.

Giandra Meyne
Inserida por Giandra

Perdem-se as palavras, os sentimentos ainda reinam
Todos os sentidos giram em busca da lucidez, mais no fundo ela sempre esteve em você.

Giandra Meyne
Inserida por Giandra

Se havia qualquer sentido ele havia se perdido naqueles olhos que a encaravam.
E como se sabe é mais fácil encarar uma faca afiada, do que resistir a uma paixão avassaladora.

Giandra Meyne
Inserida por Giandra

Bom dia dor.

Escrevo singelamente para lhe informar que não lhe quero mais...
Não dispensarei as lágrimas, sei que ainda é cedo para isto, mas a solidão, o medo, a angustia te devolvo junto a esta carta. Hoje acordei mais viva, á procura de uma velha amiga, a felicidade, dizem que o caminho para encontrá-la é longo e árduo...
Confesso que me viciei a você, insistia em vendar meus olhos, e apenas me conformar.
Descobri que nunca é tarde para recomeçar, e mesmo que seja um caminho difícil, será melhor do que o teu.
Por mais que ajam obstáculos, no fim do meu espetáculo saberei que fiz o possível, que lutei , venci algumas vezes, mais nunca desisti de levantar, ficar em pé e tentar novamente.

Giandra Meyne
Inserida por Giandra

Fênix se levanta errante
O infinito em seu olhar
O mundo em suas assas
Prossegue sobre a vida
Encara desprevenida
Alcança o vôo distante
Sua jornada uma busca
De sonhos e destino.

Giandra Meyne
Inserida por Giandra

A vida vem com a velocidade de um tornado e antes que percebamo-la passa.
Cada momento é único porque não podemos alcançá-lo mais, cada pessoa é única e todos sempre vêm para acrescentar algo. O que vale são as historias. Os dias mesmo que nem sempre belos, pois mesmo os dias nebulosos nos ensinam algo!
A vida escrita ou não deve se vivida intensamente!

Giandra Meyne
Inserida por Giandra

As menores frases, geralmente são as que mudam nossas vidas.

Giandra Meyne
Inserida por Giandra

Como dizia o poeta, a felicidade é um caminho escasso e solitário, se não fizermos por nos mesmo ninguém o fará.

Giandra Meyne

Desequilibra elegantemente entre a lucidez e a loucura, gira a vida sempre tão contínua, nas paredes curva,nas curvas retas me guio. A vida sempre tão indefinida, em cada passo o tudo e o nada se completam , a plenitude se torna tormento, e o tormento apenas vendaval,nos olhos cegos de um coração ferido.

Giandra Meyne
Inserida por Giandra

Vagou pela sala,olhou ao redor como quem procura o infinito, absorveu o sopro do vento como que em busca de vida,analisou seu reflexo no antigo espelho, viu apenas um olhar, olhos calmos,turvos e tristes, pensou ter encarado sua alma, não aquela criança feliz,ou a adolescente endiabrada, apenas mais um adulto buscando sentido para seguir em frente, sentiu um poço de vazios, cicatrizes e principalmente superações.Achava se perdida em meio a seus descontrolados porém consistentes pensamentos,mas afinal quem não está ?

Giandra Meyne
Inserida por Giandra

Olhos de cigana,tão sombrios quanto a noite, tão claros quanto o dia, poucos verões e muitos invernos, marcas expostas na alma, sorriso estotiante no rosto,batalhas diárias, carta de alforria sem libertação, sonhos perdidos,jeans rasgados, um litro de vinho e um bom livro,livre por natureza, espírito domado por consequência, uma vida tão transbordada, até que a Margarida secou ,enfim livre mesclou com a tempestade retornou a terra,e o espírito dizem voou ao infinito.

Giandra Meyne
Inserida por Giandra

Linhas da alma e nelas encontramos sentido, as vezes os caminhos se encontram outras se perdem,mas uma vez tocada a essência sempre vão se cruzar de alguma forma em algum lugar,o mesmo céu a mesma chuva, tantas estradas e histórias cruzadas,se ao perto se torna longe e ausente se faz inverno,entender o que não tem porque, saber que o impossível nem sempre é intocável, como um espelho você me reflete, como um mapa eu te guio, se pudesse curar sua dor não existiria o acaso, se pudesse guiar o rumo não existiria incertezas, se pudesse aplacar o seu lado obscuro não sobraria medo, e de tantos porques acabamos na incerteza do se. E o que virá depois cabe ao destino acertar as linhas tortas.

Giandra Meyne
Inserida por Giandra

Ontem o navio negreiro passou por aqui
levou um jovem que estava sempre a sorrir
pude ver ele passar
destilava ódio em seu olhar
levou a criança que a mãe acabará de parir
Amargou o dia aqui
levou filho de Maria
pai ausente ou inexistente
passado de sofrimentos mil
futuro cada vez mais incoerente
Por engano levou filho de gente influente
que parece igual
mais é muito mais gente que a gente
mais voltou a traz e se redimiu
Buscou mais sangue pobre
que é o que move o Brasil.

Giandra Meyne
Inserida por Giandra

Não me olhe como se eu não soubesse existir
lutei sozinha até aqui
nenhum momento recorri a ti
caridade barata
palavras vomitadas
não cabem na minha jornada
sangue não sela acordo algum
abandono de filhos
infelizmente comum
mãe solo lutadora
que Deus abrigou
felizmente desse mundo ruim descansou
meu dia a dia só cabe a mim
o que perdi ou chorei
sempre de frente encarei
você ausente nunca presente
não me venha com frases comoventes
da vida a maldade de viver
contar apenas comigo para sobreviver
quem faz parte da estrada
traz um pouco de paz a caminhada
a minha rainha meu muito obrigada
sem ela não seria nada
e com seu sorriso amarelo
sua ausência insistente
decretou o aborto em vida
de pessoas outrora inocentes.

Giandra Meyne
Inserida por Giandra