Eunice Arruda

Encontrados 19 pensamentos de Eunice Arruda

Noite estrelada
O céu - brilhando - se abaixa
Silenciosamente

Eunice Arruda

Primavera. Chuva.
A moça de rosto molhado:
sombrinha furada.

Eunice Arruda

Verão. Meio-dia
Na sombra de uma nuvem
o boi cochila

Eunice Arruda

Fiapos nos dentes
o rosto todo amarelo
É tempo de manga

Eunice Arruda

Solidão no inverno
o velho aquece as mãos
com as próprias mãos

Eunice Arruda

Noite outonal!
Minha avó contando histórias
Na varanda. Agora

Eunice Arruda

À beira do lago
aliso o brilho da lua
com as mãos molhadas

Eunice Arruda

No campo queimado
ainda uma leve fumaça
Tronco resistindo

Eunice Arruda

Extático vôo
Borboletas de asas abertas
Alfinetes nas costas

Eunice Arruda

Dentro da lagoa
uma diz "chove", outra diz "não":
conversa de rã.

Eunice Arruda

Sulco fundo de arado.
A terra aberta ferida
Eis a vida.

Eunice Arruda

Dentro da lagoa
uma diz "chove", outra diz "não":
conversa de rã.

Eunice Arruda

Outra dúvida

Não sei se é
amor

ou

minha vida que pede
socorro

Eunice Arruda
Inserida por pensador

Quem escreve
é
um visitante

Chega nas horas da noite
e toma o lugar do
sono
Chega à mesa do almoço
come a minha fome

Escreve
o que eu nem supunha
Assina o meu nome

Eunice Arruda
Inserida por pensador

Sentença

Convém nos
iniciarmos
cedo
As coisas são demoradas

E não é bom
colher os frutos
quando a boca não
conseguir mais
saboreá-los

Eunice Arruda
Inserida por pensador

Propósito

Viver pouco mas
viver muito
Ser todo pensamento
Toda esperança
Toda alegria
ou angústia — mas ser

Nunca morrer
enquanto viver

Eunice Arruda
Inserida por pensador

Predição

Fazer da
busca o
ideal

Rasgar o ventre de
todas as noites
para encontrar
aurora

O que não somos hoje
é o que há de nos
esmagar
amanhã

Eunice Arruda
Inserida por pensador

O tempo

Os olhos se resguardam
sob as pálpebras
mas o tempo passa

Junto de nossos passos cautelosos
que ultrapassam mas retornam
sempre
o tempo caminha
Na superfície calma dos retratos
inscreve seu itinerário
e passeia com cautela em nosso rosto
fala pela boca das crianças
murmura no cansaço nossas mortes

Em vão
se preenchem as horas
O tempo carrega em seu rio nossas sementes
para um mar.

Eunice Arruda
Inserida por pensador

pena

não mudamos

o tempo

escorreu
água entre
os dedos

pena

pássaros coloridos alcançam as nuvens
todos os dias
ficamos

Raízes.

Eunice Arruda
Inserida por pensador