Dayvton Almeida O Ser Poeta

1 - 25 do total de 80 pensamentos de Dayvton Almeida O Ser Poeta

Na partida de xadrez os soldados de cada campo
são reconhecidos pela cor de suas bandeiras!?
E a realeza ? se veste de xadrez!

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

E os dias se tornaram frios, mas flores ainda estão belas mesmo sendo enclausuradas, os gritos ecoaram silêncio, peço aos Deuses e Orixás que o tempo siga seu percurso natural.
Resistência!

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

A eternidade é um tédio já
parou pra pensar como Deus
se sente com os seus erros.

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

Um conto de um conto

Pergunto para o espelho
Espelho espelho meu a alguém
neste reino que me ame ?
Sim !
Quem ?

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

Pro trás de um ato de coragem
Aparentemente sem explicação
A uma causa inestimável!

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

A morte nada mas é que a primeira passagem marcada assim que chegamos na estação da vida!

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

Escrevo português errado
Pôr sentimentos certos...

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

Não tenho o hábito
De escre(ver) com rimas.

Apenas escrevo o que
Con(verso) quando vou
A beir(amar).

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

Carnaval Carnaval

Anotei o meu bloco
A cor da tua Folia.

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

Quanto vale uma palavra ?
Quanto vale uma uma palavra ?
Vamos por peso, tamanho e comprimento nelas.

Quanto vale uma palavra para mulher que e refém do medo, aquela que gritou por anos sem liberdade ou para mãe que ouviu as primeiras palavras do filho ainda menino, ou do surdo que ouviu as primeiras palavras aos 30 anos?

Quanto vale uma palavra para os irmãos e irmãs de raça, gênero ou religião que sonham em ser livres?
Quanto vale uma palavra?
Quanto vale uma palavra?
Uma vez que a história se repete, de novo, de novo ), de novo, de novo.... e nada é novo!

Quanto valeram as palavras de malcolm x, George, Mandela,Gandhi,Nietzsche ?
Quanto valeram as palavras de Hitler, Napoleão, Calígula, Raposa (Ljubomir Kerekes)?

Quanto valem minhas palavras agora ?
Ei é uma pergunta?
Quanto valem minhas palavras?
Agora com o silêncio quero a resposta!
Sim com o silêncio, Pois tem horas que quem vale mais
é o silêncio ou as palavras mal ditas?

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

Aprendi tanto sobre
A dança da liberdade
Que nunca mas pus
Pássaros em gaiolas,
Peixes nos aquários
Ou cabretsos em cavalos.

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

Tenho muito respeito
A ignorância e a inocência,
Já bebi em ambas as fontes.

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

Deixar

Sim também acordo no meio
Da noite gritando teu nome,
Procurando seu corpo entre
Os lençóis, nas madrugada
Fria ainda sinto as tuas costelas
Grudado na minha tão enlaçadas
Que parecia que irias devolver a
Que na tua criação te dei.

Sim também vejo tua imagem
No portão na hora em que era
Tua chegada o coração dispara
Depois me acalmou sei que era
Só uma miragem.

Sim também me pego comparando
Outros beijos com o teu e suspirando
Quando ficou achando um crime,
Pois todos meus beijos eram pra
Ser teus.

Ainda choro em não ter aproveitado
Mais, cobrado mesmo, Amado mais,
Chorado mesmos, agito mais...
Ainda chorou pôr saber que mesmo
Com tua distância te pertenço como
Nunca antes.

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

Quantas máscaras tu vestiras
Para desmascarar uma minha ?

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

Em seu ventre por nove meses
Fui seu hóspede, não paguei se quer
Aluguel, ainda achei pouco e a obriguei
A dividir comigo sua comida, água
E o ar que ela respirava, quando saí
Ainda suguei de seus seios minha fonte
De vida pôr mais seis meses.
A obriguei a me por em seus braços
Pôr mais ou menos um ano, causei
Sustos por alguns anos com sarampo, Papeira...
Ainda achei pouco e grandinho
Tomei conta da sua cama chorava
Já de manhã pra ela logo me buscar,
Hoje sou um grande homem pôr conta
De seus esforços, mesmo assim peço colo.

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

De tempos em tempos
O céu derrama um punhado
De estrelas no meio do mar.

Elas se dissolve e salgar
O mar e também a causa
Das espumas.

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

Mulher E Lua

Há um mito muito antigo
Onde narra à criação
Da essência e alma feminina.

O Criado fez as mulheres e
Da lua extraiu os fragmentos
Para criar as suas almas.

Pra cada alma criada
De suas entranhas
Uma estrela surgiria,
Assim todas as mulheres
são gêmeas com a lua.

É a fonte dos seus enigmas,
Mistérios, beleza e mudanças
de fases.

Quer Compreendê-las?
Desbrave a lua sinta sua
Magia Contemple seu luar.

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

Amor dos deuses

Eu juro em nome de Zeus,
com a força de Hércules,
a sabedoria de Atenas
os sonhos de Ícaro.
a determinação de Ulisses
que sempre irei te amar.

Com a bênção de Afrodite
flechado por Cupido, eu digo que
o meu amor é infinito como
os mares de Poseidon radiante
como a carruagem de Apolo
Alto astral como Dionísio.

E se mesmo assim tu não me queiras,
eu lutarei com o comando de Ares,
na companhia de Nike
Só para garantir a vitória.
Encaminharei Hermes para tu,
com escultura do nosso amor,
no aço que aprendi a manipular com Evaristo,
para que tu vejas como são As várias formas
do meu amor por te.

Enquanto tu estiveres do meu lodo,
por ironia das Moiras eu ficar sem a tua presença,
Invejarei Orfeu indo ate o lar de Hades,
só para tê-la de volta para mim.

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

O ponto clímax do poeta
quando a morte o leva
e ele lhe passa a perna.

Permanece a vagar
entre os vivos como
sua partida nunca
ouvesse acontecido.

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

Venho é o tempo e carrega
todos nós na sua mortalidade.

Samos todos sagrados,
carregados pela tempestade
do tempo.

Que nós da a oportunidade
nas suas linhas sementes

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

O conto de uma vez

Era uma vez uma vez,
foi todo de uma vez...

Não houve tempo nem pro final
Feliz ou triste...

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

Hoje vou fazer todo diferente,
vou fazer o sol me sente, a terra sente meu cheiro
assim que esteve molhado, muda de fases pra que
a lua me admire, exalar fontes cheiros pra seduzi
os pássaros, assim como o mar me enche e
depois me esvaziar.

Assim que sabe o seu código de
barras saia do meu DNA.

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

Vou rouba o tempo!
De pirraça vou pagar
A fiança com o
Acumulo da minha idade!

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

De tanto saborear os versos,vomitou
banquetes de poesias.

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida

Um anjo sem asas caiu na minha vida.

o curei e lhe pôs asas.

Mesmo com medo que prá longe, pudesse voar.

Dayvton Almeida O Ser Poeta
Inserida por dayvton_almeida