Charles Baudelaire

1 - 25 do total de 116 pensamentos de Charles Baudelaire

O mais irritante no amor é que se trata do tipo de crime que exige um cúmplice.

A gramática, a mesma árida gramática, transforma-se em algo parecido a uma feitiçaria evocatória; as palavras ressuscitam revestidas de carne e osso, o substantivo, em sua majestade substancial, o adjectivo, roupa transparente que o veste e dá cor como um verniz, e o verbo, anjo do movimento que dá impulso á frase.

Existem em todo o homem, a todo o momento, duas postulações simultâneas, uma a Deus, outra a Satanás. A invocação a Deus, ou espiritualidade, é um desejo de elevar-se; aquela a Satanás, ou animalidade, é uma alegria de precipitar-se no abismo.

As nações não têm grandes homens senão contra a vontade delas - assim como as famílias.

Apenas é igual a outro quem prova sê-lo e apenas é digno da liberdade quem a sabe conquistar.

Quem não sabe povoar sua solidão, também não saberá ficar sozinho em meio a uma multidão.

Charles Baudelaire
Pequenos Poemas em Prosa, 1855.

A imaginação é a rainha do real e o possível é uma das províncias do real.

Deus é o único ser que, para reinar, nem precisa existir.

Só nos esquecemos do tempo quando o utilizamos.

Todos os grandes poetas se tornam naturalmente, fatalmente, críticos.

Quanto mais se quer, melhor se quer.

Não podendo suportar o amor, a Igreja quis ao menos desinfectá-lo, e então fez o casamento.

Ali, tudo é ordem e perfeição. Luxo, calma, e sensação.

A felicidade é composta de pequenos prazeres.

O trabalho não é o sal que conserva as almas mumificadas?

Manejar sabiamente uma língua é praticar uma espécie de feitiçaria evocatória.

O homem que só bebe água tem algum segredo que pretende ocultar dos seus semelhantes.

O poeta é como o príncipe das nuvens. As suas asas de gigante não o deixam caminhar.

Todo o homem saudável consegue ficar dois dias sem comer - sem a poesia, jamais.

Como foi a imaginação que criou o mundo, ela governa-o.

Para o comerciante até a honestidade é uma especulação financeira.

Amar as mulheres inteligentes é um prazer de pederasta.

A imaginação é positivamente aparentada com o infinito.

Há que trabalhar, ainda que não seja por gosto, ao menos por desespero, uma vez que, bem vistas as coisas, trabalhar é menos aborrecido do que divertirmo-nos.

Que há de mais absurdo que o progresso, já que o homem, como está provado pelos fatos de todos os dias, é sempre igual e semelhante ao homem, isto é, sempre em estado selvagem.